Quimsa bate Flamengo e conquista a Champions League Américas

Quimsa bate Flamengo e conquista a Champions League Américas

1
335
0
sexta-feira, 30 outubro 2020
Champions League das Américas

Na noite desta sexta-feira (30), Quimsa-ARG e Flamengo disputaram a final da Basketball Champions League Américas (BCLA). A Antel Arena, localizada no Uruguai, recebeu o jogo. Porém, a finalíssima ocorreu sem público, em virtude do avanço do novo coronavírus. Brasil e Argentina é rivalidade até no pedra, papel e tesoura. E neste jogo não foi diferente.

Mas quem levou a melhor foram os argentinos. O Quimsa venceu Fla pelo placar de 92 x 86. Assim, a equipe de Santiago del Estero faturou o título da BCLA. Essa é a primeira conquista internacional dos santiagueños. Sem dúvida, o destaque fica para Brandon Robinson. O estadunidense marcou 26 pontos, deu duas assistências, conseguiu três rebotes e terminou como MVP da final. 

Por: Luciano Massi, Santo André – SP

1º QUARTO

Por certo, o Quimsa abriu os trabalhos, com Diamon Simpson. Fabián Ramírez aumentou, e Luciano González descontou. Depois disso, Marquinhos virou e abriu três pontos de vantagem. Todavia, Simpson, Ramírez e Brandon Robinson viraram. Além de passar à frente o Quimsa seguiu ampliando. Os brasileiros acumularam erros. Assim, os hermanos abriram 13 pontos. Os homens de Gustavo De Conti, técnico do Flamengo, até diminuíram. Mas o 1º quarto terminou em triunfo argentino: 27 x 19.

2º QUARTO

A equipe do Fla começou com o pé direito. Afinal, Yago Mateus converteu dois pontos. Contudo, a reação foi abafada. Franco Baralle acertou um arremesso de quadra e dois lances livres. Deixando o Quimsa 10 pontos à frente. Franco Balbi puxou mais uma reação rubro-negra. O argentino encaçapou três bolas de três pontos. Para ajudar, Hettsheimeir acertou uma bandeja, e outra de três. Assim, o Flamengo assumiu a ponta. Posteriormente, Rafa Mineiro ampliou, com uma ponte aérea. Mas o Quimsa apertou e encostou, via fadeaway de Ramírez. E virou graças Brandon Robinson. Por fim, no apagar das luzes, Trevor Gaskins fez do meio da rua e sacramentou: 50 x 43.

3º QUARTO

Fabián Ramírez abriu os trabalhos e Copello aumentou. O Quimsa seguiu ampliando. Porém, Marquinhos descontou, com três pontos, enterrada e um lance livre. Hettsheimeir, também via lances livres, diminuiu a vantagem argentina para apenas cinco. Olivinha acertou mais lances livres e a diferença caiu para apenas um ponto. O jogo estava pegado e recheado de faltas. Prova disso, é que Yago Mateus fez outro via lance livre e virou para o Flamengo. Pouco depois, Hettsheimeir, Chuzito González e Mineiro seguiram ampliando. Desse modo, o rubro-negro carioca terminou o período na frente: 63 x 68.

4º QUARTO

Pressionados, os argentinos foram com tudo. Brandon Robinson acertou dois tiros de três. Ou seja, o Quimsa reassumiu a liderança. Jhonatan Dos Santos deixou tudo igual no Uruguai. Seguindo o embalo, Marquinhos fez do perímetro e recolocou o Fla à frente. Da mesma maneira, Balbi fez mais uma. Entretanto, os brasileiros não se mantiveram na frente. Ramírez empatou, Anthony Kent virou e Pablo Gramajo ampliou. Posteriormente, nos últimos dois minutos, o Quimsa fez chover bolas de três. Em contrapartida, o Flamengo errou bastante. Gustavinho tentou reorganizar seu time. Mas não teve jeito, a equipe do Quimsa faturou a Champions League. Com placar final de 92 x 86.

Foto destaque: Divulgação/ FIBA Américas

Luciano Massi

Luciano Massi

Paulistano de 21 anos. Estudante de jornalismo. Narrador, repórter, amante do automobilismo, futebol, basquete e esportes olímpicos.

107 posts | 0 comments

Comments are closed.