Vettel supera Hamilton e vence na abertura da F-1 2017

Vettel supera Hamilton e vence na abertura da F-1 2017

Like
1288
0
domingo, 26 março 2017
Fórmula 1

Quem imaginava a permanência do domínio da equipe Mercedes ou acreditava uma vitória tranquila de Lewis Hamilton na abertura da temporada no GP da Austrália…errou! Sebastian Vettel e Ferrari marcaram em cima a equipe Mercedes, na estratégia, ou seja, no momento certo para a única parada nos boxes, Vettel conseguiu superar Hamilton.


Detalhes da corrida.

A temporada 2017 começou neste domingo com uma certeza! Teremos uma temporada um pouco diferente dos últimos anos, onde o domínio da Mercedes preponderou. A Ferrari entrou no jogo para ganhar e abre uma grande expectativa para uma disputa entre grandes campeões: Lewis Hamilton e Sebastian Vettel. Quem sabe, dar um tom diferente dos últimos campeonatos, onde somente os pilotos da Mercedes se apresentavam em condições de lutar pelo título.

Fotos: Sutton Motorsport Images / Publicação: Formula1.com

Foto: Sutton Motorsport Images / Publicação: Formula1.com

A vitória de Sebastian Vettel no circuito de Melbourne foi decidida na estratégia acertada da Ferrari, no momento certo para a parada nos boxes. Todos os ponteiros da prova iniciaram a prova com pneus ultra macios.  Na largada, os concorrentes do pelotão da frente mantiveram as posições de largada. Vettel, nas primeiras voltas, dava sinais de que tinha uma condição de carro para seguir no ritmo da Hamilton. Tanto é verdade que até a parada nos boxes, Hamilton não conseguiu abrir grande diferença para Vettel. Hamilton parou na volta 17 e retornou à pista atrás de Max Verstappen, o quarto colocado da prova.

 

Foto: Sutton Motorsport Images / Publicação: Formula1.com

Foto: Sutton Motorsport Images / Publicação: Formula1.com

A troca dos pneus ultra macios para os macios não foi benéfica para Hamilton. Atrás de Verstappen, Hamilton reclamava muito ao rádio da equipe, sobre um problema no carro que saía muito de frente. Com isso, Vettel tratou de virar mais rápido para conseguir fazer a parada no pit e retornar à frente do Hamilton. E foi o que aconteceu! A parada nos boxes de Vettel  na 24ª volta foi decisiva para a vitória. No retorno à pista, Vettel consegui se posicionar imediatamente à frente de Max Verstappen que era seguido de perto por Lewis Hamilton. Vettel, mesmo com pneus frios, conseguiu segurar Verstappen e dali em diante foi só aumentar a diferença para Hamilton. O inglês da Mercedes, em certa altura da corrida, teve a segunda posição seriamente ameaçada pelo companheiro de equipe e estreante da Mercedes, Valtteri Bottas. E dessa maneira, essas posições de pódio foram mantidas até o final, com a vitória de Sebatian Vettel, Lewis Hamilton cruzando a linha de chegada na na segunda colocação e Valtteri Bottas que finalizou em terceiro.

Foto: Sutton Motorsport Images / Publicação: Formula1.com

Foto: Sutton Motorsport Images / Publicação: Formula1.com

A corrida não apresentou disputas na pista ou ultrapassagens. Embora os carros estejam mais velozes, devido as modificações técnicas, o que deixou claro é que os pilotos terão muitas dificuldades para exercer manobras de ultrapassagens. Os carros desse ano estão com mais aderência nas curvas e a turbulência que se forma quando um carro está atrás de outro, não favorecem. E ao que tudo indica, seguirá dessa maneira ao longo da temporada. Serão menos ultrapassagens e o fator estratégia será determinante.

 

Para esquecer!

Definitivamente não foi o final de semana de Daniel Ricciardo. Após bater o carro no treino de classificação no sábado e danificar a caixa de câmbio. Este importante componente do carro causou dor de cabeça ao piloto da casa. Antes da largada, na volta de instalação, houve uma falha no carro que parou na pista. Ricciardo teve que largar dos boxes com uma volta de atraso. Posteriormente, mesmo fazendo uma prova de persistência para não frustrar os australianos, veio o abandono na 30ª volta, novamente com o carro parando na pista.

Foto / Divulgação: Red Bull Racing - Twitter

Foto / Divulgação: Red Bull Racing – Twitter

Romain Grosjean da Haas tinha grandes expectativas para a corrida, após fazer um grande treino de classificação e marcar a melhor posição de largada da equipe, o sexto lugar. A largada não foi tão boa, já que o piloto francês perdeu duas posições, para Felipe Massa e Carlos Sainz Jr. Mas na 17ª volta, o francês da Haas estava em franca recuperação, quando precisou abandonar com problema no motor.

E Fernando Alonso lutava na pista para talvez marcar pontos para a McLaren e não passar em branco, já que equipe vive um drama e não consegue se acertar com a fornecedora de motor, a Honda. A ruptura nessa parceria ganhou destaque na imprensa durante toda a pré-temporada. Mesmo lutando bravamente, Alonso não conseguiu se manter entre os 10 primeiros. E há três voltas do final da prova, o piloto espanhol da McLaren abandonou.


Corrida consistente.

Felipe Massa fez uma corrida tranquila e sem grandes movimentações de posição. Largou da sétima posição, superou Grosjean após a largada, manteve-se à frente de Sergio Pérez da Force India e seguiu até o final da prova na sexta colocação.


Confira a classificação final da prova:

Reprodução/ Divulgação: Formula 1 - Twitter

Reprodução/ Divulgação: Formula 1 – Twitter

 


Créditos da foto de capa / Publicação:
ScuderiaFerrari – Twitter

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo, paulista, CEO da Poliesportiva, jornalista, apresentador e narrador esportivo. Conhecido no meio jornalístico como P.A., Paulo Arnaldo tem vasta experiência desde 2008 no jornalismo e[...]

555 posts | 2 comments

Menu Title