Pérez vence GP de Sakhir e mostra que merece vaga na F1 em 2021

Pérez vence GP de Sakhir e mostra que merece vaga na F1 em 2021

Like
382
0
domingo, 06 dezembro 2020
Automobilismo

Neste domingo (6), os motores foram acionados no Circuito Internacional do Bahrein, para a penúltima etapa da Fórmula 1 em 2020. Em corrida especial para George Russell, que vestiu o uniforme da Mercedes no lugar de Lewis Hamilton, Sergio Pérez viu a bandeira quadriculada primeiro. Ele venceu de maneira inédita um grande prêmio na categoria. Além disso, Esteban Ocon ocupou o segundo patamar no pódio, também pela primeira vez. Em seguida, Lance Stroll colocou a Racing Point duas vezes entre os destaques do dia.

Por: Luma Lane, Barra Mansa – RJ.

PROBLEMAS NA CURVA 1

A princípio, George Russell largou bem e assumiu a ponta, com Valtteri Bottas em segundo. Em seguida, Verstappen ocupou a vice-liderança, mas teve que abandonar a pista logo em seguida. Isso porque Charles Leclerc tocou na roda traseira direita do carro do mexicano Sérgio Perez, deixando Max sem ângulo para retornar à pista. Após, Carlos Sainz e Bottas brigaram por posição na relargada. Nesse sentido, o espanhol da McLaren tentou pelo lado direito e superou o finlandês nas primeiras curvas, mas Bottas aproveitou um erro do piloto e reassumiu o segundo posto.

CORRIDA DE RECUPERAÇÃO DE PÉREZ

Enquanto isso, Pérez buscava recuperar as perdas de posição e já assumia o 12° lugar na volta 10. Seis voltas depois, a disputa do 3º até o 7º colocado foi destaque no circuito, com na volta todos no mesmo ritmo. Atrás, Vettel disputou lugar com Norris, Albon e Pérez, mas viu os três corredores ampliarem a vantagem.

Nos 24°C do autódromo do Bahrein, o mexicano do Racing Point alcançou a 9ª posição em bela manobra sobre Albon. Em reação, Valtteri Bottas diminuiu a distância em relação ao líder para 1.8s. Enquanto isso, Norris pagou o preço dos pneus macios ao longo da prova e viu Albon e Pérez passarem em única tentativa. Dessa forma, o britânico foi o primeiro a chegar fazer a parada, colocando médios. Também nos boxes, Gasly quase foi fechado pela McLaren de Sainz, na entrada e saída do pitlane.

 

SÉRGIO PEREZ INCANSÁVEL

Pérez de novo! Por fora, o mexicano passou Albon e surgiu em 9º. Assim, o corredor utilizou pneus médios para colar chegar nos oito primeiros, a maioria com macios. Em outro momento, Ricciardo fez manobra de aproximação para ultrapassar Kvyat. Com 38 giros no circuito, Pérez já ocupava a 5a posição. Seu companheiro de equipe, Lance Stroll, era um dos quatro pilotos do pelotão médio que não haviam parado. Desse modo, o piloto completava 47 voltas com pneu macio quando reclamou de desgaste.

CARRO DE SEGURANÇA ENTRA EM AÇÃO

Em decorrência de problemas mecânicos, Latifi saiu da prova e o Safety Car foi acionado nos setores 2 e 3 para retirar o carro. Por outro lado, o mexicano da Racing Point fez ultrapassagens importantes em voltas consecutivas, ao superar Stroll e Ocon. Logo depois, Aitken rodou e deixou a prova, após atacar demais na última curva da volta 62.

QUE FASE DE BOTTAS!

Com o incidente de Aitken e a mudança do VSC em Safety Car tradicional, os pilotos da Mercedes se dirigiram aos boxes ao mesmo tempo. Embora a parada de Russell tenha sido boa, Bottas enfrentou problemas na troca do dianteiro direito e ficou 27s no pit stop. Substituto de Hamilton, contaminado pela Covid-19, Russell teve de retornar aos boxes. Dessa forma, em excelente desempenho, Sérgio Pérez passou a liderar o GP do Bahrein.
Além disso, Valtteri caiu para 8ºlugar, depois de Ricciardo, Albon e Kvyat superarem o motor Mercedes.

FINAL DE PROVA NA ALEGRIA E NA TRISTEZA

Russell viu toda a campanha na pista ir por água abaixo, após sofrer com pneu furado e voltar ao circuito em 15°. Por fim, a briga entre Sainz e Stroll pelo terceiro posto marcou as últimas voltas, mas a dupla da Racing Point garantiu a dobradinha nas posições mais altas. Sérgio Perez vence de maneira inédita na F1, com Esteban Ocon também chegando ao primeiro pódio.

Confira também o Boletim Polimotor sobre o GP do Sakhir

 

Foto destaque: Reprodução/Instagram/Racing Point

Luma Lane

Luma Lane

Meu nome é Luma Lane. Tenho 19 anos, sou da cidade de Barra Mansa, no interior do Rio de Janeiro e estou cursando o terceiro período de jornalismo no UBM - Centro Universitário de Barra Mansa. Semp[...]

25 posts | 0 comments

Comments are closed.