Esporte Paralímpico

4 EstilosAce HistóricoAlém da 12AmeriCupAnálise de ChaveAtletismoAustralian OpenAutomobilismoBandeiradaBaska de VilaBasqueteBasquete BrasileiroBasquete FemininoBasquete pelo MundoBeisebolBellatorBlind SideBoxeBrasileirão Série ACampeonato BrasileiroCampeonato CariocaCampeonato Carioca FemininoCampeonato Carioca MasculinoCampeonato PaulistaCampeonato Paulista FemininoCampeonato Paulista FutsalCampeonato Paulista MasculinoChampions League das AméricasClássicos da Fórmula 1ColunasCopa do BrasilCopa do Mundo da FIFACopa Sul-AmericanaCopa Uana 2019Desbravando LendasDiário de Bordo PoliesportivoDraft NBADraft NFLEntrevistasEscalada para cima e avanteEstaduais & RegionaisExplorando o BloqueioFórmula 1Fórmula 2Fórmula 3Fórmula EFórmula IndyFutebol AmericanoFutebol Americano BrasileiroFutebol Americano PaulistaFutebol BrasileiroFutebol FemininoFutebol InternacionalFutsalGarrafão Verde-AmareloHandebolJiu-JitsuJogando DireitoKickboxingLBFLibertadoresLiga das NaçõesLiga das Nações FemininaLiga das Nações MasculinaLiga NacionalLiga PaulistaLiga Sul-AmericanaLinha de SeteLutasMedicina Esportiva e FisiatriaMMAMoto GPNascarNataçãoNBANBBNFLNotícias Extra-CampoOutros EsportesParadesportoPaulistãoPlaneta VelocidadePlay na MLBPoder FemininoPolo AquáticoRugbySeleção BrasileiraSeleção BrasileiraSeleção Brasileira FemininaSeleção Brasileira MasculinaSkateStep-back pela históriaStock CarSuper AçãoSuperliga FemininaSuperliga MasculinaSurfTaura MMATênisToque de LetrasTransferências BrasilTransferências NBAUFCUS OpenVelaVôleiVôlei de PraiaVôlei InternacionalW SeriesWNBA
Vera Uller é incentivada a virar paratleta pelo marido
Colunas

Vera Lúcia Uller, de 32 anos, nascida em Indaial-SC, morou em Apiúna e hoje reside em Timbó-SC. Nasceu com má formação nos membros inferiores e começou a andar de muletas com seis anos. Porém, somente quando começou a trabalhar que a cadeira de rodas veio fazer parte do seu dia a dia. Mas virou paratleta a pedido do médicos para sua recuperação. Por: Ana Bracarense, de Uberaba-MG. A história de SuperAção Criada no interior, tudo era mais difícil naquela época....

Like
905
0
quinta-feira, 17 dezembro 2020
Leandro Gabriel tem deficiência há 16 anos, mas a família e o esporte não o deixaram desistir de lutar
Colunas

Leandro Aparecido Gabriel, de 36 anos, nascido em Foz do Iguaçu, no Paraná, e morando em Timbó-SC, tem deficiência há quase 16 anos, mas hoje é paratleta e viu no esporte uma ferramenta para nunca desistir de lutar. Por: Ana Bracarense, de Uberaba-MG. Leandro tem paraplegia pós-trauma. No dia 21 de dezembro de 2004 (há quase 16 anos), saindo do trabalho, de moto, um imprevisto aconteceu. Leandro teve um mal súbito, desmaiou e caiu da moto, sofrendo trauma de coluna...

1
962
0
quarta-feira, 02 setembro 2020
Yohansson Nascimento, um dos principais nomes do paraatletismo brasileiro, fala sobre sua carreira em exclusiva
Colunas

Yohansson Nascimento é um dos principais nomes do paraatletismo brasileiro. Com 32 anos de idade e natural de Maceió (Alagoas), em entrevista à Rádio Poliesportiva, o velocista que nasceu sem as mãos e compete na classe T47, categoria que reúne atletas com deficiência dos membros superiores, falou sobre assuntos que vão além dos 15 anos de carreira. Por: William Truppel, de São Caetano do Sul, SP Por certo, o adiamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 também foi...

Like
307
0
domingo, 05 abril 2020
Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 têm data definida para 2021
Paradesporto

Atendendo aos apelos de diferentes organizações olímpicas e paralímpicas, o Comitê Olímpico e o Comitê Paralímpico Internacional decidiram adiar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020. Essa medida devido à pandemia do novo Coronavírus, o COVID-19. As competições ocorrerão em 2021. As olimpíadas serão entre os dias 23 de julho e 8 de agosto. Os Jogos Paralímpicos serão entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. Por: William Truppel, de São Caetano do Sul, SP No entanto,...

Like
243
0
segunda-feira, 30 março 2020
Delegação brasileira de atletismo paralímpico faz história no Mundial em Dubai
Atletismo

Semana passada finalizou-se mais um Mundial de Atletismo Paralímpico. A cidade que sediou a competição foi Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Tivemos uma representação expressiva com a delegação paralímpica brasileira. Nossa delegação contou com 43 atletas dentro do número total de competidores que foi de 1.400 atletas de 120 países. Mas o Brasil atingiu uma marca histórica no mundial de atletismo. No quadro geral de medalhas garantiu o 2º lugar. Ainda mais, sendo essas conquistas categorizadas em 39 medalhas: 14 de...

Like
248
0
quinta-feira, 21 novembro 2019
A origem do Paradesporto
Colunas

E aí, galera! É com muita alegria que eu, Maitê Spirandelli Carvalho Matheus, inauguro essa nova coluna a qual batizei carinhosamente como Paradesporto News através desse fantástico site que oferece diversos conteúdos da área esportiva sempre com muita qualidade em todas as informações. Sou formada em educação física e faço especialização em esporte adaptado e tecnologia inclusiva. Hoje vamos falar sobre a origem do Paradesporto. Geralmente os profissionais que escolhem seguir carreira acadêmica são extremamente metódicos...

Like
586
0
quinta-feira, 14 novembro 2019
Mateus Evangelista Cardoso é um dos destaques do paraatletismo brasileiro
Atletismo

Mateus Evangelista Cardoso é um dos destaques do paraatletismo brasileiro. Mateus tem paralisia cerebral e compete nas provas de salto em distância e de 100 e 200 metros rasos, na classe T37. O atleta, com 25 anos de idade é natural de Porto Velho, capital de Rondônia, mas atualmente, treina em São Paulo. No entanto, começou no esporte Paralímpico em 2006. Por: William Truppel, de Ribeirão Preto, São Paulo, SP. Ele passou pelo tiro com arco, futebol de 7, porém...

1
545
0
quarta-feira, 02 outubro 2019
Brasil termina o Mundial de Natação Paralímpica na 11ª colocação
Natação

Terminou neste último domingo (15), o Mundial de Natação Paralímpica e o Brasil acabou na 11ª posição com 17 medalhas, sendo cinco ouros, seis pratas e seis bronzes.  Entretanto, a Itália surpreendeu e foi campeã. A Grâ-Bretanha ficou em segundo e, logo depois, a Rússia em terceiro. Lembrando que a classificação geral de cada país é determinada pelo acúmulo de ouro, prata e bronze, respectivamente, e não pela quantidade total de medalhas conquistadas. Por: William Truppel, de Ribeirão Preto, SP. Durante...

2
648
0
terça-feira, 17 setembro 2019