Sesc-RJ/Flamengo supera o Fluminense e é campeão Carioca de Vôlei

Sesc-RJ/Flamengo supera o Fluminense e é campeão Carioca de Vôlei

2
276
0
terça-feira, 20 outubro 2020
Vôlei

Na noite da última segunda-feira (19), o Sesc-RJ/Flamengo ganhou do Fluminense por 3 x 0 e faturou o título do Campeonato Carioca de Vôlei. Embora o placar elástico, o duelo ofereceu vários momentos de equilíbrio, incluindo emocionantes viradas e rallys. Apesar de não ser uma final propriamente dita, o clube que ganhasse a partida levaria o título. Afinal, o torneio tem apenas três equipes, e tanto o rubro-negro quanto o tricolor venceram o Tijuca TC em suas primeiras partidas.

Por Pedro Menezes, São Gonçalo-RJ

A junção Sesc-RJ/Flamengo conquistou seu primeiro título. Como clubes separados, seria o 17º caneco do Sesc e o 10º do Flamengo, quebrando um jejum desde 1984 sem títulos estaduais. Entretanto, o Fluminense é o maior vencedor do torneio com 28 troféus.

1º SET

O primeiro set, assim como a partida, foi marcado por erros de falta de ritmo. E o Fluminense se aproveitou da situação forçando saques que dificultavam o passe do rubro-negro. Foi também possível observar erros de saques do Sesc-RJ/Flamengo em sequência. Dessa forma, somada a boa atuação da central tricolor Julieta Lazcano, o Tricolor abriu 16-9.

Contudo, Bernardinho pediu tempo, e pôs em quadra a Gabiru. Com bons saques e um ataque com menos erros, diminuiu a distância para dois pontos. Porém, o Fluminense retomou e abriu a vantagem para 22-17. Foi então o momento em que o bloqueio do time de Bernardinho começou a funcionar, e com dois tocos de Roberta e aparições importantes da jovem Ana Cristina, o Flamengo virou para 25-22 fechando a primeira parcial.

2º SET

Sem dúvidas, o set mais desequilibrado da partida. Apesar do Fluminense se manter competitivo no início, os bloqueios do Sesc-RJ/Flamengo fizeram a diferença, afinal, a equipe se manteve sempre com uma boa margem de distância em relação ao Tricolor. Com Amanda ativa, Juciely e Roberta acertando vários tocos, a vantagem foi sendo administrada. Ao final da parcial 25-19, o rubro-negro já possuía 13 bloqueios, sendo sete da Roberta. O Flu tinha sete no total.

3º SET

Podendo ser o set do título do Sesc-RJ/Flamengo, o Fluminense fez questão de vender caro. A defesa esteve atenta a todo momento e não deixou o rubro-negro abrir a vantagem. Giovanna conseguiu encaixar bons saques que deixaram a recepção do Fla em maus lençóis, como havia ocorrido no primeiro set.

Por outro lado, o rubro-negro também usou bastante ímpeto, como na bola que Amanda salvou na placa de publicidade e Ana Cristina conseguiu pôr no chão adversário. Por fim, pesou a experiência daquele clube que parece estar em um estágio de evolução superior. Lorenne cortou a bola que decretou o título ao Sesc-RJ/Flamengo. Última parcial, 25-22.

Melhores momentos

E agora?

Teremos Fla-Flu novamente, e será na estreia do Troféu Super Vôlei, no dia 28 de outubro. Já o pontapé do Sesc-RJ/Flamengo na Superliga será dado contra o Brasília Vôlei, no dia 10 de novembro. Por fim, o Fluminense recebe o São Paulo/Barueri no mesmo dia.

Entrevista pós jogo

Após a conquista, ponteira Amanda se mostrou bastante orgulhosa. A maior pontuadora do jogo se declarou feliz em fazer parte do projeto Sesc-RJ/Flamengo e ganhar o primeiro troféu, mas ressaltou que ainda tem muito trabalho pela frente e esse é só o início de uma jornada.

”Foi emocionante, são duas equipes com bastante tradição, do Flamengo a gente espera grande elenco e o Sesc já está a um tempo estimulando e vindo com grandes equipes. Então essa junção foi muito importante e a gente se sente muito feliz em poder dar esse primeiro título a esse momento. Estou muito orgulhosa, mas ainda temos muito treinamento e jogos pela frente. Foi um começo importante.” – declarou.

Foto: Reprodução / Paula Reis / Flamengo

Pedro Menezes

Pedro Menezes

Estudante de jornalismo da UFF. Apaixonado por esporte. Por qualquer esporte. Do tipo que vai da Premier League ao Campeonato Mexicano em um minuto. No basquete torço pelo Brooklyn Nets, no beisebol [...]

10 posts | 0 comments

Comments are closed.