Mais uma vítima. Jaque mostra marca de lesão e critica nova quadra da CBV. Relembre quem também já se deu mal

Mais uma vítima. Jaque mostra marca de lesão e critica nova quadra da CBV. Relembre quem também já se deu mal

1
369
0
terça-feira, 17 novembro 2020
Vôlei

De fato, a nova quadra amarela e azul da CBV vem desagradando e colecionando criticas. Contudo, antes fosse apenas um problema de visual ou de adaptação. O atual piso criado em parceria com o patrocinador Banco do Brasil se tornou perigoso. Dessa forma, árbitros, técnicos e jogadores tem se manifestado. Portanto, dessa vez foi a vez da ponteira bicampeã olímpica Jaque de Osasco, se pronunciou, após sofrer uma queimadura.

Por: Lucas Ribeiro, São Paulo, SP

POSICIONAMENTO DE JAQUE

A princípio, nesta segunda-feira (16) a ponteira do Osasco usou suas redes sociais para protestar contra a mudança da quadra. Isso porque, em um treino a atleta ao tentar pegar uma largada, acabou se queimando. Além da reclamação, Jaque fez questão de mostrar sua lesão e alertar do perigo da quadra. Em suma, a jogadora relembrou da qualidade da última quadra, questionando o porquê da troca. Agora, em tom de ironia, já avisou que terá que jogar de armadura para evitar algo pior. Por fim, veja o relato da bicampeã olímpica.

“Eles mudaram a quadra do nada. Primeiro que é péssimo: dentro amarelo e fora azul. Deveria ser ao contrário. E outra: dá não, né? Está difícil. A outra quadra era tão boa, ninguém nunca reclamou, gente. Por que mudar de uma hora para outra? Fora que já vi algumas jogadoras se machucarem, escorregarem. Quando ela está molhada, não dá para ver. Muitas jogadoras não conseguem ver a linha dos três. Está complicado, está difícil”

Lesão de Jaque

OS RISCOS, PERIGOS E VÍTIMAS

Logo, dado todo o cenário da quadra alguns atletas acabaram se lesionando, até o momento de forma leve. Dessa maneira, os escorregões tem sido o principal problema. Já se tornou comum a interrupção de jogadas pelo fato. O levantador de Blumenau, Evandro e a ponteira de Osasco, Gabi Cândido até agora levaram os piores sustos. Desse modo, devido a decorrência de casos a entidade busca mudanças. Inverter as cores, Pó de magnésio, colorir a linha dos três, e por aí vai. O importante é que o erro foi reconhecido, todavia, resta tomar decisões que evitem e conservem a integridade física dos atletas.

Foto Destaque: Reprodução/ Adauto Araújo

Lucas Ribeiro

Lucas Ribeiro

O jornalismo foi algo algo que aconteceu. Sou um amante de esportes nato, de todos os esportes, isso é o que me faz feliz e nisso que quero seguir. Entre estádios e ginásios, trabalhar com esportes[...]

68 posts | 0 comments

Comments are closed.