Palmeiras bate Chapecoense e sagra-se campeão brasileiro de 2016

Palmeiras bate Chapecoense e sagra-se campeão brasileiro de 2016

Like
4833
2
domingo, 27 novembro 2016
Brasileirão Série A

Foi sofrido. Demorou 22 anos, mas valeu a pena a espera. O Palmeiras derrotou a Chapecoense por 1 a o no Allianz Parque, e diante de mais de 40 mil pessoas, confirmou o título brasileiro de 2016. Com a vitória, o Verdão foi a 77 pontos e não poderá mais ser alcançado por Flamengo ou Santos na classificação do torneio.

O primeiro lance de perigo do jogo foi protagonizado pelo Palmeiras. Logo aos três minutos e meio da primeira etapa, a zaga da Chapecoense interceptou mal e Roger Guedes, desequilibrado, cabeceou para Danilo fazer firme defesa.

Aos nove, outro lance de perigo do ataque palmeirense. Roger Guedes serviu Gabriel Jesus, que partiu com a bola dominada e chutou forte, de perna direita, a bola escorou na zaga e saiu pela linha de fundo.

Primeiro gol do Palmeiras saiu em cobrança de falta feita por Zé Roberto, que Fabiano escorou para o gol

Primeiro gol do Palmeiras saiu em cobrança de falta feita por Zé Roberto, que Fabiano escorou para o gol. FOTO :  Ivan Marconato

A Chapecoense respondeu logo depois, aos doze minutos. Cleber Santana cobrou falta da intermediária e a zaga palmeirense cedeu escanteio, não aproveitado pelo time catarinense. A equipe de Chapecó rondava a área palmeirense, mas esbarrava nos bons desarmes de Edu Dracena e Victor Hugo.

A Chape assustou novamente um minuto depois, num cruzamento da esquerda e o zagueiro Marcelo, avançado como um atacante, cabeceou perto da trave direita do goleiro Jailson. A Chapecoense, a essa altura da partida, apresentava mais desenvoltura e o Palmeiras mostrava nervosismo.

No entanto, aos 25 minutos da primeira etapa, foi o Palmeiras que abriu o marcador. Após cobrança de falta do lado direito do ataque palmeirense, Fabiano, lateral que jogou pela Chapecoense, desviou cruzamento para o gol e a bola morreu no fundo do gol da Chape. Palmeiras 1 a 0. Aos 29 quase o Palmeiras marca o segundo, após ataque pelo lado esquerdo da ofensiva do Verdão. Um minuto depois, a zaga catarinense quase joga contra o patrimônio, Roger Guedes bateu de fora da área e levou perigo ao gol de Danilo.

Mesmo acuado, o time catarinense esboçava alguns ataques. Aos 32 minutos Lucas Goiano recebeu em profundidade, mas marcado por Zé Roberto, não conseguiu definir em gol. Aos 40 da primeira etapa, novo lance perigoso favorável ao Palmeiras. Falta na entrada da área que Zé Roberto cobrou com displicência em cima da barreira. Aos 43, Dudu serviu Gabriel Jesus, que tocou na saída do goleiro Danilo, a bola tocou no corpo do goleiro da Chape e a zaga afastou o perigo.

No último lance da primeira etapa, a Chapecoense desperdiçou umas das poucas oportunidades que teve na partida. Cleber Santana bateu falta de forma displicente, nem assustando o goleiro do Palmeiras. E assim a primeira etapa terminaria com vitória parcial de 1 a 0 para o Palmeiras.

O primeiro lance de perigo do segundo tempo também foi protagonizado pelo ataque palmeirense. Após corte da zaga da Chapecoense, Jean bateu forte de pé direito e a bola passou muito perto do gol defendido pelo goleiro Danilo.

A essa altura do jogo, aos 8 minutos da segunda etapa, o Palmeiras valorizava a posse de bola. E foi com a bola dominada que Tchê-Tchê invadiu a área pelo lado direito do ataque do Palmeiras, num chute forte, mas longe do gol da Chapecoense. O ataque do Palmeiras continuava arrasador. Dudu invadiu a área pela marca do pênalti e foi interceptado por Felipe Machado. Na sobra, Tchê-Tchê bateu forte de pé direito e a bola passou perto.

E Tchê-Tchê continuava impossível. Aos 12 minutos, ele aplicou um chapéu em seu marcador e não conseguiu dominar para arrematar o gol. O Palmeiras jogava e a Chapecoense assistia.

Aos 15 o Palmeiras novamente atacava a área adversária. Roger Guedes cruzou da direita e Gabriel Jesus se esforçou para alcançar a bola, mas não conseguiu. A Chapecoense, a essa altura da partida, não via a cor da bola. Já eram 20 finalizações do Palmeiras contra apenas três do time catarinense. Aos 25 minutos da segunda etapa, a torcida palmeirense fazia grande festa. Dudu bateu escanteio e Victor Hugo subiu de cabeça, mas a bola passou por cima da meta do goleiro Danilo.

Aos 30 minutos o técnico Cuca foi obrigado a fazer a primeira alteração no time. Fabiano, autor do gol, saiu contundido para a entrada de Gabriel. Aos 36 minutos da segunda etapa, foi a vez de Tchê-Tchê sair machucado para a entrada de Thiago Santos. Na sequência, falta perigosa para a Chapecoense, que o goleiro Jailson defendeu de maneira espetacular, sob os gritos de “é campeão” vindo das arquibancadas do Allianz Parque.

Faltando um minuto para o término da partida, Fernando Prass entrou no lugar de Jailson e ambos os goleiros foram aplaudidíssimos pela torcida palmeirense. Daí pra frente, muita festa nas arquibancadas e muita emoção de jogadores e comissão técnica da Sociedade Esportiva Palmeiras. Um título justo para o melhor time do Campeonato Brasileiro de 2016.

Ivan Luis Marconato Rocha

Ivan Luis Marconato Rocha

Jornalista profissional diplomado desde 1998, e pós graduado em Jornalismo esportivo e negócios do esporte. Atua em webrádio desde 2012. Já trabalhou em jornal de bairro, e por 10 anos na NET Serv[...]

311 posts | 3 comments