O domínio do Grêmio sobre o Lanús e a conquista do tri da América

O domínio do Grêmio sobre o Lanús e a conquista do tri da América

Like
1130
0
quinta-feira, 30 novembro 2017
Libertadores

O Grêmio de Football Porto-Alegrense venceu o Lanús por 2 a 1 no Estádio La Fortaleza e conquistou o tricampeonato da Copa Libertadores da América de maneira magistral nessa quarta-feira. Incontestável essa conquista pelo futebol apresentado. Vamos aqui relembrar de maneira resumida como foi essa partida no Estádio La Fortaleza.

 

Primeiro tempo

A etapa inicial foi marcada por um lado, um Lanús extremamente tenso, nervoso e que sentia o peso de tentar a primeira conquista continental, mesmo diante da sua torcida. Já do outro lado, um Grêmio que jogava com consciência e muita confiança. O técnico Renato Gaúcho levou a campo um time preparado para tudo que acontecesse. A estratégia era jogar toda pressão e responsabilidade pra cima dos argentinos. E foi o que aconteceu. O Grêmio se impôs desde o primeiro minuto partindo pra cima do Lanús, mantendo o jogo sob controle, com criação de oportunidades e neutralizando completamente os donos da casa adiantando a sua marcação. Nessa estratégia de marcação alta, o Lanús errou à frente de Fernandinho e propiciou  o primeiro gol gremista. Fernandinho se aproveitou da falha de Gomez, para percorrer a distância entre o meio de campo até a área do Lanús e chutar ao gol na saída do goleiro Andrada.  Assim chegou aos 2 a 0 na primeira etapa, em mais um contra-ataque, na velocidade e visão de Fernandinho e na frieza e precisão de Luan na finalização.  Foi um belo gol do Luan que com um toque sutil, encobriu o goleiro argentino e correu para o abraço. Com 2 a 0, o Grêmio arrancava uma grande vantagem no confronto e já virava do primeiro para o segundo tempo com indícios de que o título ficaria nas mãos do Grêmio.  Para completar, o Lanús simplesmente não conseguiu jogar e de certo modo, a equipe argentina levou uma verdadeira aula de futebol do tricolor gaúcho.

 

O atacante Luan foi eleito o craque da Competição e foi um dos destaques do Grêmio na conquista do Tricampeonato.
FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

 

Segundo tempo

Os 45 minutos finais foram de um Grêmio mais cauteloso, cadenciando o jogo e jogando com muita inteligência para manter a boa vantagem sobre o Lanús.  Restou a equipe argentina se abrir e buscar o ataque para reverter o placar bem adverso. A equipe Grenate chegou ao seu primeiro gol com o artilheiro José Sand de pênalti. Após o gol os donos da casa ensaiaram uma pequena pressão que foi neutralizada pelo consciente time de Renato Gaúcho que se fechava e apostava nos contra-ataques para matar o jogo. Os 10 minutos finais foram de um Lanús no campo do Grêmio que por sua vez apenas se defendia e fazia o tempo passar.

A apaixonada torcida do Tricolor Gaúcho marcou presença no Estádio La Fortaleza em Lanús.
Foto: Site Oficial Conmebol

 

Após 22 anos o Tricolor Gaúcho conquista pela terceira vez a América e jogará a partir do dia 12 de Dezembro mais uma vez o Mundial de Clubes em Abu Dhabi nos Emirados Árabes e busca o Bicampeonato.

Renato Gaúcho foi um dos personagens desta conquista, e marca mais uma vez o seu nome na história do Clube se tornando o primeiro a ser Campeão da Copa Libertadores como jogador e como técnico.

 

Campanha: 10 vitórias, 2 empates e 2 derrotas.

 

Ficha técnica:

Gols: Fernandinho aos 27  minutos do 1°T, Luan aos 41 minutos do 1°T, José Sand aos 27 minutos do 2°T.

Lanús: Andrada, José Gómez, Herrera(Moreno) Rolando Garcia, Maxi Velasquez(Germán Denis), Marcone, Pasquini, Alejandro Silva(Rojas), Martínez, Lautaro Acosta e José Sand

Grêmio: Marcelo Grohe, Edilson, Bressan(Rafael Thyere), Geromel, Bruno Cortez, Arthur(Michel), Jailson, Ramiro, Fernandinho, Luan e Barrios(Cícero)

 

Foto em destaque: Site Oficial Conmebol

 

Redator da Matéria: Bruno Mattos direto de São Paulo

 

 

Bruno Mattos

69 posts | 0 comments

Menu Title