Parte II – Guia A-2 do Paulistão 2017: Veja os clubes que sonham com o acesso

Parte II – Guia A-2 do Paulistão 2017: Veja os clubes que sonham com o acesso

1
1379
0
quinta-feira, 26 janeiro 2017
Futebol Brasileiro

A Rádio Poliesportiva começará a acompanhar a partir deste final de semana o Campeonato Paulista da série A-2. Vinte clubes disputam apenas duas vagas para o acesso à elite do futebol. Todos se enfrentam em turno único, com os quatro melhores avançando à semifinal. Os dois finalistas garantem vaga na A-1 em 2018.

A edição de 2017 da A-2 promete ser uma das mais equilibradas dos últimos anos. Ao mesmo tempo que sonham com a elite, os times devem ter maior preocupação quanto ao rebaixamento. Nada menos do que seis agremiações cairão para A-3. Por isso, todo cuidado é pouco.

A Poliesportiva criou um Guia para o torcedor saber mais informações dos participantes. Na segunda e derradeira parte, ele está representado por Penapolense, Batatais, Velo Clube, Bragantino, Taubaté, Mogi Mirim, Portuguesa, Barretos, Sertãozinho e São Caetano.

 

Clube Atlético Penapolense (Penapolense) – Mascote: Pantera

 

Penapolense zagueiro Joílson Denilson Leal CA Penapolense

Zagueiro Joílson, um dos destaques da Penapolense – Foto de Denilson Leal/CA Penapolense

Fundada em 16 de novembro de 1944, a Penapolense sonha em voltar à elite do futebol paulista, onde esteve por três temporadas, entre 2013 e 2015 – o time foi 4º colocado (naquela ocasião, eliminou o São Paulo, nos pênaltis, em pleno Morumbi e avançou à semifinal) e campeão do Interior no Paulistão 2014. A Pantera da Noroeste mandará seus jogos no estádio municipal Tenente Carriço.

Treinado por Edson Só e com o zagueiro Joílson como um dos destaques, o time obteve duas vitórias em dois amistosos na pré-temporada: contra Marília (3 a 1) e Matonense (1 a 0).

Na Copa São Paulo de Futebol Júnior, a equipe foi eliminada na segunda fase, após tomar um chocolate da Ponte Preta, 6 a 1.

 

 

Batatais Futebol Clube (Batatais) – Mascote: Fantasma

 

Batatais vice da Copinha Rodrigo Corsi FPF

Parte da equipe do Batatais, vice-campeã da Copinha, deve reforçar o time principal – Foto de Rodrigo Corsi/FPF

O clube, treinado por Alexandre Ferreira, vem empolgado para a disputa da séria A-2 do Paulista, após o vice-campeonato na Copinha (avançou à final depois da exclusão do Paulista). No torneio, teve como destaque Douglas Pote, artilheiro do time com 7 gols e que, aos 19 anos, firmou seu primeiro contrato profissional.

Fundado em 18 de setembro de 1919, o Fantasma da Mogiana, que mandará seus jogos no estádio Oswaldo Scatena, tenta o inédito acesso à elite paulista do futebol – foi eliminado no ano passado pelo Mirassol, na semifinal.

Além de Douglas Pote, outro destaque da Copinha, o goleiro Gerson, eleito o melhor do torneio ao lado do corintiano Pedrinho, pode reforçar o time principal para a A-2. Outros quatro atletas vice-campeões, além de Pote, já possuem contrato profissional com a equipe, segundo o presidente do Batatais, André Tofetti.

 

Associação Esportiva Velo Clube Rioclarense (Velo Clube) – Mascote: Galo Vermelho

 

Velo Clube em jogo-treino de pré-temporada Paulino Longo Velo Clube

Velo Clube em jogo-treino de pré-temporada – Foto de Paulino Longo/Velo Clube

Fundado em 28 de agosto de 1910, disputou a primeira divisão paulista apenas em 1979. Mandará seus jogos no estádio Benito Agnelo Castellano, o Benitão.

Treinado por Álvaro Gaia, o Velo Clube tem como um de seus destaques o recém-contratado meia Léo Aquino, que defendeu a Portuguesa no último ano. Outra novidade é o retorno do volante Cristian, que começou no clube e teve passagens por Palmeiras, Vitória e Ponte Preta, entre outros.

O clube não disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

 

Clube Atlético Bragantino (Bragantino) – Mascote: Leão

 

técnico alberto felix bragantino rafael moreira a c bragantino

O ex-atacante Alberto Félix comanda o Braga – Foto de Rafael Moreira/AC Bragantino

Campeão paulista em 1990 treinado por Vanderlei Luxemburgo, o Bragantino foi fundado em 8 de janeiro de 1928. Além de seu maior triunfo, chegou no ano seguinte à final do Campeonato Brasileiro, vencida pelo São Paulo (sob o comando de Carlos Alberto Parreira).

Buscando voltar à elite do futebol paulista, o técnico Alberto Félix – ex-jogador do clube com passagens pela seleção brasileira – deve utilizar na A-2 atletas que levaram o Braga até as quartas de final da Copa São Paulo – o time foi eliminado pelo Juventus.  Entre eles estão os atacantes João Vitor e Bruno Oliveira, responsáveis por seis dos nove gols marcados pelo time na competição.

Com poucos jogadores conhecidos no elenco (e ainda contando com a boa vontade do grupo que gerencia os atletas que disputaram a Copinha – o time é terceirizado), um dos destaques do Bragantino é o zagueiro Gilberto Alemão. No ano passado, o time foi rebaixado para a Série C do Brasileiro. Mandará suas partidas no estádio Nabi Abi Chedid.

 

Esporte Clube Taubaté (Taubaté) – Mascote: Burro

 

taubate caique toledo

Jogo-treino do Taubaté na pré-temporada – Foto de Caíque Toledo/EC Taubaté

Fundado em 1º de novembro de 1914, disputou a primeira divisão do Paulistão entre 1955 e 1962 e de 1980 a 1984. Este ano, na Copa São Paulo, caiu na segunda rodada, diante do Coritiba.

Após terminar em quinto da A-2 no ano passado, este ano o objetivo do Burro da Central é alcançar a elite do futebol paulista, conforme declarou nesta quinta-feira seu presidente, Waldir Attili, em entrevista ao site do Globo Esporte.

Treinado por Evaristo Piza, mandará seus jogos no Joaquim de Morais Filho, o Joaquinzão.

 

Mogi Mirim Esporte Clube (Mogi Mirim) – Mascote: Sapo

 

izaldo, ex nautico, uma das contratações do mogi mirim aldo carneiro pernambuco press

Izaldo, ex-Náutico, uma das contratações do Mogi Mirim – Foto de Aldo Carneiro/Pernambuco Press

Fundado em 1º de fevereiro de 1932, ficou, entre 1992 (quando acabou o Paulistão como 3º) e 1993, conhecido como “Carrossel Caipira”. Sob o comando de Oswaldo Alvarez, o Vadão, tinha – além de jogar em um estilo parecido ao do Carrossel Holandês de 1974 – em seu elenco Válber, Leto e Rivaldo, que posteriormente atuaram pelo Corinthians.

Com seu estádio, o Vail Chaves, interditado por conta de quatro laudos vencidos, deve mandar os jogos neste início de competição na casa da Inter de Limeira. O técnico Marcelo Veiga conta com alguns reforços para a disputa da A-2, entre eles o lateral esquerdo Izaldo, ex-Náutico, e o atacante Elielton, vindo do Guarani.

Na Copa São Paulo, o time foi eliminado na segunda fase, pelo Ceará.

 

Associação Portuguesa de Desportos (Portuguesa) – Mascote: Leão

 

treino portuguesa reprodução facebook

Portuguesa treina no Canindé, que quase foi leiloado no ano passado – Reprodução/Facebook

Campeã paulista em 1935, 1936 e 1973, a Portuguesa teve em 2016 um dos piores anos de sua história. Além do rebaixamento para a Série D do Brasileiro, viu parte de seu estádio, o Canindé, ser colocada em leilão (sem interessados na compra) para pagamento de dívidas trabalhistas e com a Prefeitura de São Paulo.

Fundada em 14 de agosto de 1920, busca voltar à elite do futebol brasileiro – foi vice-campeã em 1996 – e trouxe este ano para os seus quadros o técnico Tuca Guimarães e o ex-treinador Emerson Leão, que trabalhará de forma voluntária como consultor de futebol do clube. Outra esperança do torcedor é a nova gestão do clube, capitaneada por Alexandre Barros.

Na Copinha, a Portuguesa foi mal. Não passou da fase de grupos. Na equipe principal, uma das apostas é a experiência do goleiro Ricardo Berna, que tem passagens pelo Fluminense e Náutico.

 

Barretos Esporte Clube (Barretos) – Mascote: Touro

 

marcelosoares é um dos destaques do Barretos Carlos Velardi EPTV

O atacante Marcelo Soares é um dos destaques do Barretos – Foto de Carlos Velardi/EPTV

Fundado em 28 de outubro de 1960, mandará seus jogos no estádio Antônio Gomes Martins (Fortaleza). Nunca participou da elite do futebol paulista – bateu na trave em 2016, sendo eliminado pelo campeão Santo André na semifinal.

Treinado por Márcio Ribeiro, tem um elenco bastante experiente, com média de 29 anos. Um dos destaques é o atacante Marcelo Soares, que já acumula passagens pelo São Caetano e Ponte Preta.

Este ano, o Barretos não disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

 

Sertãozinho Futebol Clube (Sertãozinho) – Mascote: Touro

 

treino do sertãozinhio vinicius aklves sertãozinhi FC

Treino do Sertãozinhio – Foto de Vinicius Alves/Sertãozinho FC

Fundado em 6 de agosto de 1944, volta à A-2 após a conquista da terceira divisão do Paulista no ano passado. Esteve na elite do futebol de São Paulo em 2007, 2008 e 2010. Mandará os jogos no estádio Frederico Dalmazo.

Sob o comando do ex-goleiro Júlio Sérgio, a equipe teve três derrotas e um empate na pré-temporada. Tem no elenco o experiente goleiro Márcio, que iniciou a carreira no São Paulo.

A equipe também não disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior este ano.

 

Associação Desportiva São Caetano (São Caetano) – Mascote: Azulão

 

treino são caetano reprodução facebook

São Caetano já foi campeão paulista em 2004 – Reprodução/Facebook

Fundado em 4 de dezembro de 1989, foi campeão paulista em 2004, além de segundo colocado em dois Brasileiros (2000 e 2001) e na Libertadores da América de 2002. Manda seus jogos no estádio municipal Anacleto Campanella.

Dirigido por Luiz Carlos Martins, o clube este ano apresentou oito reforços para disputar a A-2. Um deles é o atacante Lincom, artilheiro da competição em 2009, quando jogava pelo Rio Branco.

Este ano, chegou até a terceira divisão da Copinha, sendo eliminado pelo Flamengo, por 3 a 0.

 

Leonardo Guandeline

78 posts | 7 comments

Menu Title