Helen Luz conta sobre suas glórias e decepções na Seleção Brasileira em Live Poliesportiva

Helen Luz conta sobre suas glórias e decepções na Seleção Brasileira em Live Poliesportiva

Like
503
0
sexta-feira, 05 junho 2020
Basquete

Helen Luz contou em entrevista concedida neste último sábado (30) à Radio Poliesportiva sobre diversas histórias e curiosidades na época em que atuou como jogadora. Também contou sobre suas principais conquistas, derrotas e momentos que foram marcantes para ela. Desse modo, como toda ex-jogadora da Seleção Brasileira, a ex-armadora comentou sobre seus momentos vestindo a amarelinha.

Por Lucas Feyh Martins, Maringá-PR

MUNDIAL DE 1994

A entrevistada disputou três Olimpíadas pela Seleção Nacional. Ademais, também disputou diversas vezes o Campeonato Mundial de Basquete. Neste torneio, Helen Luz alcançou seu momento de maior gloria, visto que no ano de 1994, as brasileiras conquistaram o mundo.

Sob o comando de Paula e Hortência, a Seleção Feminina despachou os Estados Unidos nas semi-finais do torneio. Além disso, a glória final veio diante da China, com uma gigantesca vitória por 96 a 87. Esta foi a primeira vez em que torneio teve uma equipe campeã que não fossem as americanas ou a extinta União Soviética.

Quando perguntada à respeito do torneio, Helen Luz afirmou o seguinte: “Chegamos lá muito desacreditadas, quase ninguém botava fé em nossa seleção. Isso ficou claro em nosso embarque, visto que a imprensa não fez nenhum esforço para falarem conosco”. 

Helen Luz também comentou sobre o jogo mais importante do torneio, e afirmou que o duelo contra a Espanha foi a partida fundamental. Dado que a Seleção Brasileira “virou a chave” após aquele duelo e acabou crescendo na hora certa.

CARREIRA NA SELEÇÃO BRASILEIRA

Helen Luz atuou vestindo a amarelinha por 28 anos. Além disso, conquistou outras medalhas além do tão sonhado Mundial de 1994. A ex-armadora disputou três Olimpíadas pela equipe nacional, tendo sido medalha de bronze em 2000, edição realizada em Sidney.

Quando questionada sobre sua maior frustração em sua carreira, Helen disse o seguinte: ” Foi a lesão no joelho que me tirou das Olimpíadas de 1996. Contudo, entendi aquilo como um desafio. Atletas precisam saber se superar”.

A campeã mundial também contou sobre o maior jogo de sua carreira, este que foi vestindo a Seleção Brasileira. A ex-armadora afirmou que este jogo “Foi diante da seleção cubana, pela final da Copa América em 2001. Naquele jogo fiz cerca de 35 pontos e tudo deu certo”.

Helen Luz

Reprodução/CBB

OLIMPÍADAS OU MUNDIAL?

Quando questionada sobre esse assunto, Helen Luz tirou de letra e declarou que ” As Olimpíadas possuem uma visibilidade maior, visto que envolve todos os esportes mundiais. Entretanto, nada se compara ao gosto de ser campeã mundial”. A ex-armadora disputou as Olimpíadas de 1992, 2004 e 2004. Além de tudo, também disputou os Mundiais nos anos de 1994, 1998, 2002 e 2006.

SUA SELEÇÃO DE TODOS OS TEMPOS 

Para a medalhista olímpica de 2000, sua seleção de todos os tempos teria: Hortência, Paula, Lisa Leslie, Janeth e Lauren Jackson.

Seleção de 1994

Reprodução/CBB

O QUE ESPERAR DA SELEÇÃO FEMININA NO FUTURO?

Para Helen Luz, e para a maioria das pessoas, o basquete em geral merece mais visibilidade. Principalmente o esporte feminino, que sofre um desafio maior ainda, quando comparado aos esportes masculinos. Contudo, a entrevistada segue sendo positiva, e afirmou que “Espero que a Seleção Feminina conquiste mais uma vez o Mundial, pelo menos nos próximos 10 ou 20 anos”.

Foto destaque: Divulgação/CBB

Lucas Feyh Martins

Lucas Feyh Martins

20 anos, estudante e futuro jornalista esportivo.

37 posts | 0 comments

Comments are closed.