Sean O’Malley domina Thomas Almeida, dá show e vence o brasileiro via nocaute no UFC 260

Sean O’Malley domina Thomas Almeida, dá show e vence o brasileiro via nocaute no UFC 260

13
845
0
domingo, 28 março 2021
UFC

Em combate válido pela categoria peso-galo do Ultimate (até 61,2kg), Sean O’Malley venceu de maneira dominante o brasileiro Thomas Almeida e se consolidou de vez como um dos principais talentos da organização. Sendo assim, a luta ocorreu na noite deste último sábado (27), no card principal do UFC 260

Por: Diego Piñeyrua, do Rio Grande do Sul

1° Round

Primeiramente, o combate se iniciou com o americano tomando o centro do octógono e dominando as ações. O’Malley marcou a distância com chutes na altura do joelho, que não permitiram a aproximação de Thomas. Nesse sentido, a partir do minuto dois, Sugar apertou o passo e passou a acertou golpes que vazaram a guarda do brasileiro. Todas tentativas de aproximação de Thominhas eram recebidas com duros socos e chutes que foram “minando” Almeida.

Todavia, O’Malley manteve um intenso ritmo de golpes até acertar um chutaço no rosto do brasileiro e logo na sequencia um cruzado de esquerda que levou o Thominhas a lona. O americano já estava saindo para comemorar, mas o árbitro não interrompeu a luta, o que deu uma sobrevida ao brasileiro. Thominhas, ainda bastante abalado pelo knowkdow, conseguiu sobreviver a pressão do americano até o término do round . Sendo assim, o primeiro round terminou e marcamos um (10-8) para Sean O’Malley, tamanho o domínio do americano.

2° Round

Posteriormente, o segundo round iniciou mais agitado do que o primeiro. O’Malley logo voltou a tomar o controle do octógono, mas percebeu que o brasileiro havia conseguido se recuperar bem dos golpes sofridos no final do primeiro round. Desse modo, O’Malley manteve o controle tirando proveito de sua envergadura. O americano abusou dos low kicks, chutes retos e chutes giratórios. Entretanto, o brasileiro mostrava-se resistente e conseguiu surpreender seu oponente com um low kick que derrubou O’Malley, que rapidamente voltou em pé.

No final do round, o americano apertou o passo e pressionou o brasileiro com chutes e socos, mas Thomas conseguiu evitar boa parte deles e no fim do round ainda tirou proveito de um escorregão do americano para acabar o round acertando um chute, sem muita potência, com O’Melley no chão. Era visível a superioridade do americano e que as coisas poderiam se resolver no round final. O segundo round se encerrou e marcamos (10-9) para Sugar.

3° Round

Enfim, o derradeiro round. Thominhas acelerou o ritmo sabendo que estava atrás no placar. Sendo assim, passou a se abrir ainda mais, o que não é nada bom diante de um adversário tão talentoso quanto O’Malley. Todavia, era o que restava ao brasileiro. Tentar um nocaute. Porém, Sugar manteve a calma, conectando golpes de encontro e tirando cada vez mais o poder de fogo do brasileiro.

Foi então que na metade final do round, o brasileiro avançou pra encurtar e tentar golpear O’Malley. Porém, na aproximação, acabou sofrendo um duro chute na linha de cintura, seguido de um cruzado de esquerda na curta distância. Thomas caiu e girou para tentar se afastar do americano. Porém, O’Malley não perdoou. Com o brasileiro caído disparou um soco de cima pra baixo liquidando a fatura. Nocaute aos 3:53 minutos do terceiro round.

Em suma

Por fim, foi um combate de amplo domínio de Sean O’Malley, que com essa bela vitória deve garantir um posto no top 15 da divisão até 61,2 kg. O americano mostrou que possui um arsenal de golpes impressionantes e está pronto para enfrentar os principais nomes do peso-galo. Por outro lado, o brasileiro Thomas Almeida, mostrou muita raça. Aguentou golpes que derrubariam muitos lutadores.

Entretanto, chegou a sua quarta derrota consecutiva e fica com sua situação na organização comprometida. Sendo assim, com a vitória sobre o brasileiro, Sean O’Malley chega a um cartel de 13 vitórias e apenas uma derrota. Aliás, é bom lembrar que essa única derrota em seu cartel veio no combate anterior contra Marlon Vera, quando o americano torceu o tornozelo durante o combate e não conseguiu se manter em pé. Olho em Sean O’Malley.

Foto: Reprodução/UFC

Diego Piñeyrua Neto

Diego Piñeyrua Neto

Natural de Bagé, Rio Grande do Sul. Pai do Martín e Valentina. Administrador de Empresas. Aficionado por MMA. Criador do @ufcoctogono no Instagram. Grêmio, Churrasco, Cerveja e Rock'n Roll!

35 posts | 0 comments

https://www.instagram.com/ufcoctogono/

Comments are closed.