Fórmula 1 1950/1959: Stirling Moss – Aintree 1957

Fórmula 1 1950/1959: Stirling Moss – Aintree 1957

Like
979
0
quarta-feira, 18 outubro 2017
Automobilismo

Quando Stirling Moss e Tony Brooks conquistaram sua vitória compartilhada na Vanwall, no Grand Prix da Inglaterra de 1957, este foi o primeiro em que uma combinação de carro e piloto britânico tinha assim triunfado desde Henry Segrave e a Sunbeam em 1924. E foi um resultado maravilhoso exibido em um fenomenal estilo.

Brooks ainda estava se recuperando de um acidente recente em Le Mans, no qual a sua Aston Martin havia capotado deixando-o preso no carro. A primeira vez que pegou no volante desde então, foi em seu carro de passeio para ir aos treinos do Grand Prix da Inglaterra em Aintree. Conseguiu registrar um tempo excelente para ficar na primeira fila, apenas 0,2s, atrás de seu colega de equipe, Moss, que era o pole. No entanto ele ainda se sentia inseguro quanto à perspectiva de correr uma prova inteira e ofereceu o carro par Moss, caso ele tivesse algum problema com o seu durante a corrida.

Moss assumiu imediatamente a liderança enquanto Brooks, ainda longe de sua forma, logo ficou para trás. Foi a Maserati de Jean Behra que perseguiu o líder e na volta 22 o francês assumiu a liderança quando Moss trouxe o seu carro para o boxe por causa de um grave defeito na ignição. Brooks foi então chamado para ir até o boxe e os dois companheiros trocaram de carro, com Moss retornando em nono na volta 26, faltando ainda 64 para o final. A vitória parecia uma perspectiva distante, mas ninguém comentou isso com Moss. O carro verde começou a ceifar a pista numa demonstração até o limite da inabalável intenção.

Em poucas voltas ele havia ultrapassado a Maserati de Fangio, assumindo o sexto lugar e logo depois assumiu a quinta colocação, superando a Ferrari de Luigi Musso. Foi para o quarto lugar quando a Ferrari de Peter Collins abandonou por causa de um vazamento de água. Moss aproximou-se então da Vanwall de Stuart Lewis-Evans, que estava em terceiro. Agora o avanço de Moss estava enviando sinais de alarme aos boxes da Maserati que passou instruções a Behra para que acelerasse. Porém exatamente quando Moss ultrapassava Lewis-Evans, o motor de Behra estourou. Mike Hawthorn assumiu a liderança por pouco tempo. Um pneu de sua Ferrari estourou, e Moss assumiu a ponta e rumou para uma vitória histórica.

 

Foto de capa: The Cahier Archive

Redator: Luiz Máximo, de São Paulo

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

350 posts | 0 comments

Menu Title