Niki Lauda

Niki Lauda

Like
1371
0
domingo, 23 abril 2017
Automobilismo

A história da Ferrari registra três nomes como responsáveis pelo renascimento da Ferrari em 1974. Niki Lauda, Mauro Forghieri e Luca de Montezemolo.

Em 1969, a Fiat comprou parte das ações da Ferrari e Montezemolo foi designado para defender os interesses da montadora na pista. Com isso Forghieri passou a ter controle total sobre a parte técnica da equipe e Lauda, um promissor piloto vindo da BRM, teve tranquilidade para desenvolver os carros.

Os resultados não demoraram a aparecer. Logo no primeiro ano na equipe, Lauda colocou a Ferrari 312B3 nove vezes na pole position. Vitórias, só duas. O carro era rápido, mas a resistência, pouca.

O caminho para a quebra de jejum de dez anos estava aberto. No ano seguinte, em 1975, com o modelo Ferrari 312T2, Lauda conquistou o título mundial de pilotos e, em dupla com Clay Regazzoni, deu a Ferrari o campeonato de construtores.

No ano seguinte, em 1976, Lauda entregou o título a James Hunt, da McLaren. A decisão ficou para o GP do Japão, em Monte Fuji. Chovia muito e Lauda abandonou a prova na segunda volta, alegando questões de segurança. Hunt chegou em terceiro e foi campeão por um ponto: 69 a 68.

Em 1977, a torcida ferrarista voltou a sorrir. Lauda conquistou o bicampeonato com 17 póntos de vantagem sobre o piloto sul-africano Jody Schekter, da equipe Wolf.

Andreas Nikolaus Lauda nasceu no dia 22 de fevereiro de 1949, em Viena, Áustria e estreou na Fórmula 1 no GP da Áustria de 1971. Disputou 177 GPs, conquistou 25 vitórias, 24 poles e 24 melhores voltas. Sagrou-se tricampeão mundial em 1975, 1977 e 1984.

Disputou seu último GP na Austrália em 1985 e atualmente é diretor da Mercedes GP.

FOTO: THE CAHIER ARCHIVE

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

350 posts | 0 comments

Menu Title