Os quatro grandes do Paulistão 2018!

Os quatro grandes do Paulistão 2018!

Like
1172
0
quarta-feira, 17 janeiro 2018
Futebol Brasileiro

2018 é ano de Copa do Mundo! E ano de Copa do Mundo exige um calendário ainda mais apertado e o Paulistão 2018 conseguiu se adaptar desde que passou a ter apenas 16 clubes. As equipes se habituaram à enxuta primeira fase e estão cientes de que toda partida é uma decisão, seja em busca de vaga nas quartas ou pela sobrevivência na elite estadual. E assim este centenário Campeonato Paulista segue relevante, com polpuda premiação e muitas camisas tradicionais.

 

Sport Clube Corinthians Paulista

Apelido: Timão

Data de Fundação: 19/09/1910

Estádio: Arena Corinthians – capacidade para 48 mil pessoas

Principais Títulos: 2 Mundiais (2000 e 2012), 1 Libertadores (2012), 1 Recopa Sul Americana (2013), 7 Brasileiros (1990, 1998, 2005, 2015 e 2017), 1 Brasileiro Série B (2008), 3 Copas do Brasil (1995, 2002 e 2009), 1 Supercopa do Brasil (1991), 5 Torneios Rio/São Paulo (1950, 1953, 1954, 1966 e 2002) e 28 Títulos no Campeonato Paulista (1914, 1916, 1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937, 1938, 1939, 1941, 1951, 1952, 1954, 1977, 1979, 1983, 1988, 1995, 1997, 1999, 2001, 2003, 2009, 2013 e 2017)

Time Base – 12 Cássio, 23 Fagner, 4 Balbuena, 3 Henrique, 6 Juninho Capixaba, 5 Gabriel, 11 Romero, 26 Rodriguinho, 10 Jadson, 25 Clayson, 18 Kazin – Técnico Fábio Carille

A tal definição “quarta força” do estado deu o que falar e serviu de motivação para o Timão deixar os três rivais para trás para conquistar mais um Paulistão. Para manter-se como melhor paulista e a busca do bicampeonato, o Corinthians terá que fazer o que tem feito todo ano: adaptar-se a saídas importantes, e desta vez, principalmente o centroavante Jô, o zagueiro Pablo e o lateral esquerdo Guilherme Arana.

E tão improvável quanto apostar no sucesso do Corinthians na temporada de 2017 era esperar que Fábio Carille terminasse o ano recebendo diversos prêmios como melhor treinado do Brasil. Ele provou e mostrou que aprendeu muito com Tite e Mano Menezes, seus principais mentores, e depois de calar os críticos em 2017, o Corinthians chega como favorito em busca do 29º troféu do Paulistão.

 

Sociedade Esportiva Palmeiras

Apelido: Verdão

Data de Fundação: 16/08/1914

Estádio: Allianz Parque – capacidade para 43 mil pessoas

Principais Títulos: 1 Libertadores (1999), 1 Taça Rio (1951), 9 Brasileiros (1960, 1967*, 1967**, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994 e 2016), 2 Brasileiro Série B (2003 e 2013), 3 Copas do Brasil (1998, 2012 e 2015), 1 Copa Mercosul (1998) 1 Copa dos Campeões (2000), 5 Torneios Rio/São Paulo (1933, 1951, 1965, 1993 e 2000) e 22 Títulos no Campeonato Paulista ( 1920, 1926, 1927, 1932, 1933, 1934, 1936, 1940, 1942, 1944, 1947, 1950, 1959, 1963, 1966, 1972, 1974, 1976, 1993, 1994, 1996 e 2008)
* Taça Brasil, ** Taça de Prata/Roberto Gomes Pedrosa

Time Base – 21 Weverton, 22 Marcos Rocha, 3 Edu Dracena, 4 Luan, Diogo Barbosa, 30 Felipe Melo, 10 Moisés, 20 Lucas Lima, 27 Keno, 7 Dudu, 9 Borja – Técnico Roger Machado

O Palmeiras inicia o Campeonato Paulista deste ano como um dos principais candidatos ao título. O time manteve os principais jogadores de 2017, fez contratações muito badaladas para este ano e Roger Machado, o novo treinador, vai tentar encerrar o jejum que persiste desde 2008 na Academia de Futebol.

Roger Machado também terá de driblar a desconfiança por parte da torcida. Ele teve um trabalho consistente no Grêmio, mas não repetiu o mesmo padrão no Atlético-MG, e tem o desafio de dar padrão de jogo ao time, além de explorar a qualidade técnica e a liderança de Felipe Melo.

 

São Paulo Futebol Clube

Apelido: Tricolor

Data de Fundação: 25/01/1930

Estádio: Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi) – capacidade para 67.428 pessoas

Principais Títulos: 3 Mundiais (1992, 1993 e 2005), 3 Libertadores (1992, 1993 e 2005), 1 Copa Sul Americana (2012), 2 Recopas Sul Americanas (1993 e 1994), 1 Supercopa da Libertadores (1993), 1 Copa Conmebol (1994), 6 Brasileiros (1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008) e 1 Torneio Rio/São Paulo (2001) e 21 Títulos no Campeonato Paulista (1931, 1943, 1945, 1946, 1948, 1949, 1953, 1957, 1970, 1971, 1975, 1980, 1981, 1985, 1987, 1989, 1991, 1992, 1998, 2000 e 2005)

Time Base – 12 Sidão, 13 Militão, 5 Arboleda, 3 Rodrigo Caio, 16 Reinaldo, 8 Jucilei, 6 Petros, 20 Shaylon, 23 Marcos Guilherme, 10 Cueva, 9 Diego Souza – Técnico Dorival Júnior

Um clube pode até desdenhar do Paulistão em tempos de glórias além-fronteiras, mas a reconciliação é inevitável. E o São Paulo chega a treze anos de um incomodo jejum estadual, aliás, desde 2012 quando ganhou a Copa Sul Americana, o Tricolor não ergue uma taça relevante.

A principal vantagem é que a base do ano passado foi mantida, assim como a comissão técnica. Em apoio a Dorival Júnior está uma diretoria de futebol que tem muita experiência, com os ex-jogadores Raí e Ricardo Rocha. Os dois acompanham o projeto de perto e dão todo respaldo e eles tem sido elogiados internamente pelos atletas.

 

Santos Futebol Clube

Apelido: Peixe

Data de Fundação: 14/04/1912

Estádio: Urbano Caldeira (Vila Belmiro) – capacidade para 16.798 pessoas

Principais Títulos: 2 Mundiais (1962 e 1963), Libertadores 3 (1962, 1963 e 2011), 2 Recopas Sul Americanas (1968 e 2012), 1 Copa Conmebol (1998), 8 Brasileiros (1961*, 1962*, 1963*, 1964*, 1965*, 1968**, 2002 e 2004), 5 Torneios Rio/São Paulo (1959, 1963, 1964, 1966 e 1997) e 22 Títulos no Campeonato Paulista (1935, 1955, 1956, 1958, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965, 1967, 1968, 1969, 1973, 1978, 1984, 2006, 2007, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2016)
* Taça Brasil, ** Taça de Prata/Roberto Gomes Pedrosa

Time Base – 01 Vanderlei, 04 Vitor Ferraz, 28 Lucas Veríssimo, 14 David Braz, 3 Romário, 5 Alison, 8 Renato, 20 Vecchio, 11 Bruno Henrique, 27 Sasha, 22 Rodrigão – Técnico Jair Ventura

Campeão de quatro dos sete estaduais disputados nesta década, o Santos se acostumou a ser protagonista no Paulistão, mas desta vez vai iniciar o campeonato como azarão. Sem dinheiro em caixa, o clube perdeu jogadores importantes e não fez grandes investimentos e assumiu o rótulo de quarta força, que era do rival Corinthians no ano passado.

“Jair, eu espero que você tenha tanto sucesso no Santos como eu tive com o seu pai na seleção. Conquiste muitos títulos para nós.” Esta foi a mensagem de boas-vindas do Rei Pelé para o novo treinador. Mensagem que exprime o sentimento da torcida do Peixe. O filho de Jairzinho ganhou projeção nacional por fazer de um Botafogo, um time sem estrelas, uma equipe competitiva.

 

Você vai acompanhar a melhor cobertura do Paulistão 2018 na Rádio Poliesportiva!
Acesse www.radiopoliesportiva.com.br, ou então ouça pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn para aparelhos de telefone celular android ou Iphone, basta buscar a emissora Rádio Poliesportiva na lupa.
Não percam. Paulistão 2018 é na Rádio Poliesportiva, a arte do esporte!

 

 

Redator: Luiz Máximo, de São Paulo.

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

350 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title