Natação traz maior independência para Gisele Pacheco

Natação traz maior independência para Gisele Pacheco

Like
1267
0
quinta-feira, 13 fevereiro 2020
Entrevistas

Gisele Do nascimento Pacheco, de 37 anos, nasceu prematura (de 5 meses e meio de gestação) pesando 800 gramas, com isso ela precisou ficar 3 meses na incubadora e por isso teve retinopatia. Sendo assim ela ficou cega dos dois olhos. E hoje ela é paratleta de natação. Como toda criança, ela enfrentou algumas dificuldades como: precisou ir a escola de reabilitação muito cedo, teve dificuldade em aceitar o uso da bengala e algumas vezes se sentiu discriminada na escola por alguns colegas.

Ela sempre se sentiu muito apoiada pela sua família, todos se incentivaram e lhe deram condições para que ela pudesse ir em busca dos seus objetivos. Gisele iniciou as aulas de natação com 1 e meio de idade, mas já participou de outras modalidades esportivas como: atletismo, goalball entre outros. Mas seu esporte favorito mesmo é a natação.

“Meu ídolo é o César Ciello, pois eu sempre o achei muito focado e dedicado aos treinos, e extremamente competitivo. Sua dedicação e determinação me motiva”, conta Gisele.

Não foi Ciello que lhe fez seguir, pois ela começou a nadar muito cedo, mas sempre lhe imaginou participando de competições e lhe tornando paratleta. Além da natação trazer grandes benefícios para sua saúde, lhe proporciona muita qualidade de vida, satisfação e independência. Nos últimos três anos, Gisele está se mantendo entre as três do país em sua categoria (S11) no campeonato brasileiro do circuito loterias caixa, às vezes no 100 peito ou 200 Medley . O número de participantes varia e dependendo da prova, a nota dela é em média 5.

“Gostaria de falar para todos que gostam de esportes que sempre acreditem que é possível alcançar os seus objetivos, basta ter foco, força e determinação, ser disciplinado e acima de tudo feliz”, finaliza Gisele.

LEIA MAIS

Ana Bracarense

Ana Bracarense

9 posts | 0 comments

Comments are closed.