GP de Marrocos de 1958 – Único da história e o 1º título de um inglês na Fórmula 1

GP de Marrocos de 1958 – Único da história e o 1º título de um inglês na Fórmula 1

Like
215
0
sábado, 03 outubro 2020
Automobilismo

De fato, o GP de Marrocos foi o único ao longo da história da Fórmula 1. Porém, esse GP ficou marcado por causa de ordens da equipe Ferrari na pista de Ain-Diab, em Casablanca para favorecer Mike Hawthorn. Dessa forma,  o piloto inglês garantiu o título de campeão.

Por: Luiz Maximo Morelo, de São Paulo, SP.

Clássicos da Fórmula 1 – GP do Marrocos de 1958

Contudo, Luiz Maximo Morelo apresenta em podcast, mais uma edição dos Clássicos da Fórmula 1. Saiba em detalhes como foi esse GP. Portanto, aperte os cintos e curta a viagem no tempo.

Assim, clique abaixo para ouvir o podcast no spotify:

O final da temporada de 1958 da Fórmula 1 e o inédito GP de Marrocos

Mike Hawthorn foi o primeiro campeão inglês da Fórmula 1. Entretanto, essa conquista ficou marcada pela interferência do boxe da Ferrari. Antes, em Monza, para a disputa do penúltimo grande prêmio de 1958, Mike Hawthorn disputava o título com o conterrâneo Stirling Moss. Na pontuação, estava 30 para Hawthorn e 33 favorável a Moss.

Entretanto, na corrida, o piloto norte-americano Phil Hill, em 2º lugar e outro piloto da Ferrari, era quem lutava pela vitória contra Tony Brooks, da Vanwall. Phil Hill, por duas vezes, já tinha marcado o tempo mais rápido de volta mais rápida. De repente, o boxe da Ferrari ordenou que ele abandonasse a luta pelo 1º lugar para ceder o 2º lugar a Mike Hawthorn, 3º colocado naquele momento da prova.

Dessa forma, Phil Hill obedeceu e trocou de posição com Mike Hawthorn. Moss abandonou e não pontuou nesse GP da Itália. Com o 2º lugar, Hawthorn levou os 6 pontos e abriu diferença de 3 pontos para Stirling Moss. Ou seja, ficando 36 a 33.

Assim, no GP seguinte, disputado em Casablanca, no Marrocos, a mesma ordem de boxe se repetiu. Outra vez, Phil Hill estava em 2º lugar. Dessa vez, pronto para ultrapassar Stirling Moss para assumir a liderança. No entanto, o boxe da Ferrari mandou ele aliviar e deixar Mike Hawthorn ultrapassá-lo. Phil Hill, novamente, obedeceu e terminou a prova em 3º lugar.

Dessa forma, mesmo com a vitória de Stirling Moss, Mike Hawthorn sagrou-se campeão, por apenas 1 ponto. 42 a 41. Como prêmio, Phil Hill ganhou um contrato de três anos na Ferrari, escuderia pela qual foi campeão mundial em 1961.

Pós título

Mike Hawthorn faleceu no dia 22 de janeiro de 1959, em um acidente automobilístico, quando dirigia seu Jaguar numa estrada do condado de Surrey, no interior da Inglaterra. A sua vida foi de extremos e entrou para a história por ter sido o primeiro campeão mundial após a hegemonia de Fangio, vencedor entre 1954 e 1957.

Foto destaque: Reprodução / Acervo The Cahier Archive

Luiz Máximo Moreno Morelo

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

335 posts | 0 comments

Comments are closed.