Toto Wolff dispara contra Russell, F1 tem novo circuito e mais sobre o domingo da categoria

Toto Wolff dispara contra Russell, F1 tem novo circuito e mais sobre o domingo da categoria

Like
294
0
segunda-feira, 19 abril 2021
Automobilismo

Quem assistiu o GP de Emília Romagna, pela segunda etapa da Fórmula 1, na manhã deste domingo (18) certamente terá boas histórias para contar. Nesse sentido, desde a largada, com pista molhada e Max Verstappen tomando a primeira posição de Lewis Hamilton, o circuito de Ímola mostrou que seria sede de uma prova inesquecível. Além do erro na curva 1, que quase tirou o inglês da prova, Bottas e Russell se desentenderam após um forte toque que tirou os pilotos do grande prêmio. Por fim, Toto Wolff mostrou indignação com a reação do corredor da Williams.

Por Luma Lane, em Barra Mansa – RJ

TOTO WOLFF REPUDIA ATITUDE DE RUSSELL

Enquanto o atual campeão da F1 saiu da pista e conseguiu retornar de ré, o companheiro de equipe não teve a mesma sorte. Valtteri Bottas, da Mercedes, e George Russell, da Williams, se tocaram e pararam no muro, com direito a destroços dos carros espalhados na curva 2. A direção de prova optou pela bandeira vermelha e o tempo quase fechou entre os pilotos.

Por outro lado, Toto Wolff, chefe da Mercedes, desaprovou a atitude de Russell, que se dirigiu a Bottas com indignação e deu um tapa no carro.

“Toda a situação nunca deveria ter acontecido”, contou Wolff. “Valtteri teve más primeiras 30 voltas e não devia ter estado lá. Mas George nunca deveria ter se lançado nessa manobra, considerando que a pista estava secando.” O inglês declarou que o jovem de 23 anos tem “muito que aprender”. Russell faz parte do programa júnior da Mercedes e é apontado como um possível sucessor do finlandês na equipe no futuro.

Após a prova, Bottas culpou o piloto da Williams pelo acidente, afirmando ter “deixado espaço par aos dois carros”. Pelo Twitter, Russell se defendeu.

Tweet George Russell

Tweet de George Russell. Foto: Reprodução/Twitter

MIAMI FARÁ PARTE DA TEMPORADA 2022

Depois de anos de espera, Miami finalmente foi confirmada como parte do calendário da Fórmula 1 em 2022. A saber, a Liberty Media procurava incluir um segundo autódromo dos Estados Unidos na categoria, que tem apenas o Texas como palco de provas, desde 2012.

A princípio, a dificuldade girava em torno da poluição sonora e atmosfera, argumentos utilizados por moradores da região de Miami Gardens. Além disso, havia receio quanto ao trânsito local. Assim, algumas medidas tiveram que ser acatadas para a futura realização do circuito. Dessa forma, o traçado de prova foi modificado e o começo dos eventos não poderá coincidir com horário escolar, tendo horário de término obrigatoriamente antes do pôr do sol.

Em resumo, o traçado de 5,41 quilômetros tem como centro o Hard Rock Stadium, casa do time de futebol americano da NFL, Miami Dolphins. Ao todo, serão 19 curvas, velocidade máxima estimada em 320 km/h e três retas, nas quais será possível utilizar a abertura da asa traseira (DRS).

“Somos gratos aos nossos fãs, às autoridades eleitas de Miami Gardens e à indústria do turismo local por sua paciência e apoio durante todo este processo. Estamos ansiosos para trazer o maior espetáculo de corrida do planeta para Miami pela primeira vez na história do nosso esporte ”, afirmou Stefano Domenicali, chefe da F1.

A categoria já esteve presente nos Estados Unidos em Riverside, Sebring, Watkins Glen, Phoenix, Detroit, Dallas, Las Vegas, Long Beach e Indianápolis. Agora, o público espera a ampliação do calendário nos próximos anos para outros países, como África do Sul e Marrocos.

Foto Destaque: Reprodução/F1

Luma Lane

Meu nome é Luma Lane. Tenho 19 anos, sou da cidade de Barra Mansa, no interior do Rio de Janeiro e estou cursando o terceiro período de jornalismo no UBM - Centro Universitário de Barra Mansa. Semp[...]

25 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title