Juventus: tradição, paixão, gols e história no Futebol Paulista.

Juventus: tradição, paixão, gols e história no Futebol Paulista.

Like
1616
0
quarta-feira, 28 setembro 2016
Futebol Brasileiro

O Juventus, clube de camisa grená do bairro da Mooca, foi fundado dia 20 de abril de 1924, por membros da colônia italiana daquele bairro da zona leste da capital paulista.  Naquele ano, nascia o Cotonifício Rodolfo Crespi Futebol Clube, clube de futebol fundado por operários italianos, que trabalhavam no Cotonifício Crespi.  Seis anos depois, em 19 de fevereiro de 1930, mediante uma Assembleia Geral Extraordinária do clube, ficou decidido que o nome do clube Mooca seria mudado: o Cotonifício Rodolfo Crespi F.C passaria a se chamar o imortal Clube Atlético Juventus.

O estádio do tradicional clube paulistano está localizado na Rua Javari, o Conde Rodolfo Crespi. Batizado carinhosamente de “Rua Javari” o charmoso estádio é a casa de um dos clubes mais tradicionais da capital paulista, afinal de contas, o Juventus é cofundador da Federação Paulista de Futebol; além de ser o sexto clube que mais vezes participou do Campeonato Paulista Série A.

Um dos últimos grandes títulos da equipe da Mooca foi a conquista da Série A2, em 2005. Foto: Clube Atlético Juventus.

Entre os mais importantes títulos juventinos, estão as conquistas do Campeonato da Segunda Divisão Paulista em 1929, além da conquista da Copa Paulista de Futebol em 2007 (Competição organizada pela Federação Paulista de Futebol). Em nível nacional, o Juventus conquistou o Brasileirão da Série B no ano de 1983. Naquele tempo, a competição era conhecida como Taça de Prata.

O Juventus fez sua melhor campanha em Campeonatos Paulistas na era do profissionalismo no ano de 1982 (sem contar o terceiro lugar de 2002, mas num torneio em que os grandes clubes do estado não participaram). Após os dois turnos do campeonato de 1982, os grenás conquistaram o 5º lugar do torneio, ficando atrás apenas de Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Ponte Preta. A campanha do time juventino, apelidado de Moleque Travesso, pelo fato de sempre surpreender os times grandes, foi muito satisfatória. Em 38 jogos, o Juventus conquistou 14 vitórias, 14 empates e 10 derrotas. Além disso, o Juventus marcou 38 gols e sofreu 35. Essa fantástica campanha credenciou o time juventino a jogar pela primeira vez na história, a Taça de Ouro em 1983, a principal divisão do Campeonato Brasileiro.

O “Moleque Travesso da Mooca” embora não tenha conquistado o Paulistão da série A 1 em nenhuma oportunidade, é muito tradicional entre os times do estado de São Paulo.  O retrospecto comprova esse fato, tendo em vista que no ano de 1993, após uma campanha muito fraca na Primeira Divisão, o Juventus foi rebaixado à série A2, depois de 38 anos. A equipe terminou na 14ª colocação entre 16 participantes, e foi obrigada a disputar a recém-criada Série A-2 em 1994. Mas a equipe nem chegou a esquentar lugar no segundo nível estadual, já que o vice-campeonato em 1994 fez com que o time voltasse à elite do Campeonato Paulista em 1995.

Entrada do Estádio da Javari, um dos mais clássicos de São Paulo. Foto: Clube Atlético Juventus.

Diversos jogadores que fizeram história no futebol brasileiro foram revelados pelo Juventus. Entre eles estão Ataliba, Carbone, Félix (goleiro tricampeão mundial em 1970), Juninho Paulista (meia pentacampeão mundial em 2002), Julinho Botelho, zagueiro Luisão, meia Paulinho (ex-Corinthians e Totthemham) e o meia Thiago Motta (hoje no Atlético de Madri). O atacante Wellington Paulista, hoje no Fluminense, é outro filho do Juve da Mooca. Além deles, o volante Elias, que jogou no Corinthians e na Seleção Brasileira, tiveram passagens pelo clube da Mooca. Além dele, o goleiro Oberdan Cattani, que também fez história no Palmeiras; o técnico argentino Cesar Luiz Menotti, e o folclórico Vampeta jogaram por lá no final de suas carreiras. O maior ídolo do clube é o ex-zagueiro Milton Buzzeto, que ficou 17 anos no clube. Dez como jogador e sete como técnico.

Na temporada do futebol neste ano de 2016, o Juventus disputa a Copa Federação Paulista de Futebol. Em 12 jogos nesta competição, a equipe juventina obteve 01 vitória, 03 empates e 08 derrotas. Por isso, o Juventus se despediu da Copa Paulista 2016, sem chances de classificação ou conquista de título. O último jogo da equipe na competição foi uma derrota de 4 a 0 para o São Paulo, em partida disputada no estádio do Morumbi.

Avatar

admin

240 posts | 0 comments