Jovem promessa do Santos brilha e evita derrota contra o Ituano

Jovem promessa do Santos brilha e evita derrota contra o Ituano

Like
953
0
segunda-feira, 29 janeiro 2018
Futebol Brasileiro

O Santos conseguiu arrancar um empate no final da partida contra o Ituano (1 a 1), na noite deste domingo, no Pacaembu, pela quarta rodada do Paulistão. O responsável por ter evitado a derrota atende-se pelo nome Rodrygo. O jovem atacante Rodrygo, de apenas 17 anos saiu do banco de reservas aos 22 minutos do segundo tempo e aos 45 aproveitou bola mal afastada pela defesa rival e cabecear para o gol.

Três dias antes, a jovem promessa havia marcado seu primeiro gol com a camisa do Peixe na vitória de virada sobre a Ponte Preta (2 a 1), em Campinas.

O jogo

O Ituano surpreendeu o Santos no primeiro tempo com uma postura ofensiva e toque de bola envolvente. Aos 10 minutos, o meia Guilherme bateu cruzado para grande defesa de Vanderlei.

Superior, o Galo abriu o placar aos 18 minutos. O volante Baralhas arriscou do meio da rua, a bola desviou no estreante Robson Bambu e “matou” Vanderlei.

A equipe santista, que já não vinha bem, piorou após sair atrás no placar. Todos os setores não funcionavam. A defesa sofria com as investidas do ataque adversário. A inédita dupla de zaga Luiz Felipe e Robson Bambu não se entendia. Os laterais, principalmente Victor Ferraz, muito vaiado pela torcida, erravam muitos passes. O meio-campo não funcionava e os atacantes pouco se movimentavam.

A primeira grande chance do time da casa saiu apenas aos 45. Copete arriscou chute cruzado e Vágner espalmou para escanteio. E foi só. O Santos escapou de ter ido para o intervalo com uma derrota mais elástica. O Ituano mostrou melhor organização tática.

O panorama mudou na etapa final. Ainda no intervalo, o insatisfeito Jair Ventura sacou o atacante Rodrigão e o volante Matheus Jesus, respectivamente, para as entradas do atacante Eduardo Sasha e do meia Jean Mota.

O Peixe cresceu e em seis minutos de bola rolando fez mais do que nos 45 minutos iniciais. Sasha teve duas oportunidades para empatar. Na primeira, livre de marcação, cabeceou para fora. Na segunda, ele recebeu cruzamento de Jean Mota e testou para defesaça de Vagner.

O Ituano não era mais o mesmo. Recuou demais, perdeu a intensidade e passou a tomar muito sufoco. Mesmo assim, desperdiçou duas grandes chances nascidas de contragolpes e praticamente garantir a vitória. Na primeira, aos 24, Claudinho chutou para grande defesa de Vanderlei. Na segunda, aos 38, Ronaldo recebeu de Juninho, fintou Vanderlei e chutou por cima.

Aos 22, o intrépido Rodrygo entrou no lugar do lateral-esquerdo Caju e em pouco tempo em campo amarelou três atletas do Ituano ao ser parado com faltas.

Quando a torcida santista já dava sinais de conformismo com a derrota, brilhou a estrela da mais recente promessa da base. Aos 45, Jean Mota alçou bola na área, a zaga do Ituano desviou para trás e Rodrygo cabeceou para o gol, levando os mais de 11 mil pagantes ao delírio.

Com o resultado, o Santos permaneceu na liderança do grupo D do Paulistão, com sete pontos ganhos, e volta a campo no próximo domingo, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. Já o invicto Ituano continuou na terceira posição do grupo A, com seis pontos ganhos e no próximo sábado enfrenta a Ponte Preta, no Novelli Júnior.

A Rádio Poliesportiva transmitiu diretamente do Pacaembu as emoções de Santos x Ituano, com a narração de Marcelo Delmiro, operação e reportagens de Gabriel Max e comentários de Rafael Alaby.

FICHA TÉCNICA: Santos 1 x 1 Ituano

Data: 28 de janeiro de 2018 (domingo)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Herman Brumel Vani e Alex Ang Ribeiro
Público: 11.513 pagantes (13.609 total)
Renda: R$ 330.440,00
Cartões amarelos: SANTOS: Copete e Matheus Jesus; ITUANO: Tony, Claudinho, Juninho e Marcos.
Gols: Santos: Rodrygo, aos 46 do 2T / Ituano: Baralhas, aos 17 do 1T.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Robson Bambu e Caju (Rodrygo); Matheus Jesus (Jean Mota), Renato e Vecchio; Copete, Arthur Gomes e Rodrigão (Eduardo Sasha). Técnico: Jair Ventura

ITUANO: Vagner, Igor, Ricardo Silva, Léo e Raul; Baralhas (Marcos), Tony e Guilherme; Claudinho (Juninho), Marcelinho (Giba) e Ronaldo. Técnico: Vinicius Bergantin.

crédito foto: Foto: Ivan Storti/Santos FC

 

Rafael Martins Alaby Ferreira

109 posts | 0 comments

Comments are closed.

Menu Title