São Paulo vacila no Morumbi, leva apenas um ponto e segue no Z-4 do Brasileirão

São Paulo vacila no Morumbi, leva apenas um ponto e segue no Z-4 do Brasileirão

Like
810
0
sexta-feira, 14 julho 2017
Brasileirão Série A

Jucilei foi um dos destaques do São Paulo e foi aplaudido pela torcida. Foto: Rubens Chiri/Sãopaulofc.net

Na noite desta quinta-feira (13), o São Paulo recebeu o Atlético Goianiense, no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, em um dos jogos que complementavam a 13ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro de 2017. O jogo era muito importante para os dois times, pois o São Paulo e Atlético Goianiense estavam como penúltimo e último colocados, respectivamente. O jogo foi cheio de surpresas e terminou empatado em 2 a 2, após o São Paulo estar na frente do placar por duas oportunidades. Os gols do jogo foram marcados por Lucas Pratto e Marcinho pelo lado do Tricolor Paulista e por Niltinho e Everaldo do lado do Dragão.

A Rádio Poliesportiva esteve no Morumbi e trouxe todos os lances do jogo na voz de Ramoni Artico, com os comentários de Luiz Máximo e reportagens de Gabriel Max e Ivan Marconatto. Se você perdeu algum lance, confira aqui o resumo do jogo que levou de 31.333 pagantes ao estádio.

O time do São Paulo, que tinha a estreia do novo treinador, Dorival Júnior, foi a campo com: Renan Ribeiro; Buffarini, Rodrigo Caio, Arboleda e Júnior Tavares; Jucilei, Petros, Wellington Nem (Marcinho), Cueva (Gilberto) e Jonathan Gómez (Lucas Fernandes); Lucas Pratto.

Já o adversário veio com uma proposta defensiva e o time treinado por Doriva foi escalado com a seguinte formação: Felipe Garcia; André Castro, Roger Carvalho, Gilvan e Bruno Pacheco; Marcão, Igor (Paulinho), Andrigo (Everaldo), Jorginho e Niltinho (Luiz Fernando); Walter.

 

Primeiro tempo

 

O jogo começou frio assim como a noite desta quinta-feira. O termômetro marcava 16ºC e o futebol apresentado era muito semelhante. A postura defensiva do time treinado por Doriva foi uma das marcas do jogo, já que o São Paulo não conseguia furar o bloqueio durante todo o primeiro tempo, o que tornou a partida um espetáculo “cansativo”. O São Paulo obteve 78% de posse de bola, mas apesar de estar com a bola durante a maior parte do jogo, o Tricolor de Dorival pouco chegou ao gol defendido por Felipe Garcia.

A primeira chance de gol da etapa inicial foi do Atletico-GO, aos 11, com Roger Carvalho após a bola sobrar em seus pés depois de um cruzamento, mas o zagueiro mandou por sobre o gol defendido por Renan Ribeiro. O São Paulo respondeu cinco  minutos depois, com bom cruzamento de Jucilei e com o desvio de Lucas Pratto com o pé direito, mas que ficou nas mãos do goleiro do Dragão.

O Atlético-GO voltou a levar perigo aos 29 minutos, em jogada concluída por Walter e que Renan Ribeiro espalmou mal e a bola bateu em Arboleda, mas para a sorte do goleiro do Tricolor, após o desvio, a bola voltou a ficar em suas mãos.

Jucilei foi o destaque do primeiro tempo e teve seu nome gritado pela torcida, por conta de boas jogadas e desarmes precisos. Apesar do destaque positivo, o time do São Paulo ainda não conseguia furar a retranca montada pelo técnico Doriva.

 

Segundo tempo

 

Jogo desta quinta-feira (13) ficou marcado pela estreia de Dorival Júnior no comando tricolor. Foto: Rubens Chiri/Sãopaulofc.net

Diferente do que foi a primeira etapa, o segundo tempo trouxe um ritmo muito mais intenso e o São Paulo passou a pressionar o Dragão desde o início da segunda metade. Logo aos cinco minutos Cueva faz boa jogada e rola a bola para Júnior Tavares, que faz o cruzamento, mas a bola passa pelos atacantes do tricolor e sobra para a zaga do Atlético-GO. O Tricolor seguia marcando pressão e o primeiro gol parecia estar “maduro”.

Aos 12 minutos Gilvan comete falta em Wellington Nem. Cueva vai para a bola e acerta a trave de Felipe Garcia, no rebote Pratto bate firme em direção ao gol, o goleiro Felipe tenta afastar, mas a bola já havia ultrapassado toda a linha. Mesmo assim o volante Petros aproveitou o rebote e estufou as redes, mas o gol foi confirmado para o atacante do tricolor, Lucas Pratto.

Não demorou muito e o Atlético-GO foi buscar o empate. Oito minutos após o gol do tricolor a bola foi cruzada na área, a zaga do São Paulo desviou e a bola sobrou para Cueva, que não afastou o perigo, deixando sobrar para Niltinho. O jogador do time goiano ajeitou e bateu firme, sem chances de defesa para o goleiro Renan Ribeiro. Tudo igual no placar do Cícero Pompeu de Toledo, 1 a 1.

Com o empate, o Atletico-GO começou a se arriscar um pouco mais nos contra-ataques e aos 28 minutos chegou com perigo novamente e Niltinho perdeu chance incrível após estar cara a cara com o goleiro Renan Ribeiro. Somente dez minutos depois o São Paulo voltou a partir com perigo ao ataque e, após uma rápida jogada pelo lado esquerdo do campo, o atacante Marcinho, que havia entrado há pouco tempo no jogo, encheu o pé próximo à entrada da área e marcou um belo gol para o São Paulo, deixando mais uma vez o time do Morumbi na frente do marcador.

Porém a alegria da torcida Tricolor durou pouquíssimo tempo, pois dois minutos depois Bruno Pacheco alça a bola na área, a zaga do São Paulo bobeia e a bola sobra para o atacante Everaldo, que protegeu a bola e mandou um belíssimo chute de calcanhar, empatando mais uma vez o jogo e dando números finais a ele.

 

Próximos compromissos

 

Agora o Tricolor do Morumbi terá um duelo fora de casa, o São Paulo vai a Santa Catarina para enfrentar a Chapecoense, às 16 horas do próximo domingo (16) e terá nova oportunidade de respirar na competição. Já o Atlético-GO faz, em Goiânia, o duelo de “Atléticos”, pois enfrenta o Atlético Mineiro, no Estádio Olímpico, também às 16 horas do domingo.

 

Por Gabriel Max

Avatar

admin

240 posts | 0 comments