Raio-X da Série A3, o campeonato da família – Parte II

Raio-X da Série A3, o campeonato da família – Parte II

1
1610
0
quinta-feira, 26 janeiro 2017
Futebol Brasileiro

Seguindo com nosso apanhado sobre os clubes que irão disputar a Série A3, vamos falar sobre as outras dez equipes que irão se enfrentar na competição. Lembramos que o torneio terá seu início neste mês de Janeiro, mais precisamente neste sábado, às 16 horas, com cinco partidas, e será disputado até o dia 16 de abril, com cobertura total da Rádio Poliesportiva.

 

Noroeste

 

Goleiro Airon defendendo pênalti em partida preparatória contra o Rio Claro. Foto: Bruno Freitas/Noroeste

O Esporte Clube Noroeste, o querido Norusca, vem com tudo para tentar se reerguer no ano de 2017. No último ano, a equipe ficou apenas com a 13° colocação na Série A3 do Campeonato Paulista. Agora, com o técnico Marcelo Sangaletti, o time de Bauru sonha em conquistar o acesso para a Série A2, para retomar a grandeza da maquininha vermelha.

São 106 anos de história e, em muitos deles, o time deu muito trabalho para os times mais ricos do estado. Tem como mascote a Locomotiva Vermelha junto ao maquinista, que representam a ferrovia que originou o nome do clube, no ano de 1910. O Noroeste encara, em casa, a equipe do São Carlos na primeira rodada, neste domingo (29), às 10h.

 

São Carlos

 

São Carlos disputando última partida preparatória antes de estrear na A3. Foto: Rovanir Frias/Assessoria SCFC

O São Carlos Futebol Clube, o “Sanca”, fundado em 25 de novembro de 2004, é um dos caçulas. Mesmo sendo novo, não deixará de brigar para chegar entre os oito classificados. A prova é que, já em 2016, viu o acesso bater na trave, com a segunda posição na segunda fase do Paulistão A3, o que os motiva para vir com tudo na disputa deste ano.

O início da temporada não foi dos mais animadores para a Águia da Central, após resultados negativos nos amistosos da pré-temporada. O técnico Luiz Muller ainda procura por um esquema ideal para estrear bem, diante do Noroeste, em Bauru. Na copinha, a equipe de São Carlos se destacou e conseguiu chegar nas oitavas de final, perdendo para o Paulista de Jundiaí.

 

 

Grêmio Osasco

 

Jefferson Paulino volta ao clube após duas temporadas. Foto: Gabriela Montesano/GEO

Agora sim, vamos falar sobre o caçula que disputa o campeonato, o Grêmio Esportivo Osasco, o GEO, que teve fundação após a reunião de cinco empresários da cidade, em 17 de dezembro de 2007. De lá para cá, em apenas dez anos de atividades, o time, que tem como mascote o gladiador romano, já conseguiu estar na Série A2, numa ascensão meteórica para um clube tão recente.

Em 2016, a equipe ficou na nona colocação e, assim, não conseguiu obter a classificação para a segunda fase da A3. Já em 2017, a molecada do GEO chegou à segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior, mas perdeu para o Juventus. Sua estreia, com o time principal, será no Estádio Rochdale, em Osasco, no estádio José Liberatti, às 10h, contra a equipe do Atibaia.

 

Atibaia

 

Técnico Sandro Sargentim fará seu último jogo-treino antes da estreia contra o Palmeiras nesta quinta-feira. Foto: Fabio Giannelli/Soccer Digital

O Sport Club Atibaia nasceu no dia 12 de dezembro de 2005 e surgiu com o objetivo de reavivar o futebol atibaiense no cenário profissional. Começou desacreditado, mas conseguiu sair da Série B do Paulista e conquistou uma vaga para a Série A2, porém os problemas estruturais do estádio Salvador Russani impediram o clube de disputar e permaneceram na A3.

No último ano, o clube conseguiu chegar na segunda fase da competição, porém a campanha não concedeu acesso. Para 2017, o Atibaia tentará repetir a boa primeira fase do ano passado e almeja melhor colocação com o anúncio de reforços como Bruno Bertucci, que já defendeu o Corinthians. Além do time principal, o time de Atibaia participou da Copinha deste ano, mas acabou parando na primeira fase, em quarto lugar.

O elenco do falcão já está montado para a temporada e conta com 25 jogadores: Ariel, Carlão, Fraga, Danilo Santos, Cicinho, Bruno Leandro, Gabriel, Nandinho, Raphinha, Bruno Bertucci, Gledson, Éder, Igor, Franklin, Gilsinho, Léo Lima, Giovani Curti, Wendel, Alex Pires, Matheus Gomes, Reginaldo, Samuca, Tavares, Richard e Eltinho.

 

Comercial

 

Amauri Knevitz prepara elenco para a estreia. Foto: Rafael Alves – Dep. Comunicação CFC

O Comercial Futebol Clube já está pronto para estreia na A3 após fazer uma temporada de jogos-treino. Apesar do revés no último jogo preparatório, a equipe foi elogiada pelo técnico Amauri Knevitz, que viu uma boa evolução do grupo e vê o “Bafo” preparado para o primeiro compromisso neste sábado (28), contra o Independente de Limeira, no Palma Travassos.

O Leão do Norte foi fundado em 10 de outubro de 1911 e já esteve presente na divisão de elite do futebol paulista. Após dois descensos, em 2014 e 2015, o Comercial tenta se reerguer. Em 2016, obteve a 11° posição na A3 e não se classificou para a segunda fase. Em 2017, o Comercial também disputou a Copinha, mas não se classificou para a segunda fase, pois obteve a terceira colocação em seu grupo.

 

Independente de Limeira

 

Capão e Dodô são recebidos no elenco por Piá o treinador, ao centro da imagem. Foto: Denis Suidedos/Gazeta de Limeira

O Galo de Limeira, alcunha dada ao Independente Futebol Clube, também incluiu suas últimas peças ao grupo de jogadores antes de sua estreia na A3, com a contratação de Lucas Capão e Dodô. O técnico Piá, que fez seu nome como jogador da Ponte Preta e Corinthians, terá 27 jogadores disponíveis no plantel para 2017.

Fundado em 19 de janeiro de 1944, o alvinegro limeirense possui uma torcida apaixonada, que sonha em voltar para a Série A2, após o descenso ocorrido em 2016, no qual o clube ficou entre os seis últimos colocados do torneio. Já na Copinha deste ano, os garotos do galo chegaram até a segunda fase do torneio, perdendo para o São Carlos, por 3 a 2.

 

Olímpia

 

Paulo Brumati retorna ao clube para disputar a A3 pelo Olímpia. Foto: Reprodução/Facebook

O OFC, Olímpia Futebol Clube, brigará forte para chegar à segunda fase da A3 e está com elenco montado para a disputa do campeonato. O time será liderado pelo técnico Betão Alcântara, que já estava preparando a equipe desde novembro de 2016. O técnico buscará sua primeira vitória neste domingo (29), em casa, no Tereza Breda, às 10 horas, contra o Flamengo de Guarulhos.

O torcedor olimpiano tem muito orgulho do time de sua cidade, nascido em 5 de dezembro de 1946. Um dos principais motivos é por já ter chegado a disputar o Campeonato Paulista na sua divisão de elite, no ano de 1991. No ano passado, o clube parou no meio da tabela da Série A3 e o torcedor espera que em 2017 o time possa brigar pela classificação entre os oito primeiros desta dura disputa.

 

 

 

Flamengo de Guarulhos

 

Kairon, ex-atleta da base do Grêmio-RS, é apresentado como reforço do corvo para 2017. Foto: Marcos Vieira Ribeiro/Flamengo de Guarulhos

A Associação Atlética Flamengo, mais conhecida como o Flamengo de Guarulhos, é um clube formado em 1 de junho de 1954. O time, que tem o Corvo como mascote, montou um elenco com 24 jogadores para o início da A3 e o destaque fica para o experiente André Bilinha, que é um dos remanescentes da boa campanha do ano passado.

Em 2016, o rubro-negro chegou forte para a briga pelo acesso, após liderar a primeira fase do torneio. Já na segunda fase, o time teve alguns tropeços e, ao fim da segunda etapa do campeonato, o Mengo ficou em segundo e não se classificou para a final e, por consequência, se manteve na A3. Em 2017, chegou à segunda fase da Copinha, porém não conseguiu passar pela equipe do Santos, perdendo pelo placar de 1 a 0.

 

São José dos Campos F.C.

 

Paulo Campos comanda os últimos treinos para a estreia do clube neste fim de semana. Foto: Reprodução/Facebook

O antigo Clube Atlético Joseense, nasceu em 1 de outubro de 1998 e mudou de nome para São José dos Campos Futebol Clube, a partir do ano de 2014. Inicialmente, tinha apenas o objetivo de formar atletas, mas começou a disputar competições profissionais. Em 2016, o Tigre do Vale lutou até o fim do campeonato para se manter na A3 e obteve êxito na última rodada.

Para 2017, o experiente técnico Paulo Campos irá liderar o trabalho. Por enquanto, são 16 jogadores confirmados para o elenco da estreia, diante do Monte Azul, no estádio Martins Pereira, neste domingo. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior, disputando contra equipes fortes, como Internacional-RS e Mogi Mirim, e por conta do bom preparo dos adversários, a base não conseguiu nenhuma vitória na edição deste ano e ficou com a lanterna em seu grupo.

 

Monte Azul

 

Monte Azul treina forte para encarar o primeiro jogo da A3. Foto: Reprodução/Facebook

Após o descenso da equipe em 2016, o Monte Azul tentará se reerguer na série A3. Podemos dizer que, de início, não terá tarefa fácil, pois seu primeiro compromisso será fora de casa, contra o São José dos Campos. O Monte Azul é mais um dos times que disputam a A3 e que já tiveram o “gostinho” de chegar à elite do futebol paulista. O Azulão esteve na série A1 no ano de 2010, mas no mesmo ano sofreu a queda e voltou para a A2 do ano seguinte.

O Atlético Monte Azul foi fundado em 28 de abril de 1920, tem o pássaro azulão como mascote e sedia suas partidas no estádio Otacília Patrício Arroyo, mas sua estreia diante de sua torcida será apenas em 5 de fevereiro. Durante a preparação da equipe, foram feitos diversos amistosos e treinamentos intensivos sob o comandado do treinador Rafael Guanaes.

 

Por Gabriel Max

admin

240 posts | 0 comments

Menu Title