UFC 261: Uriah Hall x Chris Weidman – Prognóstico da revanche na categoria dos médios

UFC 261: Uriah Hall x Chris Weidman – Prognóstico da revanche na categoria dos médios

Like
281
0
sábado, 24 abril 2021
Lutas

Os fãs de MMA não aguentam mais. Assim, enfim chegou o dia do UFC 261. Portanto, com três disputas de cinturão, pode-se dizer que é o evento mais aguardado de 2021. Diante disso, além das disputas de cinturão, o evento tem uma super luta na categoria dos médios. O ex-campeão Chris Weidman tenta mostrar que ainda merece o topo diante do inconstante Uriah Hall, que quer atravessar seu teto na categoria. Ambos os atletas se enfrentaram em 2010, com vitória para Weidman.

Por: Diego Vasconcelos, de Fortaleza-CE.

Uriah Hall (1.75) X (2.05) Chris Weidman

O “homem-ambulância” Uriah Hall já está com 36 anos e, no entanto, ainda está a prova sua melhor fase. Assim, o lutador vêm de vitórias sobre Anderson Silva e Antônio Cara de Sapato, a primeira um atropelo, a segunda de forma apertada. Portanto, uma vitória diante de Weidman o coloca perto de uma disputa de cinturão. Dono de um kickboxing poderoso, portanto, Hall deve tentar manter a distância e usar de sua combinação de jabs poderosos para tentar o nocaute com sua direita potente.

O ex-campeão Chris Weidman, paralelamente, atravessa sua pior fase na organização. Assim, são duas vitórias em nove lutas. No entanto, vêm de uma pragmática vitória diante de Omari Akhmedov. Dessa forma, Weidman deve recorrer ao seu wrestling de elite para tentar rumar de volta ao topo da categoria que pertence a Israel Adesanya.

Diante de tudo isso, o momento é melhor para Uriah Hall. No entanto, o ex-campeão não deve ser subestimado. Além da capacidade de finalização, Weidman é dono de mãos pesadas. Apesar disso, a aposta indicada é em vitória de Uriah Hall, a zebra no BetWarrior.

Foto destaque: Reprodução/ Joe Devlin / MMA FNL

Diego Vasconcelos

Fã de Jiu-Jitsu desde pequeno, sou aficionado por MMA e esportes de combate. Dou pitacos nas horas vagas.

30 posts | 0 comments

Comments are closed.