HAMILTON VENCE O GP BRASIL E DECISÃO SERÁ EM ABU DHABI

HAMILTON VENCE O GP BRASIL E DECISÃO SERÁ EM ABU DHABI

Like
1195
0
segunda-feira, 14 novembro 2016
Automobilismo

Ficou para a última prova da temporada, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, daqui a duas semanas, a decisão do Mundial de 2016 de Fórmula-1. Em uma corrida marcada por muita chuva, várias batidas e duas interrupções pela bandeira vermelha que fizeram a prova durar três horas, ao contrário das duas horas habituais, o inglês Lewis Hamilton venceu pela primeira vez na carreira o Grande Prêmio do Brasil, em Interlagos, em São Paulo, e diminuiu a diferença na disputa pelo título para o seu companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg.

Com a vitória e o segundo lugar do alemão, a diferença de Hamilton para Rosberg caiu de 19 para 12 pontos. Ainda assim, a vantagem do alemão é boa. Para ser campeão, Rosberg precisará de apenas um terceiro lugar em Abu Dhabi. Nesse caso, mesmo que Hamilton vença a prova, não consegue conquistar o campeonato.

Hamilton, por sua vez, precisa vencer a prova e torcer para Rosberg terminar a partir da quarta posição. Nesse caso, o inglês seria campeão com a diferença de apenas um ponto.

O triunfo de Hamilton foi o 52º de sua carreira. O inglês ultrapassou o francês Alain Prost, que agora fica em terceiro com 51. A frente de Hamilton, está apenas o alemão Michael Schumacher. O heptacampeão mundial tem 91 vitórias na história da categoria.

Apesar de todos os problemas sofridos pelos pilotos em uma corrida cheia de alternativas e muita chuva, para Hamilton a prova em Interlagos foi um verdadeiro céu de brigadeiro. Em nenhum momento ele teve a sua liderança ameaçada ou enfrentou problemas de aquaplanagem ou rodou na pista.

Assim, ficou fácil para o inglês vencer pela primeira vez na terra do seu ídolo, o tricampeão mundial Ayrton Senna. Por isso, Hamilton vibrou demais ainda no carro.

Para Rosberg, porém, a prova foi mais complicada. Ele chegou a perder a segunda posição para o atrevido holandês Max Verstappen. Mas o piloto da RBR acabou fazendo uma escolha ousada demais ao, na reta final, optar por pneus intermediários na tentativa de vencer a corrida.

Verstappen está “redefinindo a física” na F1!

Verstappen está “redefinindo a física” na F1!

Verstappen não conseguiu andar tão rápido quanto queria, e foi obrigado a mudar novamente de pneus. Mesmo com tudo isso, o holandês acelerou demais, e saiu da quinta posição para terminar no pódio com uma ultrapassagem sobre o mexicano Sérgio Perez, da Force India, na última volta.

Enquanto isso, Rosberg correu com o regulamento embaixo do braço e terminou tranquilamente na segunda colocação.

Disputando o seu último Grande Prêmio do Brasil, o brasileiro Felipe Massa não teve a despedida que sonhou. Ele bateu com a sua Williams e abandonou a prova na 48ª volta. Mas a sua despedida foi emocionante.

Massa foi aplaudido pelos torcedores e pelos membros das equipes Mercedes, Ferrari e Williams. O piloto chorou muito e agradeceu todo o apoio recebido em 15 temporadas na F-1. O piloto agora vai disputar daqui a duas semanas a sua última prova na categoria.

Já Felipe Nasr também tinha o que comemorar. O brasileiro marcou seus dois primeiros pontos na Sauber ao terminar na nona colocação. Nasr chegou a estar em sexto lugar na prova, mas ainda assim o nono lugar foi muito comemorado.

Classificação final da prova:

1- Lewis Hamilton (ING/Mercedes)

2- Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

3- Max Verstappen (HOL/RBR)

/4- Sérgio Perez (MEX/Force India)

5- Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

6- Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso)

7- Nico Hulkenberg (ALE/Force India)

8- Daniel Ricciardo (AUS/RBR)

9- Felipe Nasr (BRA/Sauber)

10-Fernando Alonso (ESP/McLaren)

11-Valtteri Bottas (FIN/Williams)

12-Esteban Ocon (FRA/Manor)

13-Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

14-Kevin Magnussen (DIN/Renault)

15-Pascoal Wehrlein (ALE/Manor)

16-Jenson Button (ING/McLaren)

Abandonos:

Esteban Gutierrez (MEX/Haas)

Felipe Massa (BRA/Williams)

Jolyon Palmer (ING/Renault)

Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

Romain Grosjean (FRA/Haas)

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

350 posts | 0 comments

Menu Title