O lendário Manoel Tobias

O lendário Manoel Tobias

1
91
0
terça-feira, 11 agosto 2020
Futsal

A camisa 5 do futsal é um dos números mais lendários do esporte. O mundo do salão vem se destacando cada dia mais. Assim, grandes jogadores e muitos clubes estão popularizando o mesmo. O principal atrativo dos últimos tempos foi Falcão. Entretanto, o camisa 12 não foi o primeiro a atrair os holofotes para as quadras. Dessa forma, Manoel Tobias foi responsável por momentos gloriosos do futsal brasileiro e mundial. Este lendário é o destaque da coluna Além da 12 desta semana.

Por Vinicius Tomei, Guarulhos-SP

Dois Mundiais, sete Copas América, três vezes melhor do mundo, artilheiro de duas Copas do Mundo e detentor do recorde de gols em uma única edição da Liga Nacional de Futsal (LNF); esse é Manoel Tobias, o fixo é um dos maiores jogadores que já entrou em quadra. Natural de Salgueiro, atualmente mora em Fortaleza, Manoel deixou as quadras em 2007. Desde então, o craque organiza um projeto que das oportunidades para os jovens através do esporte. Tobias é um lendário símbolo para o futsal e para o Brasil.

O futsal em sua vida

Tobias sempre teve uma ligação forte com o futebol. Já que seu pai quase foi jogador profissional, atuando pelo sub-20 do Santa Cruz. O pontapé inicial na vida de Manoel no futsal, se deu após a sua família se mudar, em 1984, para Cordeiro no Recife. Lá, ele chamou a atenção do professor de educação física de sua escola.

O Dica, como o tutor era conhecido, treinava uma equipe que jogava o Pernambuco infantil. O camisa 5 se destacou e foi chamado para o time de seu professor. Assim, no mesmo ano o salonista foi convidado para jogar na Bandepe. Com 16 anos ele já participava da categoria sub-17 de campo e no adulto de futsal do Náutico.

Em 88, Manoel foi jogar um campeonato de seleções regionais. Sendo o destaque da competição, ele foi contratado pelo Clube Candeias de Curitiba. No ano seguinte foi defender o Votorantim, e era titular com apenas 17 anos. Com isso, foi convocado muito cedo para a seleção, e ali começou sua vida no futsal.

Recorde de gols

Em 1999, quando jogada no Atlético-MG, Manoel bateu o recorde de mais gols marcados em uma edição da LNF. Com uma campanha que deu o título da liga para o clube mineiro, Tobias balançou as redes 52 vezes e não só bateu o recorde como é um número que ainda não foi alcançado, mesmo 21 anos depois.

“Fazer 52 gols em uma edição foi mágico. Sempre tive consciência da representatividade desse feito, apesar do título ter sido mais importante”, disse Manoel para a ‘Folha de Pernambuco‘.

Manoel Tobias comandava a festa do Atlético Mineiro

Foto: Divulgação/Liga Nacional de Futsal

Experiência no campo

Em 96, após não chegar a um acordo com o Enxuta, o Grêmio estava observando Manoel e envio uma proposta para o salonista. Porém, ele não aceitou de primeira. Mas, depois de algum tempo o Felipão -treinador do clube gaúcho na época – ligou para Tobias. O técnico queria contar com ele na equipe de futebol de campo.

“Felipão me ligou dizendo que me queria lá e fez eu mudar de decisão. Pedi uma quantia, achei que eles não topariam, mas aceitaram na hora. Fui com a consciência que seria difícil”, disse o jogador de futsal para o jornal ‘Folha de Pernambuco‘.

Dessa forma, Manoel ficou apenas quatro meses no Grêmio. Participou de alguns amistosos e de três partidas oficiais, marcando apenas um gol com a camisa tricolor. Entretanto, o salonista teve muitas dificuldades e sentiu algumas dores no joelho. Sendo assim, o Internacional o procurou para fazer parte do time de futsal, e ele não pensou duas vezes e foi para o Colorado.

“Aprendi muito no campo, e na volta às quadras fui artilheiro e campeão da LNF com o Inter, campeão mundial com a seleção e fechei o ano por cima”, completou.

Aposentadoria e exemplo para os jovens

Após pendurar o tênis em 2007, Manoel queria continuar no meio do esporte. Não como treinador, mas sim de alguma forma em que pudesse ajudar o próximo. Assim, em 2008, Tobias conseguiu uma parceria com o Sesc e com o Fecomércio do Ceará, que ajudou a fundar a Manoel Tobias Futsal Sesc.

“Temos 25 núcleos sociais espalhados em todo o Estado. Trabalhamos na inclusão esportiva e social de alunos/atletas de 8 a 17 anos”, comentou Manoel para o jornal ‘Folha de Pernambuco’.

Nesse ínterim, para conseguir gerir e crescer seu projeto, o salonista teve que fazer faculdade e pós-graduação. Dessa forma, sua iniciativa já revelou grandes jogadores profissionais de futsal.

“É uma atividade que tem toda a minha atenção durante oito, dez horas por dia. Sou grato por poder retribuir tudo aquilo que o futsal me concedeu”, completou o jogador.

Manoel Tobias e a identificação com o Brasil

Foto: Divulgação/Liga Nacional de Futsal

Hall da Fama

Em 2019, o Manuel Tobias entrou para o Hall da Fama do Futsal no jogo de craques. Dessa forma, bicampeão Mundial ficou marcado para sempre na história das quadras. Os títulos durante a sua carreira foram: três Ligas Nacionais de Futsal; sete Copa América; duas Copas do Mundo; duas Copas Intercontinentais; dois Campeonatos Mineiro; um Campeonato Carioca; um Torneio Rio-São Paulo-Minas; um Campeonato Catarinense e uma Copa Internacional Renner (Futebol de campo). Já as conquistas individuais foram: três vezes melhor do mundo pela FIFA; duas Bolas de Ouro; duas vezes artilheiro da Copa do Mundo e detentor do maior recorde de gols em uma edição da LNF.

Manoel Tobias com a taça da LNF ao lado do então Presidente Calçada

Foto: Reprodução/Twitter

Todos os clubes de sua carreira

1989 – Candeias

1990 – Votorantim

1991/1992 – Banfort

1993/1994 – Inpacel

1994/1995 – Enxuta

1996 – Grêmio (futebol de campo)

1996/1997 – Internacional/Ulbra

1998/1999 – Atlético-MG

2000/2001 – Vasco da Gama

2001 – Fluminense

2001/2002 – Malwee Futsal

2003/2007 – Cartagena-ESP

2007 – Ulbra

Sem dúvidas, Manoel Tobias é um dos grandes nomes do futsal brasileiro e mundial. O atleta não só escreveu seu nome nas quadras, mas sim no esporte brasileiro. Assim, juntamente com Fininho fez uma das maiores duplas da história dos salões. Por fim, um profissional que trouxe destaque e paixão ao futsal.

Foto destaque: Divulgação/LNF

Avatar

Vinicius Tomei

Palmeirense do sangue verde, o Jornalismo surgiu ao acaso na minha vida e nele eu vi a oportunidade de falar do meu tão amado futebol, já que a vida de jogador não deu certo... "Quem sabe faz, que[...]

1 posts | 0 comments

Comments are closed.