Vitória heroica com gol de Leandro Domingues faz Lusa sonhar no Paulistão Série A2

Vitória heroica com gol de Leandro Domingues faz Lusa sonhar no Paulistão Série A2

1
1128
0
quinta-feira, 30 março 2017
Futebol Brasileiro

 

Primeiro gol do jogo foi anotado por Adilson, de cabeça. Foto: Dorival Rosa/Portuguesa

A noite foi de muita alegria para a torcida da “Lusa do Canindé”, após passar sufoco durante grande parte do segundo tempo. A Portuguesa recebeu em seu estádio a equipe do Penapolense, pela décima quarta rodada do Campeonato Paulista Série A2 e saiu como vencedora, mas somente aos 47 minutos da etapa complementar, graças ao ótimo chute de Leandro Domingues, que foi o nome do jogo, após salvar a Lusa de um empate dentro do Estádio Doutor Oswaldo Teixeira Duarte. Um jogo de muitas emoções e que você acompanhou com a equipe da Rádio Poliesportiva. Se você perdeu algum lance, aqui está o resumo desta grande partida, que teve disputa acirrada do início ao fim.

O time lusitano, comandado pelo técnico Estevam Soares foi a campo com: Ricardo Berna; Amaral, Vinícius Gouveia, Everton e Thiago Feltri; Dinho, Fernando (Tarik) e Leandro Domingues; Luizinho, Adilson (Bruno Xavier) e Bruno Silva (Rico).

Pelo lado da equipe da cidade de Penápolis, o treinador Edson Só foi escalou seu time com: Samuel Pires; Altino, Joílson, Guilherme e Léo Carvalho; Paulo Victor, André Cunha e PV (Marcos Vinícius); Carlinhos, Leandro Love (Gilvan) e Fio (Augusto Ramos).

 

Primeiro tempo

 

As equipes começaram a etapa inicial com um futebol um tanto quanto burocrático, em que ambos os times se estudavam bastante, mas pouco concluíam em gol. O domínio da posse de bola, até então, era da Lusa, mas o time não fazia o goleiro Samuel, do Penapolense, trabalhar. Leandro Domingues tocava bem a bola, mas o time do interior estava com a defesa bem postada e dificultou as jogadas da Lusa.

Conforme os minutos foram passando, o Penapolense começou a tomar conta do jogo e a partir da metade do primeiro tempo começou a criar boas oportunidades. A primeira delas aconteceu em uma bobeada do sistema defensivo da equipe lusitana, que o volante Fernando cabeceou contra o próprio patrimônio, obrigando Ricardo Berna a se esticar para espalmar a bola para escanteio. Depois, nas bolas aéreas, a “Pantera da Noroeste” levava vantagem sobre a equipe do Canindé e continuava obrigando Berna a trabalhar bastante.

Somente ao fim do primeiro tempo, por volta dos 40 minutos, Leandro Domingues chegou com perigo ao gol do goleiro Samuel, após cobrar uma falta perigosíssima, obrigando o arqueiro do Penapolense a saltar e espalmar a bola para cima (bola essa que ainda bateu caprichosamente no travessão, antes de sair para a linha de fundo).

 

Segundo tempo

 

Diferentemente do início do jogo, a equipe de Penápolis voltou apagada e abriu espaços para o time da Portuguesa trabalhar a bola, tanto é que o gol que abriu o placar não demorou a sair e foi da Portuguesa. Após belo cruzamento do meia Fernando, pelo lado esquerdo do ataque, Adilson subiu de cabeça e abriu o placar para a Lusa, aos 14 minutos da etapa complementar, um a zero. E, além do gol, diversas outras oportunidades foram criadas, mas a Portuguesa desperdiçou inúmeras chances, por pecar no último passe.

Após o gol, o técnico Edson Só, do Penapolense, viu a necessidade de mexer em sua equipe e tratou de substituir dois jogadores, Leandro Love e PV deram lugar a Gilvan e Marcus Vinicius. Logo em seguida, os dois jogadores participaram do gol de empate do Penapolense, já que, após belo cruzamento de Marcus Vinícius, em falta cobrada na intermediária, o atacante Gilvan subiu livre e, também de cabeça, empatou a partida, deixando a torcida da Lusa furiosa no Canindé, um a um.

Em seguida ao gol de empate, o Penapolense acordou e criou diversas chances, mas nas conclusões a equipe continuou pecando. Marcus Vinícius, Gilvan e Fiu paravam nas defesas de Berna e não conseguiam virar o placar.

Assim, aos 47 minutos entrou em ação o herói do jogo, Leandro Domingues, o jogador de 32 anos que veio do Vitória-BA, aproveitou o bate-rebate dentro da área e encheu o pé, marcando o gol da vitória da Lusa pra cima do time do interior. Antes de entrar para o gol, a bola ainda bateu no travessão. Logo após o lance, o árbitro ergueu os braços e terminou o jogo.

O gol de Domingues salvou a Portuguesa de um resultado ruim dentro de sua casa e pôs a Lusa em 11º lugar, há seis pontos do G-4, mas, mais importante que isso, deu maior tranquilidade à equipe que saiu da zona de risco de rebaixamento. Com a derrota, o Penapolense perdeu a chance de entrar no G-4 e se manteve com 23 pontos, na quinta posição.

 

Próxima rodada

 

Na próxima rodada, a Lusa terá um duelo difícil contra o Rio Preto, longe de sua torcida. A partida será no próximo sábado (01/04), às 16 horas. O Penapolense, que segue em busca do G-4 recebe o Taubaté, em casa, às 10 horas deste domingo (02/04).

 

Por Gabriel Max

admin

240 posts | 0 comments

Menu Title