“Trunfo”, afirma proprietário da Meyer Shank sobre retorno de Helio Castroneves à IndyCar

“Trunfo”, afirma proprietário da Meyer Shank sobre retorno de Helio Castroneves à IndyCar

Like
374
0
quarta-feira, 11 novembro 2020
Fórmula Indy

Nesta terça-feira (10), Hélio Castroneves foi anunciado pela Meyer Shank como segundo piloto da equipe para a temporada 2021 da IndyCar. A saber, o piloto de Ribeirão Preto volta a ser titular após três anos, agora no comando do carro #06 MSR Honda. Assim, o grupo estadunidense expande sua presença na categoria, depois de renovar com o britânico Jack Harvey por mais um ano.

Por: Luma Lane, Barra Mansa, RJ

Em entrevista ao site Planeta Velocidade, Castroneves demonstrou animação para esta nova etapa na carreira.

“Mike (Shank) e eu nos conhecemos há muito tempo e corri com a equipe em Daytona. Agora, com Jim (Meyer), Mike e Jack (Harvey), sinto que temos um grande potencial. Não posso agradecer o suficiente à equipe Penske por todos esses anos com eles, mas agora é um novo capítulo em minha vida e estou animado para me juntar à MSR e seu grupo incrível”, declarou o piloto.

 

ETAPAS

O corredor volta à categoria para disputar 6 provas, entre elas, as 500 milhas de Indianápolis. Nesse sentido, o calendário para Hélio tem início no GP do Alabama e segue para Long Beach, o GP de Indianápolis, Portland e o Monterrey, na Laguna Seca.

A ampliação do programa da equipe na Indy e no IMSA é justificada pelo investimento da Liberty Media, proprietária da F1, que passar a controlar 40% das ações da Meyer Shank.

 

CARREIRA VITORIOSA DE CASTRONEVES

A princípio, o piloto de 45 anos acumula 32 vitórias ao longo da trajetória no esporte a motor. Ao todo, são 54 poles, sendo 30 vitórias contabilizadas na IndyCar. Desde 2018, Hélio Castroneves corre apenas pelo GP de Indianápolis e Indy500, no qual busca a quarta vitória. A partir de 2000, entrou para a Team Penske e lá permaneceu por 19 temporadas. Há 2 anos, tem presença garantida no IMSA SportsCar, campeonato de automobilismo de endurance.

 

Por fim, Hélio atuou pouco em 2020, com a primeira corrida pela Indy500 na Penske. Nesse sentido, o piloto finalizou o circuito em 11º e encerrou sua história na equipe. Posteriormente, ele assumiu o posto na Arrow McLaren na rodada dupla do GP de Indianápolis 2, quando terminou em 20º e 21º.

 

Com dois pilotos, a Meyer Shank terá mais oportunidades de alcançar o pódio, como comenta Mike Shank, proprietário do grupo.

“Ter um cara como o Hélio na equipe será um grande trunfo para nós”, disse Shank. “Ele é um vencedor comprovado e traz muito conhecimento. É alguém com quem podemos aprender. A temporada passada foi definitivamente difícil para nós, mas Jack (Harvey) provou que tem ritmo para correr na frente e, indo para 2021, certamente pretendemos voltar ao pódio”.

Foto destaque: Reprodução/IndyCar

Luma Lane

Luma Lane

Meu nome é Luma Lane. Tenho 19 anos, sou da cidade de Barra Mansa, no interior do Rio de Janeiro e estou cursando o terceiro período de jornalismo no UBM - Centro Universitário de Barra Mansa. Semp[...]

25 posts | 0 comments

Comments are closed.