Quartararo larga na pole após confusão no treino da MotoGP em Portugal

Quartararo larga na pole após confusão no treino da MotoGP em Portugal

Like
264
0
sábado, 17 abril 2021
Moto GP

O italiano Pecco Bagnaia (Ducati Team) fez a volta mais rápida do circuito, mas teve seu tempo anulado por não respeitar uma bandeira amarela. Desse modo, a primeira fila será formada por Fabio Quartararo (Monster Yamaha), Alex Rins (Suzuki) e Johann Zarco (Pramac Racing). Marc Márquez (Repsol Honda) conseguiu uma incrível sexta colocação, já o ítalo-brasileiro Franco Morbidelli (Petronas) larga na quinta posição do circuito português.

Por: William Freitas, Gravataí -RS

Treinos Livres

Com uma rajada de vento muito forte, a primeira sessão de treino liderada por Maverick Viñales (Monster Yamaha) acabou não sendo tão importante para a análise de tempos buscando o Q2. Conforme o vento cessou, os tempos melhoraram ao longo da segunda sessão. Contudo, foi na terceira parte, realizada na manhã deste sábado (17), que decidiu quem iria passar direto e quem iria enfrentar o Q1.

No terceiro treino livre, Quartararo registrou a melhor marca, seguido por Morbidelli. Por outro lado, o fato que marcou esse treino foi a queda assustadora do espanhol Jorge Martín (Pramac Racing). O campeão da Moto3 em 2018 saltou de sua moto e assustou a todos no paddock. Como resultado da queda, foi levado ao hospital e foi considerado não apto para participar do decorrer do grande prêmio em Portugal.

Desde o início do final de semana em Portugal, Fabio Quartararo mostrava ter um ritmo forte para o final de semana. No TL4, rodou constantemente abaixo de 1:39,00, simulando seu ritmo de corrida. Dessa forma, quem aparentou estar com um bom acerto é o seu companheiro de garagem Viñales e as Ducatis, tanto oficiais e a satélite de Zarco parecem estar dispostas a desbancar as Yamahas.

Q1

No Q1 houve uma presença ilustre. Raramente na sua carreira, Marc Márquez passou por essa situação, mas o espanhol, com a ajuda de uma carona de Joan Mir (Suzuki), garantiu sua classificação para a próxima etapa do treino. Os dois deixaram para trás pilotos como Valentino Rossi (Petronas) e Pol Espargaro (Repsol Honda).

Confusão no Q2

Já no Q2, Fabio Quartararo, com sua volta de 1:38.862, estava garantindo a pole. No entanto, o italiano da Ducati, Pecco Bagnaia, achou uma volta brilhante faltando três minutos para o final do treino. Com o tempo de 1:38,494, ia batendo em quatro décimos o tempo tanto do francês na sessão quanto do lusitano Miguel Oliveira (KTM Factory) no ano anterior. No entanto, o piloto de 24 anos viu seu tempo sendo anulado por não respeitar uma bandeira amarela. Com toda essa confusão, largará na 11º posição.

Alex Rins conseguiu mostrar um ritmo que não havia aparecido ao longo do final de semana. O espanhol rodou 1:38.951 (+0.089) para garantir sua posição na primeira fila do grid. Da mesma forma, Johann Zarco, após cair logo no início do Q2, conseguiu se recuperar e fechou o treino na terceira colocação. O líder do campeonato fechou a sessão com o tempo de 1:38.991 (+0.129).

Jack Miller (Ducati Team) 1:39,061 (+0.199) irá abrir a segunda fila em Portugal. O australiano de 26 anos parece estar disposto a recuperar o tempo perdido devido ao desempenho ruim na rodada dupla do Qatar. Similarmente, outro que busca redenção em solo lusitano é o ítalo-brasileiro Franco Morbidelli, que teve muitos problemas com sua Yamaha 2019 em Doha. Ele largará na quinta colocação 1:39,103 (+0.241).

Por outro lado, a grande atração de Portugal é o octacampeão Marc Márquez 1:39,121 (+0.259), que, após nove meses, voltou a correr no Mundial. Não se podia esperar nada menos do espanhol, que conseguiu uma incrível sexta colocação. Assim, pode ter certeza de que virá na luta pelo top 5 na corrida.

Foto destaque: Reprodução/MotoGP

William Freitas

Tenho 20 anos e sou estudante de jornalismo. Desde pequeno sou fascinado em esportes à motor, como MotoGP e Fórmula 1.

11 posts | 0 comments

Comments are closed.