Max Holloway vence em atuação dominante

Max Holloway vence em atuação dominante

5
1359
0
domingo, 17 janeiro 2021
UFC

Neste último sábado (17), a luta principal do UFC FIGHT NIGHT on ABC  entre Max Holloway e Calvin Kattar foi digna de aplausos. Aliás, foi eleita a “Luta da Noite“, e ambos os lutadores foram premiados com US$ 50 mil cada. O destaque ficou para a atuação impecável do havaiano Holloway. O atleta controlou o confronto do início até o fim, e pôs uma pulga atrás da orelha de quem acompanha o MMA. Se Max continuar nesse nível, é questão de tempo para que peçam um novo title shot  para o ex-campeão dos pesos-penas (até 66kg)

Por: Ayrton Niño, de Recife (PE)

INÍCIO

A princípio a contenda se desenvolveu da maneira que todos esperavam. Pura trocação, claramente seria uma luta de Kickboxing dentro de um octógono. Em alguns momentos lembrou os eventos do ONE FC, de lutas de Muay Thai com as luvas de 4Oz. Logo de cara o Abençoado impôs seu ritmo de luta. Embora ótimo boxeador, Kattar não conseguiu logo de imediato encostar no adversário. Nos primeiros momentos da luta, Holloway estava claramente seguindo os princípios de “tocar e não ser tocado“. Para encerrar, já no fim do primeiro round, um belo chute rodado acertou o tronco de Calvin, que resistiu.

Da mesma forma, a grande atuação de Max continuou. Dessa forma, Castigou bastante seu adversário, com boas sequências de golpes de mão. E tendo a habilidade de variar os golpes, por ora, golpes na linha da cintura, combinado com uma na cabeça, mas o que estavam fazendo mais estragos, certamente foram os no rosto. Aquela altura, Kattar já contava com alguns machucados. Por consequência da bela atuação, o havaiano esteve perto do nocaute no fim do 2º round, entretanto, o relógio zerou e Calvin foi salvo.

MEIO

Os terceiro e quarto rounds, seguiram a mesma perspectiva. Ao passo em que o tempo passava, o ex-campeão continuava a imprimir o mesmo ritmo. De fato, essa é uma característica muito forte do Kickboxer, está sempre muito bem preparado fisicamente. Por vezes, parece que ele os seus oponentes até o fundo do mar. Onde o desafio é suportar a pressão e a falta de oxigênio. Por mais que estivesse em desvantagem, foi justamente nesses rounds onde pudemos ver até os melhores momentos de Calvin Kattar. Em um momento ou outro, o atleta da Pensilvânia conseguia se dar melhor. Principalmente com seus contra-ataques, soltando o gancho de encontro.

FIM

Por fim, os últimos cinco minutos foram para cumprir tabela e confirmar a vitória. Max Holloway não diminuiu muito seu ritmo, continuo golpeando e andando para frente, com belas sequências, e mostrando que suas esquivas e tempo de reação estavam em dia. Sobrou até tempo para mandar alguns recados enquanto o combate se desenrolava. Em suma, Holloway foi decretado vencedor por decisão unânime dos juízes.

 MAX HOLLOWAY X CALVIN KATTAR – E AGORA ?

Antes de tudo, Kattar perdeu uma bela oportunidade de ter o title shot. Também pudera, enfrentou seu maior desafio da carreira no MMA, e era uma baita barreira a ser pulada. Holloway é talvez um dos ou o melhor peso-pena da história. Não é qualquer um, e o desafiar dentro do seu jogo é uma tarefa bem difícil. Em resumo, talvez seja o momento de dar um passo atrás, e enfrentar alguém menos ranqueado.  Por outro lado, Holloway reencontrou a vitória, e a confiança que uma vez pensava que estaria abalada, o ex-campeão provou o contrário. Já é cedo para se pensar em trilogia contra Volkanoviski ?

FOTO DESTAQUE: DIVULGAÇÃO/ UFC BRASIL

Ayrton Niño

Ayrton Niño

Historiador pela UFPE e graduando em Jornalismo pela UniNassau.

17 posts | 0 comments

Comments are closed.