Personagens da Fórmula 1 1950/1959: Juan Manuel Fangio em Buenos Aires – 1955

Personagens da Fórmula 1 1950/1959: Juan Manuel Fangio em Buenos Aires – 1955

Like
1330
0
quarta-feira, 25 outubro 2017
Automobilismo

Em meados de janeiro de 1955, a Argentina estava assolada por uma sufocante onda de calor de verão. Apesar da temperatura de 50º C na pista, a multidão compareceu em massa para reverenciar seu herói, Juan Manuel Fangio. Ninguém ficou desapontado com o que assistiu.

A Mercedes de Fangio liderava a prova mas, ciente de que não deveria empenhar demais seus recursos nas 96 voltas sob intenso calor, ele passou a poupar energias e logo foi ultrapassado pela Ferrari de Froilan Gonzalez e pela Lancia de Alberto Ascari. Ascari, na realidade, foi o primeiro a sofrer de exaustão por causa do calor, rodando na 20ª volta, quase inconsciente. Gonzalez também não suportou o calor e logo em seguida entrou nos boxes entregando o carro para um piloto substituto, com Fangio assumindo a liderança.

Os pilotos iam abandonando a corrida e uma desnorteante troca de cadeiras se desenvolveu quando alguns carros chegaram a usar até três pilotos a fim de poupá-los nestas condições adversas. No entanto, Fangio se mantinha firme o tempo todo. “Comecei a imaginar que era um homem perdido na neve, e que eu teria de seguir em frente senão morreria de frio. Houve um momento em que achei que não conseguiria, porém quando um certo momento crítico era superado, meu ânimo se restabelecia e a vontade de vencer retornava”, declarou ele.

Embora perdesse a liderança quando foi obrigado a fazer uma parada antecipada para reabastecimento por causa de um erro da equipe, ele passou a frente de todos e reassumiu o primeiro lugar. O chefe da equipe, Alfred Neubauer, sinalizou para que ele entregasse o carro para seu colega de equipe, Stirling Moss, que depois de abandonar, havia tomado um banho de chuveiro e estava recuperado. Mas Fangio, no entanto, fingiu não entender o recado e continuou pilotando até a assombrosa vitória obtida com sua determinação férrea. Ele teve de ser retirado do carro para receber atendimento médico imediato, mas ele tinha realizado o impossível.

 

Foto de capa: The Cahier Archive

 

Redator: Luiz Máximo, de São Paulo.

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

350 posts | 0 comments

Menu Title