Nos pênaltis, Bragantino vence Água Santa e conquista acesso para série A1 do Paulistão

Nos pênaltis, Bragantino vence Água Santa e conquista acesso para série A1 do Paulistão

Like
736
0
quarta-feira, 03 maio 2017
Futebol Brasileiro

O Bragantino está de volta à elite do Campeonato Paulista. Apesar da derrota por 1 a 0 para o Água Santa no Distrital do Inamar, o Massa Bruta foi impecável nas penalidades e garantiu as vagas na final da segundona e na série A1 de 2018. Agora, o Bragantino decide o título fora de casa diante do São Caetano.

 

Primeiro tempo

 

Melhor visitante da competição, Bragantino garantiu acesso fora de casa nas cobranças de pênalti. Fonte: Foto: Rafael Moreira/C.A. Bragantino

Nos primeiros segundos, o Água Santa partiu para cima e assustou o Bragantino logo de cara. Porém, no cruzamento da direita, Raí não chegou inteiro e o chute saiu pela linha de fundo. Apesar do começo arrasador, o Massa Bruta soube controlar o duelo e se postou bem defensivamente. O Netuno só conseguia trocar passes no campo defensivo e a equipe de Bragança levava muito perigo nos contragolpes. Richard salvou ataques de Rafael Chorão, Rafael Grampola e Bruno Oliveira. O time de Diadema começou a levar perigo quando passou a levantar bolas na área rival. Julinho e Rafael Toledo perderam ótimas oportunidades.

Até que aos 45 minutos, Julinho cruzou, Diogo Campos cabeceou e Renan Rocha espalmou. A bola tocou no travessão e voltou no pé de William. Sozinho, o camisa 9 só empurrou para as redes – 1 a 0 no fim da primeira etapa.

 

Segundo tempo

 

O Bragantino pareceu sentir o gol nos minutos finais e voltou um pouco assustado para a etapa final. Enquanto que o Água Santa seguiu com a mesma estratégia de bolas áreas. E na primeira delas, aos 4 minutos, Julinho cruzou e Diogo Campos testou sobre a meta de Renan Rocha. Aos 7 minutos, um lance inusitado. Luiz Flávio de Oliveira virou o pé esquerdo, fraturou o tornozelo e causou aflição em todos por conta das fortes imagens produzidas. O experiente árbitro FIFA saiu de campo na ambulância e deu lugar ao quarto árbitro, Roberto Pinelli.

Depois da paralização do confronto, o Netuno voltou a ser mais incisivo, enquanto o Massa Bruta se defendia. O time do Grande ABC perdeu a chance de ampliar com Rafael Toledo. Depois de Renan Rocha defender uma cabeçada no cantinho, a bola sobrou limpa para o camisa, mas Toledo isolou a oportunidade clara. Os últimos minutos da semifinal seguiram com o mesmo panorama, todavia, com poucos arremates. O Bragantino se defendeu como pôde e só esperou o apito final – eles pareciam saber o que estava por vir nas penalidades.

 

Pênaltis

 

Rafael Grampola, que havia perdido uma penalidade no jogo da ida, abriu a série com muita categoria e colocou a bola no ângulo de direito de Richard. O arqueiro nem se mexeu, 1 a 0 para o Bragantino. A primeira batida do Água Santa veio com Romão. O atacante, que substituiu o autor do único gol do duelo, cobrou no meio e empatou em 1 a 1 a disputa.

A segunda cobrança do Braga foi de Vítor. O número 11 chutou forte no alto. Richard até acertou o canto, mas não evitou o segundo gol. 2 a 1. Robson respondeu na mesma moeda e deslocou bem o Renan Rocha ao chuta no ângulo direito do goleiro. Goleiro de um lado e bola do outro, 2 a 2.

Guilherme mostrou que defensor também tem categoria. Com paradinha e tudo, o zagueiro escolheu o canto direito de Richard, que pulou para o esquerdo – 3 a 2. Rafael Toledo conseguiu manter os 100% de aproveitamento com um arremate forte. Renan até foi na bola, porém, não conseguiu espalmar, 3 a 3.

A quarta penalidade do Bragantino foi convertida por Wellington, que saiu do banco de reservas para mandar a bola no ângulo esquerdo, tirando Richard do lance. 4 a 3. Bruno Smith tentou chutar forte rasteiro para tirar de Renan. Todavia, sua tentativa passou rente a trave e o desperdício deu a vantagem para o Massa Bruta. Rodrigo Paulista era o encarregado pela última cobrança dos visitantes. E o camisa 16 não desperdiçou: 100% de aproveitamento nas penalidades, 5 a 3 no marcador e vaga garantida na final.

 

A final

 

A série A2 será decidida em jogo único entre São Caetano e Bragantino. A partida será realizada no Anacleto Campanella porque o Azulão teve melhor campanha do que o Bragantino. A decisão acontecerá no próximo sábado (6), às 19h30.

 

Por Gabriel Manzini

Avatar

admin

240 posts | 0 comments