GP de Eifel: Bottas é pole pela 14ª vez na carreira

GP de Eifel: Bottas é pole pela 14ª vez na carreira

1
145
0
sábado, 10 outubro 2020
Automobilismo

Com 10°C de temperatura e 19°C na pista, Bottas conseguiu a pole para o GP de Eifel. Hamilton e Verstappen fecham o seleto grupo dos três primeiros. Destaque para o esforçado Hulkenberg, que substituiu um doente Stroll às pressas e largará em último.

Por: Carol Sales, de Frei Miguelinho – PE

Voltas anuladas da Haas no Q1

Hulkenberg, que precisou substituir Stroll às pressas, saiu de pneus macios. O alemão não havia estado no carro antes do treino classificatório. Magnussen, com o mesmo composto, foi o primeiro a marcar tempo, mas teve a volta anulada por exceder os limites de pista. Norris, por sua vez, conseguiu marcar 1:27.462 em sua primeira tentativa de volta rápida e esteve momentaneamente em terceiro. Leclerc também fez uma ótima parcial. Contudo, logo depois, Verstappen superou ele e Hamilton, que estava com o melhor tempo até então. O holandês fez 1:26.319.

Faltando 9 minutos para o término do Q1, Russell conseguiu estar em 13°. Dessa forma, ele estava se colocando provisoriamente no Q2. Dois minutos depois, Latifi superou o companheiro da Williams e passou a ocupar a posição.

A saída dos limites de pista também foi decisiva para Grosjean. O francês cometeu o mesmo erro que seu companheiro de equipe e teve a volta anulada. Dessa forma, sua classificação ficou comprometida. Vettel, por sua vez, estava ficando fora antes da sua última volta rápida. Contudo, conseguiu a 8ª posição e passou para o Q2. O mesmo aconteceu com Giovinazzi, que conseguiu o feito pela primeira vez na temporada. Em contrapartida, Grosjean, Russell, Latifi, Raikkonen e Hulkenberg não tiveram o mesmo destino.

Batalha de Verstappen e as Mercedes pelo topo no Q2

As Mercedes saíram primeiro, de pneus médios. Hamilton conseguiu o melhor tempo do fim de semana até então, com 1:26.183. Vale destacar que ele foi 7 décimos mais rápido que seu companheiro de equipe, Bottas. Contudo, logo em seguida, Verstappen se destacou novamente e superou a marca estabelecida pelo inglês, marcando 1:25.720.

Faltando 7 minutos para o fim, as Ferraris estavam na pista com pneus médios. Já Bottas trocou para macios. Ele não superou Verstappen, mas conseguiu marcar um tempo melhor do que Hamilton. Sobre o inglês, em uma nova tentativa, se colocou em primeiro. Devido a isso, o piloto da Red Bull saiu novamente para melhorar sua marca faltando pouco mais de 2 minutos para o fim.

Ao mesmo tempo, Vettel estava ficando fora. Leclerc também ficou com sua vaga no Q3 ameaçada, após Ricciardo melhorar sua marca e se estabelecer em quarto. O monegasco, porém, fez mais uma volta rápida e cravou o quinto melhor tempo. Contudo, o alemão de fato não passou para o Q3, assim como Gasly, Kvyat, Giovinazzi e Magnussen.

Bottas garante a pole com volta impecável no Q3

Todos os pilotos foram para o Q3 com pneus macios. O primeiro a marcar tempo foi Sainz, com 1:27.573. As Mercedes fizeram isso logo em seguida. Hamilton e Bottas fizeram voltas que não foram melhores, mas se aproximaram do tempo de Verstappen, que marcou 1:25.744 depois da dupla. Dessa forma, a decisão da pole ficou para o final da classificação.

Na última tentativa de volta rápida, Hamilton fez 1:25.525. Já Bottas fez uma volta impecável e não só conseguiu a pole, como instaurou um novo recorde de pista (1:25.269). Verstappen, que vinha bem durante todo o treino, não conseguiu superar o finlandês. Assim, Bottas conseguiu a terceira pole no ano e a 14ª na carreira.

Impressões dos três primeiros na classificação

Bottas comentou que deu tudo de si na última volta e avaliou que conseguiu um grande resultado nesse sábado. Ele também relembrou o desafio de ter menos tempo de treino devido às condições climáticas. Além disso, mostrou-se otimista em relação a uma vitória. Ele colocou como objetivo ter uma boa largada e um bom ritmo na corrida.

Hamilton destacou as temperaturas mais frias desse fim de semana de F1. Como irá largar de macios, ele avalia que se houver safety car, será um desafio maior manter a temperatura dos pneus. Ele irá traçar a melhor maneira de portar na corrida, após analisar os dados da telemetria.

Verstappen, mesmo não conquistando a pole, avaliou que foi um bom treino. Ele ainda disse que ficou um pouco desapontado com o resultado final. Por outro lado, colocou como ponto positivo a aproximação com as Mercedes e espera um melhor desempenho na corrida.

Confira o grid de largada para o GP de Eifel:

Expectativas para a corrida:

A previsão para o GP de Eifel é de 9°C e ventos de 13 km/h. A chuva, tão esperada pelos fãs, tem pouca chance de acontecer (de 5 a 10%). Contudo, a corrida promete ser interessante tanto pelo desempenho das equipes em temperaturas mais baixas, quanto pela proximidade da Red Bull em relação às Mercedes, melhoria da Ferrari e as Renaults não tão distantes.

O GP de Eifel de Fórmula 1 será nesse domingo (11), às 9h10 da manhã.

Foto destaque: Reprodução/F1

Carol Sales

Carol Sales

Estudante de jornalismo, curiosa e aberta a novos desafios. Apaixonada por esportes, tendo uma relação especial com o automobilismo desde pequeninha. Instagram: @carol.sales_

16 posts | 0 comments

Comments are closed.