Josh Rosen já é um bust?

Josh Rosen já é um bust?

2
386
0
domingo, 11 agosto 2019
Futebol Americano

Sempre que uma franquia seleciona um quarterback na 1ª rodada do Draft, muita expectativa é colocada em cima desse jogador. Essa expectativa pode ser criada por vários motivos, e quando o time faz essa movimentação geralmente é porque precisa de um Franchise Qb. Isso aconteceu com o Arizona Cardinals, que em 2018 draftou Josh Rosen na 1ª rodada. Rosen mostrava ser um ótimo prospecto e muitos o colocavam como um dos melhor quarterbacks daquela classe.

A situação dos Cardinals para o ano de 2018 era preocupante. Carson Palmer que era até então seu quarterback sofreu uma lesão, perdeu a titularidade e decidiu se aposentar da liga em 2017. E ao mesmo tempo o técnico Bruce Arians se aposentou, dando fim a era Palmer e Arians. Duas peças importantes deixaram a equipe, quarterback e técnico, entretanto, a outra parte da equipe praticamente permaneceu a mesma. Em 2018 Josh Rosen era o quarterback e Steve Wilks o técnico, sangue novo, uma equipe que veio bem na temporada passada e tinha tudo para dar certo, mas não foi o que aconteceu.

Antes de mais nada, é importante comparar os números de Rosen no College e na NFL. Ver se sua atuação foi bem abaixo do que ele apresentou no College ou se manteve uma média. É importante ressaltar que o nível de diferença do College pra NFL é bem grande, e muitas vezes o 1º ano da maioria é bem abaixo do que produzem no College.

View this post on Instagram

Well that was pretty fun

A post shared by Josh Rosen (@josh3rosen) on

JOSH ROSEN: NCAA X NFL

        TIME        JOGOS          PASSES

    COMPLETOS

          PASSE

      TENTADOS

         JARDAS

      PASSADAS

         JARDAS

         por

     TENTATIVAS

   TOUCHDOWNS    INTERCEPTAÇÕES         RATING
UCLA         30        712       1.170     9.340          8         59          26       140.1
CARDINALS         14        217        393     2.278        5.8         11          14        66.7

Primeiramente, é importante dizer que Rosen não teve nenhuma condição de mostrar todo seu futebol. Foram dois coordenadores ofensivos, sua linha ofensiva não o protegia (52 sacks, 5º pior) e tinha um corpo de recebedores bastante fraco. Da mesma forma, a defesa também piorou no ano de 2018 em todos os aspectos. Assim a última temporada do Cardinals foi um completo desastre, e tudo isso se transferiu para um quarterback calouro que muito dificilmente conseguiria fazer algo.

De fato, em números individuais Rosen produziu abaixo do que no College. Porem números inferiores no 1º ano na NFL é normal, mas ele produziu bem abaixo do esperado. Dos quatro calouros draftados em 2018, em números  individuais Rosen foi o 3º melhor. Vale ressaltar que ele foi o último Quarterback dentre os melhores prospectos a ser draftado.

JOSH ROSEN JÁ É UM BUST?

Antes de mais nada, vamos entender o significado de bust no vocabulário do Futebol Americano. BUST geralmente é atribuído a um jogador que é bastante falado, aquele jogador hypado, todos elogiam e esperam muito dele antes mesmo de jogar na NFL. Bust é aquele jogador que todos querem em seus times, entretanto, depois de um tempo ele não atinge essas expectativas e fracassa na NFL.

E não é o caso de Josh Rosen, é impossível saber o real nível dele jogando apenas 1 ano na liga. O 1º ano na liga de modo geral muitas vezes serve para lapidar o jogador e melhorar seus pontos fracos. E isso não aconteceu com Rosen, ele não foi lapidado, simplesmente colocaram ele pra jogar e as trocas de coordenadores ofensivos provam isso, ele não teve um plano de jogo voltado para suas qualidades.

Definitivamente os Cardinals não gostaram do casamento de apenas um ano com Rosen, e vendo um novo prospecto chegando no draft de 2019 simplesmente o dispensaram. Dessa forma, os Dolphins que precisavam de um Quarterback se interessaram por ele. Viram no rapaz um potencial, e tudo indica que ele de fato tenha mesmo. Em suma, para dar certo em Miami, a comissão técnica terá que fazer o oposto do que foi feito em Arizona, terão que lapida-lo e montar um Playbook que o favoreça.

View this post on Instagram

Day 2 of OTAs ✔️

A post shared by Josh Rosen (@josh3rosen) on

Foto destaque: Christian Petersen/Getty Images

Marcos Sibinel

Marcos Sibinel

Olá, me chamo Marcos Sibinel, tenho 21 anos e curso jornalismo pela Anhembi Morumbi. Nunca tinha pensado em seguir uma carreira como jornalista, mas foi quando cursava Relações Internacionais que p[...]

18 posts | 0 comments

Comments are closed.