Marcos Guilherme marca, Sidão salva e São Paulo espanta a “zica” no Estádio do Morumbi

Marcos Guilherme marca, Sidão salva e São Paulo espanta a “zica” no Estádio do Morumbi

Like
1453
0
segunda-feira, 02 outubro 2017
Brasileirão Série A

Quem foi ao Estádio Cícero Pompeu de Toledo na tarde deste domingo (1), acompanhou um jogo cheio de emoções do início ao fim. O São Paulo recebeu o Sport, em jogo válido pela 26ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2017. O embate entre tricolores e rubro-negros era direto, na briga contra o rebaixamento. O time paulista levou a melhor, graças ao gol de Marcos Guilherme e com dois “milagres” operados pelo goleiro Sidão nos últimos instantes de partida. O placar final do jogo ficou em 1 a 0 e os 43.071 torcedores que compareceram ao Morumbi puderam comemorar e gritar o nome do arqueiro tricolor. Agora o São Paulo pode finalmente respirar, já que, com os três pontos, saiu da zona da degola e agora ocupa a 14ª colocação, com 31 pontos ganhos.

São Paulo estreou neste domingo (1) o terceiro uniforme, nas cores preta e grená. O Sport também jogou com seu terceiro uniforme, na cor dourada. Foto: Paulo Pinto/Sãopaulofc.net

A Rádio Poliesportiva esteve no Morumbi e trouxe todos os lances do jogo na voz do estreante Vinícius Lima, com os comentários de Bruno Filandra Lopes, reportagens de Ivan Marconato e operação técnica de Gabriel Max. Se você perdeu algum lance, confira aqui o resumo do jogo e as entrevistas feitas após a partida.

O São Paulo de Dorival Júnior, que saiu da zona de rebaixamento após 13 rodadas seguidas, entrou em campo com a seguinte escalação: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Petros, Marcos Guilherme (Jonatan Gomez), Hernanes, Cueva (Shaylon) e Lucas Fernandes (Marcinho); Lucas Pratto.

O Sport, do técnico Vanderlei Luxemburgo foi a campo com: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Oswaldo Henríquez e Sander (Osvaldo); Anselmo (Thomás), Rithely, Wesley e Mena; Rogério (Thallyson) e André.

Primeiro tempo

 

A partida começou com o Sport dominando a posse de bola enquanto o time da casa se mostrava nervoso e batendo cabeça na parte defensiva. O treinador Vanderlei Luxemburgo adiantou a marcação do Sport e o São Paulo não conseguia sair do campo de defesa efetuando troca de passes. Porém a primeira boa chance saiu do lado tricolor, aos 10 minutos, após bom passe de Cueva para Lucas Fernandes, que chuta firme, mas o goleiro do Sport, Magrão, que faz a defesa.

O São Paulo, apesar do ataque feito, ainda se mostrava bastante desorganizado com a pressão feita pelo time pernambucano. Sidão, Arboleda e Rodrigo Caio erravam muito na saída de bola. Aos poucos o São Paulo foi tomando o controle da partida, mas aos 20 minutos o Sport veio ao ataque Anselmo assustou a torcida são-paulina após avançar e soltar um chute forte que parou no travessão, depois de leve desvio do goleiro Sidão. O jogo ia passando e a cada vez que o volante Wesley, que saiu recentemente do time do Morumbi, tocava na bola era muito vaiado pela torcida do clube paulista. Aos 28 minutos foi a vez de Lucas Fernandes servir o atacante Marcos Guilherme, que entrou na área e chutou, mas Magrão saiu bem e caiu para fazer ótima defesa.

O único gol da partida saiu aos 35 minutos da etapa inicial, após boa roubada de bola de Hernanes. A bola sobrou para Edimar, que fez o cruzamento e a zaga do Leão se atrapalhou toda. Marcos Guilherme estava ligado no lance, aproveitou o rebote e, com um bom chute, botou o tricolor na frente do placar. Foi o quarto gol de Marcos Guilherme com a camisa do São Paulo.

Marcos Guilherme foi o autor do gol do jogo e foi um dos personagens da partida. Paulo Pinto/Sãopaulofc.net

Depois do gol marcado o São Paulo se mostrou mais seguro e nas investidas do Sport ao ataque pelo lado esquerdo de ataque, Arboleda conseguia neutralizar com tranquilidade. Mais uma vez o zagueiro equatoriano teve boa atuação. Pouco antes do trilar do apito para o fim da primeira metade de jogo, Lucas Fernandes chutou com perigo, mas a bola passou ao lado do gol defendido por Magrão.

Segundo tempo

 

O início do segundo tempo começou com um “show” de passes errados. Tanto São Paulo quanto Sport erravam muito ao trabalhar a bola. O tricolor passou a ter menos pressa para chegar ao gol, devido a vantagem no placar. Numa falha de posicionamento da defesa tricolor, aos 10 minutos, Rogério faz bom cruzamento, mas Rodrigo Caio desvia e afasta o perigo.

O atacante Osvaldo, também ex-São Paulo entrou bem na partida e botou fogo na partida, com jogadas rápidas, mas o time do Nordeste seguia sem conseguir concluir ao gol defendido por Sidão. Até os 30 minutos da etapa complementar os dois times haviam errado 80 passes (38 do São Paulo e 42 do Sport).

A primeira chance de perigo real de gol do São Paulo no segundo tempo saiu apenas aos 37 minutos, em que Lucas Pratto faz boa jogada e põe o garoto Shaylon na cara do gol, o meia chuta, mas Magrão salva com uma belíssima defesa. Depois da chance desperdiçada pelo tricolor, foi a vez do Sport se lançar ao ataque e pressionar a zaga são-paulina. Aos 43 minutos o Sport quase marcou, mas Militão estava esperto e afastou o perigo.

Faltava pouco para o torcedor do tricolor poder comemorar a vitória, mas o time pernambucano queria estragar a festa da torcida e aos 49 minutos Thomás, que havia entrado no segundo tempo subiu mais que a zaga do time paulista e testou a bola e obrigou Sidão a operar um “milagre”, com uma belíssima defesa, jogando a bola para escanteio. Na sequência, já aos 50 minutos o zagueiro Henríquez do Sport cabeceia e Sidão mais uma vez salva o São Paulo do empate, com uma bela defesa com a mão direita. Assim, o juiz da partida, Anderson Daronco pôs fim ao sofrimento e a torcida do São Paulo pôde respirar mais tranquila.

Após o apito final todos os jogadores foram ao encontro de Sidão para comemorar os dois “milagres” feitos pelo goleiro. A torcida também reconheceu a ótima sequência de defesas e gritou o nome do arqueiro são-paulino.

Sidão saiu muito aplaudido pela torcida tricolor. Foto: Paulo Pinto/Sãopaulofc.net

E agora?

 

Com a vitória conquistada contra um de seus adversários diretos, o São Paulo passará por dias mais tranquilos para poder trabalhar, até a próxima partida, que será fora de casa, contra o Atlético Mineiro, que é outro adversário que pode ser considerado direto, já que está a apenas três pontos de diferença do time do Morumbi. O jogo ocorrerá apenas no dia 11 (quarta-feira), às 21h45, já que o Brasileirão terá mais uma pausa para os jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Já o time treinado por Vanderlei Luxemburgo, ainda nesta rodada pode entrar no Z4, pois a Ponte Preta irá a campo na noite desta segunda-feira (2), contra o Flamengo e pode ultrapassar a equipe pernambucana. O Sport voltará a campo no próximo dia 12, às 17 horas, contra mais um adversário direto, que é o Vitória, em mais um jogo fora de casa.

Confira as entrevistas feitas pelo repórter Ivan Marconato após a partida:

Petros – São Paulo

Hernanes – São Paulo

Oswaldo – Sport Recife

Rogério – Sport Recife

 

Foto de capa: Rubens Chiri/Sãopaulofc.net

Edição de áudio: Rafael Regis

Redator da Matéria : Gabriel Max, de São Paulo

Gabriel Max

Meu nome é Gabriel Max, mineiro de Campo do Meio (sim, está no mapa, pode procurar), mas criado na capital paulista. Jornalista formado desde 2014, pela Universidade Nove de Julho, em São Paulo. Po[...]

193 posts | 0 comments

Menu Title