George Best: 22/05/1946 – 25/11/2005

George Best: 22/05/1946 – 25/11/2005

Like
1245
0
quinta-feira, 22 junho 2017
Futebol Internacional

O ex-craque do Manchester United Football Club perdeu no dia 25/11/2005, de forma definitiva, sua luta contra o alcoolismo. Às 10h55 (horário de Brasília), a equipe médica do Hospital Cromwell, em Londres, anunciou que havia chegado ao fim á longa agonia do norte- irlandês George Best, de 59 anos.

O craque, um dos maiores a ter vestido a camisa do Manchester United, enfrentava á anos os problemas de saúde causados por seu vício de beber. Três anos antes, Best havia feito um transplante de fígado. A partir daí, devido as medicações às medicações que se viu obrigado a tomar, o ídolo passou a ficar ainda mais suscetível a problemas causados pela ingestão de álcool, vicio que carregou desde os tempos de jogador.

George Best começou a carreira no Manchester United em 1963. Liderou o time na conquista de dois campeonatos ingleses (1965 e 1967) e uma Copa dos Campeões (atual UEFA Champions League), em 1968. No mesmo ano ganhou a Bola de Ouro (prêmio concedido pela revista “France Foot-ball” ao melhor jogador da Europa).

Best encantava os torcedores com seus dribles e sua habilidade e enlouquecia as mulheres com seu estilo de playboy, sempre a bordo de carrões, por estar também sempre ligado à moda e com um indisfarçável gosto pela vida noturna. George Best foi o precursor dos craques “pop stars”. Ele se considerava um artista, e não um simples jogador de futebol.

Irreverente, ele mesmo fazia piada de seu estilo de vida e do alcoolismo. “Gastei muito dinheiro com mulheres, bebidas e carros. O resto eu desperdicei”. Era uma de suas frases mais famosas. Outra: “Em 1969 eu abandonei as mulheres e o álcool. Foram os 20 piores minutos de minha vida.”

Aos 26 anos de idade, em 1972, Best anunciou sua aposentadoria. Voltou a jogar no ano seguinte, pelo Manchester United, mas nunca mais foi o mesmo jogador de antes. Passou por times menores na Inglaterra, jogou na Escócia e na Liga Americana de Futebol. Encerrou a carreira em 1983, no modesto A. F. C. Bournemouth. Desde então, Best colecionou pequenas ocorrências policiais, todas em decorrência do álcool. Em 2003, atolado em dívidas, Best vendeu seu troféu da Bola de Ouro.

Por vontade de seu pai, Dickie,  seu corpo foi sepultado em Belfast, sua cidade natal, ao lado de sua mãe. Apontado por Pelé como um dos maiores atacantes da história do futebol, á uma certeza: se ele jogasse hoje, seria um mito ainda maior. Seria como o Cristiano Ronaldo, pelo marketing, porém com mais futebol.

Foto: Manchester United Football Club

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

350 posts | 0 comments

Menu Title