Vandoorne vence o segundo ePrix de Roma, com abandono dos carros da Audi

Vandoorne vence o segundo ePrix de Roma, com abandono dos carros da Audi

Like
293
0
domingo, 11 abril 2021
Fórmula E

Vandoorne venceu a segunda corrida da rodada dupla do ePrix de Roma. No final, um safety car tirou a vantagem construída pelo belga, que mesmo assim conseguiu chegar à frente. A prova também ficou marcada pelo abandono dos dois carros da Audi e desclassificação de Nato antes do pódio.

Por: Carol Sales, de Frei Miguelinho – PE

Largada

Assim como na corrida do sábado, a segunda rodada do ePrix de Roma primeiramente teve bandeira amarela. O safety car também estava na pista, devido às condições climáticas. Contudo, foi apenas uma volta nessa condição até ter a bandeira verde. Em seguida, o pole Cassidy tentou abrir vantagem, mas perdeu o controle do carro e caiu para 11º.

Lotterer tomou um stop and go de 10 segundos, devido à Porsche trocar mais peças que o permitido entre o treino classificatório e a corrida. Além disso, o alemão foi o primeiro a usar o modo ataque. Na frente, Wehrlein passou Nato, que foi ultrapassado por Vandoorne. Com isso, o piloto da Venturi, que passou a ser líder, caiu para terceiro.

Faltando 35 minutos para o fim, Cassidy se envolveu novamente em um incidente. Na disputa de posição com Rowland, o neozelandês acabou batendo. Com isso, precisou ir para os boxes para fazer reparos no carro. Entretanto, ambos entraram sob investigação.

 

Abandono de Di Grassi e bandeira amarela

Wehrlein, o líder, ativou o modo ataque e, com isso, Vandoorne ocupou seu posto. Logo em seguida, teve bandeira amarela em todo o circuito. Com isso, os carros não podem exceder 50km/h. O motivo foi o toque de Buemi em Di Grassi, que foi ao muro e abandonou.

Na relargada, Sims ganhou a segunda posição de Wehrlein. Já Nato, em disputa com Guenther, tirou tinta do muro. Contudo, não teve danos e sua corrida continuou. Vale destacar também que o incidente entrou sob investigação. Com menos de 20 minutos para o fim, os cinco primeiros eram Vandoorne, Sims, Wehrlein, Nato e Mortara.

O líder estava com mais de 5 segundos de vantagem em relação ao segundo colocado. Por outro lado, Da Costa, o atual campeão da categoria, começou a corrida em 15º e foi subindo de posição aos poucos ao longo da corrida. Caminhando para o final da prova, o português estava em sétimo.

Últimos minutos de prova e punição antes do pódio

O domingo foi para a Audi esquecer. Além do abandono de Di Grassi, Rast perdeu a traseira, bateu no muro e também deixou a corrida. Com isso, o safety car entrou na pista e permaneceu até o zerar do cronômetro. Só restava a última volta. Vandoorne, mesmo tendo perdido a vantagem confortável construída, conseguiu permanecer à frente e cruzar a linha de chegada nessa posição.

Quem não viu a bandeira quadriculada foram Bird e De Vries. O outro piloto da Mercedes bateu e também atingiu o piloto da Jaguar.

Após a corrida, o terceiro lugar era incerto. Nato, detentor da posição, foi investigado por usar mais potência que o permitido. Após alguns minutos, ele foi desclassificado e Wehrlein foi ao pódio.

As próximas corridas da Fórmula E serão nos dias 24 e 25, no Circuito Ricardo Tormo em Valência. Assim como o ePrix de Roma, também haverá rodada dupla.

Foto em destaque: Mercedes/Divulgação

Carol Sales

Estudante de jornalismo, curiosa e aberta a novos desafios. Apaixonada por esportes, tendo uma relação especial com o automobilismo desde pequeninha. Instagram: @carol.sales_

37 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title