Playoffs NFL: restam quatro times na corrida pelo Super Bowl LV

Playoffs NFL: restam quatro times na corrida pelo Super Bowl LV

Like
109
0
segunda-feira, 18 janeiro 2021
NFL

O Divisional Round dos Playoffs NFL levou a campo os últimos oito sobreviventes na busca pelo Super Bowl LV e, como de costume, a rodada não decepcionou. Com o Green Bay Packers e o Kansas City Chiefs finalmente entrando em ação após a semana de folga por serem o número 1 de cada conferência, estão definidos os quatro sobreviventes que disputarão as finais de conferência, que ocorrem no próximo domingo (24). Não faltou emoção, lances memoráveis e tabus sendo quebrados, então confira o que ocorreu de melhor no fim de semana da NFL.

Packers passam sem grandes dificuldades pelos Rams

Enfrentar Aaron Rodgers jogando como MVP, no Wisconsin, em janeiro e em temperaturas abaixo de zero não costuma ser algo positivo para os visitantes, e foi assim que a história se repetiu com o Los Angeles Rams. Os Packers, cabeças de chave 1 da NFC (Conferência Nacional), foram a campo como favoritos na conferência e logo se impuseram, com ótimas atuações de Rodgers, Davante Adams e Aaron Jones. A primeira etapa terminou com os cabeças de queijo vencendo por 19 a 10 e sem ir para o punt nenhuma vez.

No segundo tempo os Rams equilibraram a partida graças ao running back Cam Akers, que mais uma vez foi o destaque dos angelinos. Perdendo por sete pontos, a equipe teve a chance de marchar o campo e empatar a partida. No entanto, a defesa de Green Bay, impulsionada por um pass rush que incomodou o QB Jared Goff por diversas vezes na noite, foi capaz de segurar o ímpeto dos visitantes. No quarto período não houve reação de LA e os Packers prevaleceram. Vitória por 32 x 18 e classificação garantida para a final da NFC.

Três décadas depois, os Bills voltam à final da AFC

O ano era 1994 quando o Buffalo Bills esteve pela última vez na final da AFC (Conferência Americana), e agora em 2020-21, jogando em casa e com Josh Allen atuando como um verdadeiro MVP, o time precisava passar pelo Baltimore Ravens, comandado pelo QB Lamar Jackson, MVP da temporada anterior. A partida foi marcada pelas performances defensivas, frio intenso e vento, muito vento. O clima atrapalhou até os kickers, inclusive Justin Tucker, considerado o melhor da história da liga e que errou dois chutes no jogo.

O primeiro tempo, com exceção dos field goals perdidos, foi de pouca emoção e os times foram para o intervalo empatados em 3 x 3, mas a história mudou no segundo tempo. Os Bills voltaram do vestiário com um touchdown para abrir vantagem e viram os Ravens utilizarem quase todo o 3º quarto para chegar a dez jardas da endzone, quando a jogada da partida aconteceu. Jackson tentou conectar com o tight end Mark Andrews, mas o cornerback Taron Johnson leu os olhos do QB e interceptou o passe. O retorno foi de 101 jardas para touchdown, empatando o recorde da pós-temporada como pick-six mais longa da história. Vitória dos Bills por 17 x 3 e passaporte carimbado para a final da AFC.

Chiefs perdem Mahomes, mas seguram os Browns e avançam

Para muitos o melhor jogador da liga, Patrick Mahomes mais uma vez passeava em campo com o Kansas City Chiefs na tarde de domingo. Entretanto, após sofrer um tackle em uma tentativa de corrida, o QB foi ao vestiário com suspeita de concussão. E ela aconteceu. Os mandantes venciam os Browns de Baker Mayfield por 22 x 10, mas com a perda da sua estrela, viram o rival encostar no placar. Kareem Hunt anotou o TD terrestre que colocou a equipe de Cleveland de volta na partida.

O reserva de Mahomes era Chad Henne, veterano na liga e que pela primeira vez entrava em campo em uma partida de playoffs, e ela foi repleta de emoção na reta final. Uma interceptação de Henne deu a bola para os Browns com a chance de passar à frente, mas a defesa dos atuais campeões prevaleceu. No fim, na tentativa de queimar o relógio, os Chiefs contaram com a estrela e a coragem do técnico Andy Reid. Apelidado de Big Red, ele chamou jogadas ousadas nos últimos minutos para garantir a vitória. Triunfo dos Chiefs, primeiro time da história da AFC a sediar por três anos seguidos a final de conferência, que será contra o Buffalo Bills.

No duelo de “quarentões”, Tom Brady leva a melhor e classifica os Bucs

Em New Orleans o último confronto da rodada colocou frente à frente duas lendas: Tom Brady e Drew Brees. O destaque da partida, muito equilibrada até o quarto período, foi a defesa do Tampa Bay Buccaneers. Foram quatro turnovers forçados, sendo três interceptações e um fumble, o que colocou o ataque em posição favorável de campo para anotar touchdowns e dar a vantagem ao time da Flórida.

Mesmo em casa, os Saints tiveram dificuldades para mover a bola, envolver o running back Alvin Kamara e conseguir jogadas explosivas. Assim, pelo quarto ano seguido caem nos playoffs em partidas onde eram favoritos a avançar. A nota triste fica por conta do quarterback Drew Brees, que segundo informações da imprensa norte-americana, deve anunciar sua aposentadoria aos 42 anos. O jogador é recordista em jardas e passes completos na história da liga, foi MVP do Super Bowl XLIV e certamente tem lugar garantido no Hall da Fama da NFL. No fim, vitória dos Buccaneers por 30 x 20 e viagem marcada a Green Bay.

Foto destaque:  Reprodução/Chris Graythen/Getty Images

Murilo Pellucci

Impossível não se apaixonar pela combinação entre jornalismo e esporte. Hoje em Campinas/SP, divido meu tempo entre esportes, jogos e muito, muito trabalho! Possivelmente você me encontre em algu[...]

3 posts | 0 comments

Comments are closed.