No GP de Aragão, Alex Rins de Suzuki comanda a prova rumo a vitória

No GP de Aragão, Alex Rins de Suzuki comanda a prova rumo a vitória

Like
145
0
domingo, 18 outubro 2020
Moto GP

O GP de Aragão foi mais uma corrida da MotoGP emocionante. Num final de semana que começou de domínio da Yamaha, terminou bem para a Suzuki. Alex Rins venceu e Joan Mir, com o 3º lugar, assume a liderança da MotoGP. Além disso, Álex Márquez fez uma grande prova e lutou pela vitória até as últimas curvas da última volta. Em suma, foi mais uma grande corrida dessa temporada da principal categoria da motovelocidade.

Por: Paulo Arnaldo, de São Paulo, SP.

Treino de classificação do GP de Aragão

O treino de classificação em Aragão marcou mais uma vez o domínio da Yamaha. Fabio Quartararo marcou a pole position em 1:47.076. Maverick Viñales em 2º e Cal Crutchlow em 3º dividem a 1ª fila. Por sinal, Crutchlow não aparecia na 1ª fila desde da etapa de Austin em 2019. Franco Morbidelli foi mais uma Yamaha aparecendo nas primeiras posições. Ele marcou o 4º melhor tempo e dessa forma, abriu a 2ªfila.

Por outro lado, um momento do treino de classificação foi marcante pelo lado da Ducati. Afinal, Andrea Dovizioso não passou do Q1 e teve que amargar a 13ª colocação. Além disso, escancarando, mais uma vez, o clima ruim dentro da equipe. Dovi reclamou copiosamente de Danilo Petrucci. Isso porque Petrucci, companheiro de equipe de Dovi, foi o piloto que marcou o tempo no Q1 e por consequência derrubou Dovizioso da zona de classificação para o Q2. Petrucci acabou ficando com a 8ª posição no grid de largada. Lembrando que Dovizioso briga pela liderança do campeonato.

 

No início da corrida, a Yamaha força o ritmo 

Com um domingo ensolarado, os pilotos foram para a disputa em 23 voltas com 21º graus de temperatura atmosférica e 31º graus na pista. Na largada, Maverick Viñales arranca para a 1ª posição, com Quartararo em 2º e Morbidelli em 3º. No entanto, Crutlow despencou para a 11ª posição. Por fim, ainda na 1ª volta, Jack Miller ultrapassa Joan Mir e assume a 5ª posição.

A partir da 2ª volta, Maverick Viñales já dava sinais de que tinha uma moto muito rápida nesse início. Tanto que rapidamente, ele desgarrava na 1ª colocação apertando bastante o ritmo. Além disso, Rins aumentava o ritmo e partiu para cima de Quartararo na luta pelo 2º lugar. A ação de ataque de Rins ficou mais acentuada na 5ª volta. Assim, a ultrapassagem se deu no final dessa 5ª volta.

Enquanto isso, Dovizioso conseguia escalar o pelotão. E já se encontrava em 9º lugar, uma posição a frente de Petrucci. Mais adiante, na 6ª volta, Álex Márquez travava grande duelo com Jack Miller pela 6ª posição.

Entretanto, na 7ª volta, Rins colava em Maverick Viñales. Com uma moto muito rápida de curva, Rins se aproximava rapidamente. Enquanto mais atrás, a briga esquentava também pela 3ª posição entre Quartararo, Mir e Morbidelli. Na disputa entre os três, melhor para Mir que iniciou a 8ª volta saindo da 5ª para a 3ª posição. Morbildelli ficou em 4º e Quartararo caiu para o 5º lugar.

As motos da Suzuki crescem na prova e ditam o ritmo 

De fato, esse momento da prova era da Suzuki, com Rins e Mir virando muito rápido. E lá na frente, no final da 8ª volta, finalmente, Rins ultrapassou Maverick Viñales. Dessa forma, assumiu a liderança da prova. Já no início da 9ª volta, Quartararo perde a posição para Álex Márquez. Na 10ª volta, Márquez evoluindo bem na prova, ultrapassa também Franco Morbidelli e alcança a 4ª posição.

Se por um lado, as motos da Yamaha dominaram os treinos de classificação. Na corrida, as motos da Suzuki davam o tom. Não tardou para que Mir se aproximasse de Viñales na luta pela 2ª posição. Por outro lado, Fabio Quartararo continuava perdendo ritmo. Na 11ª volta, ele perdia mais uma posição para outra Honda. Takaaki Nakagami ultrapassava Quartarto para subir a 6ª posição. Assim, Quartararo continuou despencando. E já na 13ª volta, ele caía para a 9ª posição. Pelo jeito, o pneu de composto médio na dianteira não foi uma boa escolha.

Ainda nessa volta, a briga entre Mir e Viñales esquentava. Até que no final da 13ª volta, Mir conseguia a ultrapassagem sobre Viñales para assumir a 2ª posição. No embalo e na abertura da 14ª volta, Álex Márquez também ultrapassou Viñales e subiu para a 3ª posição. Enquanto isso. Quartararo perdia mais posições e já se encontrava em 14º lugar.

Álex Márquez entrava na briga pela vitória 

Na 16ª volta, os 3 primeiros se encontravam muito próximo. Tanto que Álex Márquez já atacava Joan Mir para tentar conquistar a 2ª posição. Márquez já estava disposto a estragar a dobradinha da Suzuki. Nessa altura da corrida, Quartararo já perdia a liderança para Joan Mir no campeonato. E só perdas! P17 para ele! Em contrapartida, Dovizioso conquistava mais posições e já se encontrava na 7ª posição.

Definitivamente, na 18ª volta, Márquez partia para cima de Joan Mir. A briga pela 2ª posição esquentava. A volta inteira, Márquez preparou o bote. Até que no final dessa volta, Márquez finalmente alcançou a 2ª posição.

E agora? Faltando 5 voltas para terminar, Álex Márquez se via em condições de brigar pela sua 1ª vitória na MotoGP. Com meio segundo de atraso para Alex Rins a briga estava aberta. Já no 3º setor, final da 19ª volta, a diferença caía muito. Na penúltima volta, Márquez se aproximou e deu uma pequena errada. Rins respirou. Ao que tudo indicava, a disputa iria se encaminhar para a última volta. Como de fato, ficou.

Álex Márquez tentou, mas Rins levou 

Enfim, eis a última volta! Márquez se aproximou novamente. Nessa volta, Márquez preparava o bote. Enquanto Rins fazia um traçado de defesa. Márquez tentou, mas Rins neutralizou bem e não permitiu a aproximação necessária na última volta. Por fim, na linha de chegada, Rins venceu. Márquez passou colado em 2º e Joan Mir, pensando no campeonato, completou o pódio em 3º.

Classificação final da prova e do campeonato

Contudo, Alex Rins se torna o 8º vencedor diferente da temporada. Enquanto Joan Mir com o 3º lugar, mesmo sem vencer na temporada, assume a liderança. Fabio Quartararo terminou num péssimo 18º lugar, enquanto Dovizioso conseguiu manter uma posição razoável e finalizou em 7º lugar.

Classificação completa da prova:

MotoGP 2020 - Chegada do GP de Aragão MotoGP 2020 - Chegada do GP de Aragão - 2 MotoGP 2020 - Chegada do GP de Aragão - 3

 

A classificação atualizada do campeonato :

MotoGP 2020 - GP de Aragão - Classificação do Campeonato

MotoGP 2020 – GP de Aragão – Classificação do Campeonato. Foto: Reprodução / Twitter / MotoGP

Joan Mir, o novo líder da temporada 2020 da MotoGP

Joan Mir, o novo líder da temporada 2020 da MotoGP. Foto: Divulgação / MotoGP

Acompanhe o Programa Polimotor – tudo do automobilismo  

Assim, confira o Programa Polimotor ao vivo! Sempre aos domingos, a partir das 20h30. Em cada edição, você confere a análise das principais categorias do esporte a motor. Ou seja, Fórmula 1, MotoGP, Nascar, Fórmula Indy, Fórmula E, Stock Car Brasil, IMSA, WEC e tudo de mais importante que rola no mundo do esporte a motor.

Programa Polimotor - O melhor do automobilismo é aqui

Para conferir o programa. Acesse: www.radiopoliesportiva.com.br e clique na home do site em “Ouça Agora“. Ou acesse canal do Youtube da Poliesportiva e confira a transmissão ao vivo.  Além disso, sempre após a transmissão ao vivo, o programa fica disponível no Youtube ou no Spotify para você ouvir ou assistir ao longo da semana. Portanto, não perca!

Foto destaque: Reprodução/ Team Suzuki / Twitter

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo do Amaral Lima

Paulo Arnaldo, paulista, CEO da Poliesportiva, jornalista, apresentador e narrador esportivo. Conhecido no meio jornalístico como P.A., Paulo Arnaldo tem vasta experiência desde 2008 no jornalismo e[...]

524 posts | 2 comments

Comments are closed.