TOP 8 – Melhores Lutadoras do UFC em 2020

TOP 8 – Melhores Lutadoras do UFC em 2020

9
1360
0
quinta-feira, 31 dezembro 2020
UFC

Chegamos ao final de mais um ano e para encerrarmos com chave de ouro os trabalhos vamos trazer o ranking com o top 8 dos lutadores que mais se destacaram nas divisões masculinas e femininas em 2020 no UFC. Antes de mais nada, vamos começar pelas divisões femininas. Portanto, para chegarmos a essa conclusão foi necessário seguirmos alguns critérios para escolha. Por exemplo: resultados, performances, frequência de lutas e um pouco do histórico das atletas. Sendo assim, vamos as 8+ da Rádio Poliesportiva de, melhores lutadoras em 2020 no UFC. 

Por: Diego Piñeyrua Neto, do Rio Grande do Sul

#8 – HOLLY HOLM

Primeiramente, a filha do pastor não pode se queixar do ano de 2020. Pelo menos no que se refere as suas duas performances no octógono. Sendo assim, entrou em nosso top melhores lutadoras do ano no UFC. Holly Holm, que já foi campeã mundial de boxe 19 vezes por três categorias diferentes, é uma verdadeira guerreira em esportes de luta. A ex-campeã peso-galo do UFC, que ficou conhecida por desbancar a até então invicta Ronda Rousey, em novembro (2015). A mesma fez duas lutas este ano.

Primeiramente, bateu Raquel Pennington por decisão unânime em janeiro. Do mesmo modo, venceu Irene Aldana em outubro. A americana sobrou no octógono em ambas as lutas.  Entretanto, a atleta da Jackson’sWinkeljohn’s MMA está sempre próxima de disputar o cinturão. Seja na sua divisão de origem, o peso-galo. Seja na divisão de cima, peso-pena. A atleta de 39 anos se mantém no melhor da forma física e promete chegar ainda melhor em 2021.

#7 – TAILA SANTOS

À primeira vista, ainda desconhecida para o grande pública, mas já fazendo barulho no UFC. A brasileira Taila Santos foi uma das lutadoras que mais se destacou este ano e não poderia ficar de fora do nosso top 8. A jovem de 27 anos, natural de Jaraguá do Sul/SC, pegou duas pedreiras e superou ambas as adversárias, mostrando domínio sobre elas. De ante mão, a atleta da Astra Fight Team encarou Molly McCann, que vinha de três vitórias consecutivas. Sendo assim, dominou o combate e venceu por decisão unânime, em julho.

Logo depois, em dezembro, foi a vez de a Gillian Robertson sentir o talento da brasileira no solo. Vitória de Taila por decisão unânime. Esse triunfo colocou a brasileira na posição de número 13 no ranking peso-mosca. A catarinense foi contratada pelo UFC após sua ótima performance no Contender Series. Neste sentido, atravessa sua melhor fase na carreira.

#6 – YAN XIAONAN

Natural de Shenyang, a chinesa Yan Xiaonan de 31 anos, vive uma grande fase no UFC. Com isso, pensamos que ela é uma das melhores lutadoras do UFC no ano. Com seis lutas e seis vitórias na organização, a atleta da China Top Team ocupa a posição de número quatro no ranking peso-palha. Nesse sentido, com mais uma vitória poderá se tornar a desafiante ao cinturão da divisão, que atualmente pertence a sua compatriota Weili Zhang.

O ano de 2020 foi um grande salto na carreira de Xiaonan. Ela encarou a polonesa e ex-desafiante, Karolina Kowalkiewicz, em fevereiro e venceu por decisão unânime. Logo depois, em novembro, foi a vez da brasileira Claudinha Gadelha, mais uma ex-desafiante a conhecer o jogo intenso da chinesa que não alivia suas adversárias em momento algum. Outra vitória por decisão unânime. Logo, as boas performances de Yan Xiaonan trazem ao UFC destaque em um mercado que a organização pretende explorar ainda mais, que é o chinês.

#5 – AMANDA NUNES

Inicialmente, quando se trata de MMA, não podemos deixar de fora em qualquer ranking um dos maiores nomes dos esportes de lutas em todos os tempos. Por isso, ela é uma das melhores lutadoras do ano pelo UFC em nossa opinião. Amanda Nunes é a atleta com mais vitórias dentro do UFC e detentora de dois cinturões simultâneos na organização. A leoa fez apenas uma luta este ano. Defendeu o cinturão peso-pena contra Felicia Spencer, em junho.

Contudo, Amanda não fez diferente do que tem feito com suas adversárias nos últimos seis anos. Dominou a luta e venceu por decisão unânime dos juízes. Além de suas conquistas na vida profissional, a atleta da American Top Team tem motivos de sobra para celebrar o ano de 2020. Afinal, nasceu sua primeira filha junto de sua companheira, a também atleta do UFC, Nina Ansaroff. Finalmente, para alegria dos fãs, ela já tem data para retornar. Irá defender o cinturão dos penas contra Megan Anderson, em março (2021).

#4 – VALENTINA SHEVCHENKO

Antes de mais nada, temos mais uma campeã em nosso ranking de, melhores lutadoras do ano no UFC. A atual campeã da divisão peso-mosca feminina teve mais um ano de soberania em sua divisão. Valentina Shevchenko venceu Katlyn Chookagian, em fevereiro, via nocaute técnico no 2º round. Em seguida, venceu a brasileira Jennifer Maia por decisão unânime, em novembro. Aliás, a divisão dos moscas feminino ainda não emplacou porque não possui até o momento atletas de nomes capazes de despertar a atenção do grande público.

Todavia, Bullet não tem nada a ver com isso, e a cada luta que faz sobra diante de suas adversárias. Entretanto, o ano de 2021 promete começar com um desafio e tanto para a atleta do Quirguistão. Com a confirmação da subida de divisão da ex-campeã peso-palha, a brasileira Jéssica Bate-Estaca. Desde já, Dana White confirmou que Jéssica será a próxima adversária de Schevchenko.

#3 – MACKENZIE DERN

Antes de tudo, a lutadora brasileira-americana, detentora de um dos jiu-jitsus mais afiados do MMA Feminino, teve sua melhor sequencia no UFC este ano. Dern, que aos três anos começou a treinar jiu-jítsu com seu pai e sua madrasta, ambos brasileiros, têm motivos de sobra para comemorar. Foram três lutas no ano e em todas elas teve o braço levantado. Aliás, temos pena dos braços de suas adversárias. Foram dois bônus de Performance da Noite e um lugar no ranking peso-palha.

Marckenzie Dern chegou ao posto de número 11 numa das divisões mais concorridas. Para isso, venceu Hannah Cifers em maio, com uma chave de joelho. Logo depois em setembro, a vítima foi Randa Markos, a quem aplicou uma chave de braço. Sendo assim, em dezembro, uma verdadeira guerra contra a brasileira Virna Jandiroba. Dern venceu por decisão unânime dos juízes. Enfim, especula-se que sua próxima adversária será Nina Ansaroff, em 2021.

#2 – AMANDA RIBAS

Ocupando o posto de número dois em nosso ranking de, melhores lutadoras do ano no UFC. Temos a atleta de Varginha-MG, Amanda Ribas. Entretanto, podemos dizer que para muitos ela poderia ocupar a primeira posição. Isso porque a mineira conquistou o coração dos fãs brasileiros com sua simpatia fora do octógono, além de seu talento e bravura dentro dele. Definitivamente, Amanda é uma das maiores revelações do MMA brasileiro.

Por isso, a jovem atleta que compete pelo peso-palha, deu continuidade ao ótimo trabalho que fez no ano anterior. Encarou duas atletas ranqueadas e dominou ambas. Inicialmente, derrotou Randa Markos por decisão unânime, em março. Em seguida, derrotou a popularíssima Paige VanZant, em julho, com uma linda chave de braço. Amanda já tem data para retornar. Por fim, irá encarar outro grande nome do MMA nacional, Marina Rodriguez, em janeiro (2021) e a vencedora tem tudo para saltar para o pelotão dianteiro da divisão.

#1 – WEILI ZHANG

Enfim, chegamos a “atleta do ano” na visão da Rádio Poliesportiva. Nascida em Handan, a chinesa Weili Zhang, 30 anos, com um cartel de 21 triunfos e somente um revés, defendeu pala primeira vez o cinturão peso-palha em março deste ano. Apesar disso, existia uma grande expectativa para ver se de fato a chinesa tinha potencial para sustentar o cinturão de uma das divisões mais duras do UFC. A desafiante era ninguém menos que a polonesa e ex-campeã, Joanna Jędrzejczyk.

Foi uma verdadeira guerra. Em outras palavras, um combate espetacular. Foram cinco rounds de muita trocação. Uma luta franca. Como resultado, Weili Zhang manteve o cinturão por decisão dividida dos juízes. O combate rendeu a elas o prêmio de Luta da Noite. Por fim, a chinesa saiu consagrada do octógono e já há uma grande expectativa no seu próximo compromisso, que provavelmente será contra Rose Namajunas. Em suma, a chinesa é a melhor lutadora do ano no UFC em nossa visão.

Foto: Reprodução/UFC

Diego Piñeyrua Neto

Diego Piñeyrua Neto

Natural de Bagé, Rio Grande do Sul. Pai do Martín e Valentina. Administrador de Empresas. Aficionado por MMA. Criador do @ufcoctogono no Instagram, com único objetivo de divulgar o esporte. Grêmio[...]

10 posts | 0 comments

https://www.instagram.com/ufcoctogono/

Comments are closed.