NBA: após manifestações de jogadores, Trump corta ligações com a liga

NBA: após manifestações de jogadores, Trump corta ligações com a liga

3
757
0
segunda-feira, 03 agosto 2020
Basquete

A NBA está de volta, entretanto, nem todos estão felizes com o retorno. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que não assistirá mais os jogos da liga. A decisão de Trump foi tomada em virtude das manifestações antirracistas dos jogadores da NBA durante o hino estadunidense. Alguns atletas retrucaram a afirmação do presidente.

Por: Lívia Marques, Rio de Janeiro – RJ

Trump já havia mostrado seu descontentamento com as manifestações, no geral, realizadas no país. O presidente já havia afirmado que os protestos se tratavam de uma campanha impiedosa para acabar com a história dos Estados Unidos.

Os atletas da NBA já se manisfestavam em apoio ao movimento antirracista em suas redes antes do retorno dos jogos. LeBron James, Stephen Curry e outros jogadores da liga protestaram através do Instagram, fazendo parte da campanha #BlackoutTuesday, em junho deste ano.

O presidente estadunidense criticou a atitude dos jogadores ao ajoelharem durante o hino do país. O ato faz referencia à morte de George Floyd, homem negro morto por policiais nos Estados Unidos. Além disso, os atletas utilizavam camisas que continha a frase “Vidas Negras Importam”. Em julho (21), Trump utilizou o Twitter para se manifestar em relação ao assunto.

“Ansioso para praticar esportes, mas sempre que assisto há um jogador ajoelhado durante o hino nacional. Um sinal de grande desrespeito ao nosso país e à nossa bandeira. O jogo acabou para mim”, escreveu o presidente.

O CONTRA-ATAQUE

Posteriormente à afirmação do presidente, o jogador JJ Redick deu seu posicionamento. O jogador atua no New Orleans Pelicans e disse não se importar se Trump assiste, ou não, aos jogos da NBA.

“Primeiro de tudo, eu não acho que alguém na NBA se importa se o presidente Trump assiste basquete. Eu não poderia me importar menos. Quanto à sua base, eu acho que, independente de ser especificamente sobre NBA, todo tuíte dele tem intenção de dividir, incitar e inflamar seus eleitores. Então (na semana passada), não foi diferente.”, afirmou Redick

Foto destaque: Reprodução/David Sherman/AFP

Lívia Marques

Lívia Marques

Escolhi jornalismo porque sempre foi minha paixão, fiz estágios em assessoria de imprensa e escrevi algumas matérias pra uma agência de publicidade, meu maior objetivo é conseguir me destacar na [...]

15 posts | 0 comments

Comments are closed.