Leandro Gabriel tem deficiência há 16 anos, mas a família e o esporte não o deixaram desistir de lutar

Leandro Gabriel tem deficiência há 16 anos, mas a família e o esporte não o deixaram desistir de lutar

1
674
0
quarta-feira, 02 setembro 2020
Super Ação

Leandro Aparecido Gabriel, de 36 anos, nascido em Foz do Iguaçu, no Paraná, e morando em Timbó-SC, tem deficiência há quase 16 anos, mas hoje é paratleta e viu no esporte uma ferramenta para nunca desistir de lutar.

Por: Ana Bracarense, de Uberaba-MG.

Leandro tem paraplegia pós-trauma. No dia 21 de dezembro de 2004 (há quase 16 anos), saindo do trabalho, de moto, um imprevisto aconteceu. Leandro teve um mal súbito, desmaiou e caiu da moto, sofrendo trauma de coluna e lesão medular, perdendo movimentos e sensibilidade do peito pra baixo.

“Sai da casa dos meus pais muito cedo (aos 14 anos) para trabalhar e me manter. Foi muito difícil ter tantas responsabilidades tão cedo. Ter que trabalhar muito para me sustentar e pagar as contas e infelizmente tive como conciliar trabalho com os estudos. Por isso parei de estudar na época”, desabafou Leandro.

LEIA MAIS

Sua família é a base de tudo e, com toda certeza, um dos motivos que fez Leandro nunca desistir de lutar. O primeiro esporte que praticou depois da lesão foi o Handebol (um ano e meio depois da lesão) onde jogou por quatro anos. Depois mudou para o basquete, porém não deu continuidade. Apesar do incentivo familiar, não tem um ídolo a ser seguido no esporte.

“Acho a palavra ‘ídolo’ muito forte. Não tenho nenhum. Mas, claro que tem algumas pessoas que tenho admiração”, diz Leandro.

Mas antes de sua lesão, sempre foi muito ativo e desde criança praticava esportes. Assim, o esporte está no sangue. Entretanto, em 2017, recebeu o convite do Professor Sidnei que, por sinal, é uma das pessoas que mais admira e respeita, para praticar o atletismo. Nesta hora, ganhou a companhia de sua esposa, que começou a treinar junto.

Leandro tem o gosto pelo atual esporte desde 2017 e em 2018 entrou na equipe do Clube Roda Solta de Itajaí, onde ali criou amor pelo esporte e por todos os amigos do clube. Por fim, afirma que só vai parar de praticar esporte quando seu corpo realmente não aguentar.

“Superar é acreditar no seu querer e no seu poder. Não fique focado em suas fraquezas ou defeitos. Pense nas forças e oportunidades que tem e saiba usá-las da melhor maneira possível”, finaliza Leandro.

Foto destaque: Reprodução/Arquivo Pessoal

Ana Bracarense

Ana Bracarense

13 posts | 0 comments

Comments are closed.