Roger Federer, a fantástica fábrica de quebrar recordes!

Roger Federer, a fantástica fábrica de quebrar recordes!

Like
1045
0
domingo, 16 julho 2017
Tênis

Roger Federer precisou esperar cinco anos para conquistar o octacampeonato em Wimbledon, deixar para trás a lenda norte-americana Pete Sampras e se isolar como o maior vencedor da história do famoso torneio disputado na grama londrina. Além disso, o atual número 3 do ranking mundial se tornou o tenista mais velho a vencer o torneio na era aberta: 35 anos e 342 dias.

APÓS 51 ANOS, UM BRASILEIRO VOLTA A CONQUISTAR TÍTULO EM WIMBLEDON

O suíço teve campanha impecável em Wimbledon 2017. Foi campeão sem desperdiçar um set sequer ao longo das duas semanas de Grand Slam. Na grande decisão disputada no último domingo, fez o gigante Marin Cilic parecer um anão. Venceu o croata com enorme facilidade: 3 sets a 0 (6/3, 6/1 e 6/4), após 1h41. Não precisou nem suar a camisa.

Prestes a completar 36 anos, Federer parece estar jogando o melhor tênis da carreira na atual temporada. Pelo andar da carruagem, não vai pendurar as raquetes tão cedo, para delírio dos amantes do bom tênis. Além da ótima técnica, está bem preparado fisicamente e emocionalmente, e fez o certo ao deixar de jogar Roland Garros e se preparar para a temporada de grama em junho e julho.

Em 2017, já tem cinco títulos. Vale lembrar que ele venceu o Australian Open no início do ano, os Masters 1000 de Miami e Indian Wells e o ATP 500 de Halle. São 24 vitórias e apenas duas derrotas (2ª rodada do ATP 500 de Dubai e 1ª rodada do ATP 250 de Stuttgart).

Tudo indica que o Leão da Montanha assumirá até novembro a ponta do ranking mundial. Hoje, a diferença para o britânico Andy Murray, o líder, está em apenas 1.205 pontos, e ele não terá mais pontos a defender já que passou todo segundo semestre de 2016 se recuperando de lesão no joelho.

Crédito foto: AELTC/Joel Marklund

Rafael Martins Alaby Ferreira

109 posts | 0 comments

Menu Title