GP de Portugal de 1989 – Vitória de Berger e momento crítico na disputa pelo título da temporada entre Senna e Prost

GP de Portugal de 1989 – Vitória de Berger e momento crítico na disputa pelo título da temporada entre Senna e Prost

Like
419
0
sexta-feira, 23 outubro 2020
Clássicos da Fórmula 1

Nessa semana, após um longo período, a Fórmula 1 tem de volta o GP de Portugal. Porém, dessa vez no circuito de Portimão.  No entanto, grandes e marcantes provas foram realizadas em Estoril. Vamos para 1989, final daquela temporada. Ayrton Senna e Alain Prost lutavam pelo título. O francês já tinha uma boa vantagem na liderança do campeonato, enquanto que Senna participava desse GP pressionado.

Por: Luiz Maximo Morelo, de São Paulo, SP

Confira também: 
Ayrton Senna vence em Hockenheim e atinge marca importante – GP da Alemanha de 1990
Único da história e o 1º título de um inglês na Fórmula 1- GP de Marrocos de 1958
A vitória de Lewis Hamilton – GP da Rússia de 2015

Clássicos da Fórmula 1 – GP de Portugal de 1989

Contudo, Luiz Maximo Morelo apresenta em podcast, mais uma edição dos Clássicos da Fórmula 1. Saiba em detalhes como foi esse GP. Portanto, aperte os cintos e curta a viagem no tempo.

Assim, clique abaixo para ouvir o podcast no spotify:

Ou assista no Youtube:

Situação da temporada naquele momento e treino de classificação

Foi no dia 24 de setembro de 1989 que foi disputado o GP de Portugal daquela temporada. Aliás, naquele dia, o autódromo de Estoril seria palco de um feito único na história da Fórmula 1. Ademais, o sol brilhava forte naquela região. Em suma, um clima perfeito para a disputa de uma corrida de F1.

No entanto, Ayrton precisava desesperadamente da vitória em Portugal, já que ele tinha 20 pontos de desvantagem para Alain Prost. Entretanto, a Ferrari naquele GP chegou ao nível de competitividade da McLaren. Na classificação, Senna até fez a pole, mas com Gerhard Berger e Nigel Mansell em 2º e 3º respectivamente. Alain Prost foi apenas o 4º colocado.

Início da corrida e batida de Mansell em Senna

Inicialmente, na largada da prova, Berger largou melhor que Senna e fez a ultrapassagem para assumir a liderança. Assim, o austríaco forçou o ritmo logo nas primeiras voltas. Por outro lado, o brasileiro sofria os ataques de Mansell e tinha dificuldades para manter o 2º lugar. Até que na 8ª volta, o Leão ultrapassou com facilidade Ayrton. Dali em diante, Mansell começou a atacar Berger. Tão logo, na 24ª volta, Mansell também ultrapassaria Berger para assumir a liderança da prova.

No entanto, este seria o GP de grandes trapalhadas de Nigel Mansell. Primeiramente, ele passou do ponto da sua posição de boxe. Depois, algo não permitido, ele engatou ré. Por consequência dessa manobra proibida, Mansell tomou uma bandeira preta. Só que o Leão ignorou a advertência. Além disso, logo em seguida, ele bateu em Ayrton Senna.

Ayrton Senna, fora da corrida, se encontrava desconsolado e de cabeça baixa. Enquanto que Mansell jurava por tudo que lhe era mais sagrado que não havia visto a bandeira preta. No entanto, o chefão da McLaren, Ron Dennis, furioso, foi tirar satisfações com Cesare Fiorio da Ferrari.

A vitória de Berger e o 2º lugar com gostinho de vitória para Prost

Definitivamente, quem sorriu de orelha a orelha foi Alain Prost. Pois ele além de herdar um improvável 2º lugar, viu Senna, de fora da corrida, perder mais pontos decisivos na briga pelo título. Para o francês, pouco importava que Berger estivesse longe na liderança. De fato, a vitória seria improvável. Entretanto, para o francês, a 2ª posição era como se fosse uma vitória.

Por fim, Gerhard Berger tocou com tranquilidade para conquistar sua 1ª vitória, na primeira passagem pela Ferrari. Enquanto que para Prost, o 2ª lugar estava excelente, já que sua vantagem sobre Senna passava para 24 pontos. Enfim, Senna para superar Prost na briga pelo título, precisaria de três vitórias nas três corridas restantes do campeonato. Definitivamente, tricampeonato ao francês estava muito próximo.

Pódio do GP de Portugal de 1989

Pódio do GP de Portugal de 1989. Foto: Reprodução / PHC / The Cahier Archive

Além disso, o GP de Portugal de 1989 apresentou um resultado improvável e curioso. O sueco Stefan Johansson com o modesto carro da Onyxse finalizou no inesperado pódio, em 3º lugar. Ademais, a corrida ainda contou com Pierluigi Martini que liderou uma Minardi por uma única vez e única volta ao longo de toda a sua história na F1.

Resultado final e classificação

Confira o resultado final do Grande Prêmio de Portugal de 1989:

1º – Gerhard Berger – Ferrari
2º – Alain Prost – McLaren
3º – Stefan Johansson – Onyx
4º – Alessandro Nannini – Benetton
5º – Pierluigi Martini – Minardi
6º – Jonathan Palmer – Tyrrell
7º – Satoru Nakajima – Lotus
8º – Martin Brundle – Brabham
9º – Philippe Alliot – Lola
10º – Mauricio Gugelmin – March
11º – Michele Alboreto – Lola
12º – Luis Perez-Sala – Minardi
13º – René Arnoux – Ligier
14º – Stefano Modena – Brabham

Campeonato de Pilotos:

1º – Alain Prost – McLaren – 77pts
2º – Ayrton Senna – McLaren – 51pts
3º – Nigel Mansell – Ferrari – 38pts
4º – Riccardo Patrese – Williams – 28pts
5º – Thierry Boutsen – Williams – 24pts

Campeonato de Construtores:

1º – McLaren Honda – 128pts
2º – Scuderia Ferrari – 53pts
3º – Williams Renault – 52pts
4º – Benetton Ford – 22pts
5º – Tyrrell Ford – 13pts

Acompanhe no Programa Polimotor tudo sobre a Fórmula 1    

Assim, confira o Programa Polimotor ao vivo! Sempre aos domingos, a partir das 20h30. Em cada edição, você confere a análise das principais categorias do esporte a motor. Ou seja, Fórmula 1, MotoGP, Nascar, Fórmula Indy, Fórmula E, Stock Car Brasil, IMSA, WEC e tudo de mais importante que rola no mundo do esporte a motor.

Programa Polimotor - O melhor do automobilismo é aqui

Para conferir o programa. Acesse: www.radiopoliesportiva.com.br e clique na home do site em “Ouça Agora“. Ou acesse canal do Youtube da Poliesportiva e confira a transmissão ao vivo.  Além disso, sempre após a transmissão ao vivo, o programa fica disponível no Youtube ou no Spotify para você ouvir ou assistir ao longo da semana. Portanto, não perca!

Foto destaque: Reprodução / PHC / Acervo – The Cahier Archive

Luiz Máximo Moreno Morelo

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

344 posts | 0 comments

Comments are closed.