Rubens Barrichello: e a decisão ficou para Interlagos!

Rubens Barrichello: e a decisão ficou para Interlagos!

Like
1175
0
segunda-feira, 05 dezembro 2016
Automobilismo

Rubinho nasceu em São Paulo no dia 23 de maio de 1972, morava nas proximidades do Autódromo de Interlagos, zona sul de São Paulo, e passou boa parte de sua infância ouvindo o barulho dos carros na pista e motivado por seu tio, ex-piloto e chefe de equipe da Fórmula 3 Sul-Americana, Dárcio Gonçalves dos Santos.

Aos seis anos de idade ganhou seu primeiro kart, presente de seu avô materno, que exigia que o menino tivesse boas notas para que pudesse continuar com o “brinquedo”. Estreou com um terceiro lugar, foi segundo colocado na segunda prova e venceu na terceira competição da qual participou.

Competiu por oito anos no kart, sendo cinco vezes campeão brasileiro e paulista, uma vez Sul-Americano e nono colocado no Mundial.

Em 1990 já estava na Europa, competindo inicialmente na Fórmula Opel, onde sagrou-se campeão em seu ano de estreia.

Em 1991, outro título: o da F3 Inglesa, um dos mais importantes degraus antes da Fórmula 1 e em 1992 competiu na Fórmula 3000, fechando a temporada em terceiro lugar.

Em 1993 foi contratado pela equipe Jordan para correr na F1 e passou também pela equipe Stewart antes de ser contratado pela poderosa escuderia da Ferrari em 2000.

Foram nove triunfos pela escuderia de Maranello até 2004. Após jejum durante passagem pela Honda, voltou a vencer mais duas vezes em 2009, com a Brawn GP. Até o momento, é responsável pela última vitória brasileira na F1.

Em 1º de março de 2012 foi anunciado como piloto da KV Racing, equipe da Fórmula Indy para disputar a temporada da categoria no campeonato de 2012. Terminou a temporada em 12º lugar, com 289 pontos. Após encerrar a temporada na Indy em 2012, acertou um contrato para disputar as três últimas etapas da Stock Car, onde permanece até hoje e conquistou o título do campeonato de 2014.

E a estreia da Stock Car no Circuito dos Cristais, em Curvelo (MG), teve duas corridas emocionantes, com bastante trabalho estratégico das equipes e as vitórias de Felipe Fraga e Ricardo Maurício, neste domingo (dia 20). O público mineiro lotou o novo autódromo e fez uma grande festa na 11ª e penúltima etapa da temporada.

A disputa entre Felipe Fraga e Rubens Barrichello segue muito disputada. Na corrida 1, os dois chegaram a brigar pela liderança, mas Fraga acabou vencendo. Na corrida dois, Rubinho arriscou para vencer, mas na reta final da última volta acabou ficando sem combustível e perdeu a vitória e os pontos. Fraga também não conseguiu pontuar, mas aumentou a vantagem para Barrichello.

Ricardo Maurício ficou com a vitória na segunda corrida, seguido por Tuka Rocha e Daniel Serra. A diferença entre Fraga e Barrichello agora é de 37 pontos.

FOTO: DIVULGAÇÃO/STOCK-CAR

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

350 posts | 0 comments

Menu Title