Se curvem ao duplo campeão do Glory: Top 5 Melhores nocautes – Alex “Poatan” Pereira

Se curvem ao duplo campeão do Glory: Top 5 Melhores nocautes – Alex “Poatan” Pereira

5
786
0
quinta-feira, 04 fevereiro 2021
Kickboxing

No último sábado (30), Alex Pereira enfrentou o até então, campeão dos Meio-Pesados do Glory, o russo Arthem Vakhitov. Por sua vez, o brasileiro era o desafiante e campeão interino da categoria. O confronto que aconteceu pelo Glory 77,  foi sediado em Roterdã na Holanda.  A luta ficou marcada pelo grande equilíbrio. Dessa forma, a decisão só veio pelos juízes. Por fim, Poatan venceu por decisão dividida. Sendo que três juízes viram vitória de Pereira, por outro lado, dois árbitros enxergaram o triunfo de Vakhitov.     

Por: Ayrton Niño, de Recife (PE)

Em suma, com a vitória no último final de semana, Alex se tornou duplo campeão do Glory. Agora o atleta é tanto campeão da categoria dos Médios (até 85kg), e também dos Meio-Pesados (até 95kg). Não obstante, o lutador em entrevista pós-luta, ainda desafiou o campeão dos Pesos-Pesados, Rico Verhoeven para uma super luta.

Entretanto, apesar das suas conquistas, Alex Pereira ainda não é um nome tão conhecido do grande público. O paulista de 33 anos, é residente de São Bernardo do Campo. É um atleta muito versátil, que além do Kickboxing, também já lutou em eventos de Boxe e MMA. O apelido “Poatan“, é de origem Tupi, e significa “mão de pedra”. Sem dúvidas, é um apelido que lhe cai muito bem. Já que expressa seu grande poder de nocaute, e mostra o orgulho de suas origens indígenas.

Sendo assim, separamos cinco grandes momentos da carreira do campeão. Uma singela reverência e homenagem ao melhor kickboxer brasileiro da atualidade, e sem dúvidas, um dos brasileiros que está mais se destacando no cenário das artes marciais no geral. Ao Alexsandro Pereira, nossos comprimentos.

NÚMERO 5 – ERTUGRUL BAYRAK

De antemão, nosso primeiro nocaute aconteceu em 21 de dezembro de 2019. Pelo Glory Collision 2, em Arnhem na Holanda. Alex enfrentou o turco Ertugrul Bayrak, que na oportunidade era o número 1 do ranking do Peso-Médio. Porém, o desafiante não achou nada contra o campeão. Foi nocauteado pelo campeão no último segundo do primeiro round, enquanto ainda se ouvia o tinir do sino.

NÚMERO 4 – JASON WILNIS

Em seguida, temos uma luta que aconteceu em 17 de Maio de 2019, em Utrecht, na Holanda. Casa do desafiante, Jason Wilnis. Pereira e Wilnis são conhecidos de longa data. Se enfrentaram em outras duas oportunidades, com o holandês se saindo melhor que o brasileiro. Porém, nesse último confronto, Alex devolveu os reveses com juros e correção monetária, nocauteando seu oponente ainda no primeiro round, pelo Glory 65.

NÚMERO 3 – ISRAEL ADESANYA

Ademais, uma de suas mais importantes vitórias na carreira. No dia 4 de março de 2017, pelo Glory of Heros 7, em São Paulo, Poatan enfrentou Israel Adesanya em uma revanche para o nigeriano. Apesar dos bons momentos vividos por Adesanya no confronto, Alex conseguiu ter resiliência, e conseguiu mudar o rumo da luta, com os seus famosos cruzados de esquerda.  Dessa forma, Alex Pereira de certa maneira encerrou a carreira de Adesanya no Kickboxing, afinal, a partir desse duelo, o nigeriano fez sua migração para o MMA. No qual é uma das estrelas do UFC atualmente.

NÚMERO 2 – THOMAS POWELL

Por outro lado, também temos vitória pela via rápida no MMA. Antes de tudo, Alex não é um novato nas artes mistas. Aliás, todas suas vitórias na categoria também foram por KO. Mas em 20 de Novembro de 2020, o atleta protagonizou um nocaute com chocou o mundo do esporte. Após ir à lona, Thomas Powell passou mais de cinco minutos desacordado. Esse confronto aconteceu no LFA 95, nos Estados Unidos. De fato, se com luvas de 10Oz, o campeão já faz estrago, o que esperar com ele usando as 4Oz ?

NÚMERO 1 – DONEGI ABENA

Por fim, nosso nocaute favorito do Poatan. 28 de Setembro de 2019. Glory 68 em Miami. Numa disputa pelo cinturão interino dos Meio-Pesados, Alex tinha na sua frente Donegi Abena do Suriname. A contenda se desenvolveu até o terceiro round. Embora, o resultado foi o velho conhecido dos seguidores de Alex Pereira, mais uma vez, seu cruzado de esquerda definiu a parada.

FOTO DESTAQUE: DIVULGAÇÃO/GLORY 

Ayrton Niño

Ayrton Niño

Historiador pela UFPE e graduando em Jornalismo pela UniNassau.

24 posts | 0 comments

Comments are closed.