Mas já?

Mas já?

Like
571
0
sábado, 11 agosto 2018
Colunas

Por: Ivan Marconato, de São Paulo

 

É simplesmente inacreditável, e porque não dizer, inaceitável, algumas coisas que acontecem no futebol brasileiro. Por mais que sejamos “terceiro mundo”, em aspectos financeiros, principalmente. E para piorar a situação, a coisa se agravou demais a partir de 2014, com a trágica derrota frente à Alemanha em plena Copa do Mundo realizada no Brasil. Muitos atribuem o fato de jogadores brasileiros “mal nascerem” por aqui, não esquentam nem camisa, e já partem para desfilar seus talentos no futebol europeu.

No europeu em termos, isso porque outros mercados internacionais endinheirados tem atraído nossos jogadores, e seus respectivos “procuradores”. Depois que Jean Marc Bosman, processou seu clube Belga nos anos 90, e obteve os direitos federativos nas mãos. O antigo passe.  A partir daí, os clubes de futebol não tiveram mais sossego, porque os atletas já chegam às categorias de base, devidamente “empresariados”.

 

Pedrinho, de apenas vinte anos, está na mira do Ajax, e pode deixar o Corinthians . Foto: Ivan Marconato / Rádio Poliesportiva

A “bola da vez” atende pelo nome de Pedrinho. Depois que o jovem jogador se tornou titular no Corinthians, o agente do craque têm recebido telefonemas de jornalistas europeus, comprovando o assédio dos clubes do futebol do velho mundo no talento do jogador. Especula-se que o Ajax, da Holanda, logo logo deverá fazer uma proposta no valor de 20 milhões de euros – a multa rescisória do atleta está na casa dos 50 milhões.

Claro que fatos como este sempre ocorreram, porém é muito cedo para que Pedrinho, de apenas vinte anos de idade, deixe neste momento os gramados brasileiros.  Entretanto, no balanço financeiro do primeiro semestre de 2018, o Corinthians fechou no vermelho. A falta de um patrocinador máster na camisa e déficits no clube social fazem com que o clube deixe de faturar cerca de R$30 milhões por ano.  Por conta da crise, Pedrinho, que nem bem se consagrou com a camisa do Corinthians, pode brevemente, bater asas rumo ao futebol europeu.  E este colunista “espírito de porco” insiste em perguntar: Mas já?

 

Foto em destaque: Ivan Marconato / Poliesportiva

Ivan Luis Marconato Rocha

Ivan Luis Marconato Rocha

Jornalista profissional diplomado desde 1998, e pós graduado em Jornalismo esportivo e negócios do esporte. Atua em webrádio desde 2012. Já trabalhou em jornal de bairro, e por 10 anos na NET Serv[...]

311 posts | 3 comments

Comments are closed.