Palmeiras abre 2 a 0, mas cede empate para o Bahia

Palmeiras abre 2 a 0, mas cede empate para o Bahia

Like
1025
0
sexta-feira, 13 outubro 2017
Brasileirão Série A

O Palmeiras decepcionou os seus mais de 20 mil torcedores na noite da última quinta-feira (12), no Pacaembu, e ficou no empate por 2 a 2 contra o Bahia, no encerramento da 27ª rodada do Brasileirão. O time alviverde chegou a abrir 2 a 0, com gols de Willian e Bruno Henrique, mas acabou cedendo o empate para o Tricolor de Aço. Ambos os gols tricolores foram marcados por Edgar Junio.

A partida foi transmitida ao vivo pela Rádio Poliesportiva com a narração de Ramoni Artico, reportagens de Yan Arvani e comentários de Rafael Alaby.

Empurrado pela torcida que compareceu em bom número ao Paulo Machado de Carvalho, o Palmeiras deu a falsa impressão de que não teria problemas para bater o adversário ameaçado ao rebaixamento. Com 1 minuto de bola rolando, a equipe abriu o placar. Deyverson fez bela jogada pela esquerda, cruzou, Moisés desviou e Willian completou para o gol.

Antes da primeira metade da etapa inicial, o time anfitrião reduziu o ímpeto ofensivo, recuou e permitiu que o Bahia criasse chances claras para empatar. O empate só não aconteceu graças ao goleiro Fernando Prass, que fez grandes defesas em chutes de Mendoza e Vinícius. O Palmeiras foi mortal aos 38 minutos. O volante Bruno Henrique fez o segundo gol, após linda troca de passes entre Deyverson e Tchê Tchê. No último lance antes do intervalo, o Bahia descontou. Após batida de escanteio de Mendoza, Edgar Junio subiu sozinho e testou para o gol.

A etapa final começou de maneira morna, porém, aos poucos o Bahia foi tomando mais a iniciativa em busca do empate. Prass voltou a trabalhar bem com duas defesaças, mas não conseguiu evitar a igualdade aos 43. Edgar Junio bateu bem pênalti cometido por Róger Guedes, que acabara de entrar. Nos acréscimos, de forma desordenada, o time da casa foi para cima em busca da vitória, mas acabou cedendo contragolpes mortais. Por muito pouco, o Bahia não saiu com uma vitória heroica. Prass defendeu chute de Mendoza e Régis, sem marcação, finalizou por cima.

O resultado foi ruim para o Palmeiras que permaneceu em quinto lugar, com 44 pontos ganhos. Por sua vez, o Bahia terminou a rodada em 14º lugar, com 32 pontos ganhos, um à frente do São Paulo, primeiro do Z-4.

FICHA TÉCNICA: PALMEIRAS 2 x 2 BAHIA

Data: 12 de outubro de 2017 (quinta-feira)
Horário: 21h (de Brasília)
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Público: 24.299 pagantes
Renda: R$ 739.950,00
Cartões amarelos: Edu Dracena (PAL) ; Mendoza e Renê Júnior (BAH)
Gols: PALMEIRAS: Willian, a 1 minuto do 1º Tempo, e Bruno Henrique, aos 38 minutos do 1º Tempo
BAHIA: Edigar Junio, aos 46 minutos do 1º Tempo e aos 43 minutos do 2º Tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Tchê Tchê, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique (Felipe Melo) e Moisés; Willian (Roger Guedes), Dudu e Deyverson (Borja). Técnico: Cuca

BAHIA: Jean; Eduardo, Rodrigo Becão, Lucas Fonseca e Juninho; Renê Júnior, (Feijão) Juninho e Vinícius (Rodrigão); Zé Rafael (Régis), Mendoza e Edigar Junio. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

 

Gols e entrevistas pós jogo

 

Gols de Palmeiras 2 X 2 Bahia:

 

Entrevista Zé Rafael do Bahia:

 

Entrevista Renê Júnior do Bahia:

 

Entrevista Edigar Junio do Bahia:

 

Edição: Paulo Arnaldo

Narração: Ramoni Artico

Reportagens: Yan Arvani

 

Foto de capa: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

 

Redator: Rafael Alaby, de São Paulo.

Rafael Martins Alaby Ferreira

109 posts | 0 comments

Menu Title