Jogos do returno da Superliga começam neste fim de semana

Jogos do returno da Superliga começam neste fim de semana

Like
938
0
quinta-feira, 05 janeiro 2017
Superliga Feminina

Começam neste fim de semana, já a partir da noite desta sexta-feira, os jogos do returno da Superliga de Vôlei, no feminino e no masculino. Líderes isolados, candidatos a mais um título e últimos campeões, os alvos a serem batidos pelas demais equipes são, respectivamente, o Rio de Janeiro e o Cruzeiro.

1312nestxrexo254

Em partida emocionante, o Osasco, em casa, quebrou a invencibilidade do Rio de Janeiro – Foto Divulgação/Osasco

Buscando o 12° título nacional no feminino, o líder Rio de Janeiro, comandado pelo técnico Bernardinho, tem apenas uma derrota (para o vice-líder Osasco, fora de casa, por 3 sets a 2, em duelo emocionante transmitido pela Rádio Poliesportiva) nos 11 jogos disputados no turno. A equipe carioca perdeu 6 sets na competição (além dos 3 para o Osasco, foi derrotada em um set nos jogos diante do Bauru, do Brasília e do Minas) e venceu outros 32.

Feminino mais equilibrado

Mesmo com a superioridade até então do Rio de Janeiro e a liderança isolada na Superliga Feminina, outras equipes podem ameaçar o favoritismo das atuais campeãs. Tudo por conta do equilíbrio dos times que ocupam as cinco primeiras posições na tabela.

terracap_sesi-38

O Brasília teve duas atletas na seleção do turno feita pela CBV – Foto de Ricardo Botelho/Inovafoto/CBV

Da seleção das melhores atletas do turno, divulgada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) no início desta semana, as cariocas têm apenas uma representante (a central Carol) entre as sete selecionadas.

O vice-líder Osasco, que soma 9 vitórias e 2 derrotas, tem duas atletas na seleção (a oposto Paula e a ponteira Tandara, que pontuou 32 vezes no triunfo diante do Rio de Janeiro, recorde neste torneio), mesmo número do Brasília, terceiro colocado (8 vitórias e 3 derrotas), cujas selecionáveis foram a levantadora Macris e a central Roberta.

Na quarta posição, também com 8 vitórias e 3 derrotas, está o Bauru, que teve selecionada pela CBV a ponteira Thaís. Com o mesmo número de triunfos e reveses, o Praia Clube ocupa a quinta posição e tem como destaque – embora não tenha sido selecionada pela CBV – a central Fabiana, com 10 pontos de bloqueio no jogo diante do Praia Clube.

Cruzeiro sobra no Masculino

sadaxmtc_4900

Sobrando na competição, o Cruzeiro busca o quinto título – Foto de Washington Alves/Inovafoto/CBV

Já na Superliga Masculina, o tetracampeão Cruzeiro não tomou conhecimento dos adversários e venceu todas as 11 partidas que disputou no turno da competição. Os mineiros perderam apenas três sets, dois deles para o Sesi (na casa adversária, em jogão também transmitido pela Rádio Poliesportiva), vice-líder, e um, para o Minas Tênis, oitavo na tabela.

Sobrando no torneio, o Cruzeiro tem entre seus destaques o levantador William (campeão olímpico juntamente com o oposto Evandro), primeiro colocado no fundamento até aqui e selecionado pela CBV entre os sete melhores do turno. Os mineiros ainda contam com o potente saque do ponteiro Leal, que marcou seis vezes ao sacar durante a partida contra os paranaenses do Caramuru.

_k0o5325

Com quatro campeões olímpicos, Sesi foi a equipe que mais dificultou pro Cruzeiro – Foto de Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Na sequência da tabela, quatro equipes têm 8 vitórias e 3 derrotas e ocupam do segundo ao quinto lugar. São elas, respectivamente, Sesi (dos medalhistas de ouro no Rio de Janeiro Bruninho, Lucão, Douglas Souza e Serginho), Montes Claros, Taubaté (dos também campeões olímpicos Lucarelli, Éder e Wallace) e o Campinas (vice-campeão do torneio passado).

Todas as quatro equipes acima também tiveram um atleta, cada, na seleção do turno: Sesi (o ponteiro Douglas Souza), Montes Claros (o ponteiro Bob), Taubaté (o oposto Wallace, um dos jogadores que mais marcaram no torneio pontos de ataque em uma partida, 25) e Campinas (o central Maurício Souza, também campeão olímpico).

Leonardo Guandeline

78 posts | 7 comments