Fórmula 1 1950/1959: Juan Manuel Fangio – Pedralbes 1951

Fórmula 1 1950/1959: Juan Manuel Fangio – Pedralbes 1951

Like
1457
0
sexta-feira, 06 outubro 2017
Automobilismo

O Grande Prêmio da Espanha iria decidir a temporada de 1951. Alfa Romeo x Ferrari; Juan Manuel Fangio x Alberto Ascari. Os dois melhores pilotos nos dois melhores carros. A Alfa, após dominar a etapa inicial da temporada como havia feito em 1950, estava agora em uma situação extremamente delicada diante do massacre das Ferraris que sempre foram muito mais econômicas e agora, eram as mais rápidas. Na conquista da pole, Ascari foi 1,7s mais rápido que Fangio.

Porém o diretor técnico da Alfa, Gioacchino Colombo, utilizou dois recursos para a corrida. Primeiro, ele camuflou no carro de Fangio alguns tanques extras de combustível e revelou que eles teriam condições de terminar a prova sem fazer nenhuma parada, neutralizando assim a vantagem fundamental da Ferrari. Tratava-se de uma armadilha, os tanques extras estavam vazios, mas isto acabou deixando a Ferrari em pânico, levando-a a fazer uma mudança crítica usando rodas menores para obter melhor aceleração. A segunda mudança na especificação foi um duto de ventilação que tinha transformado em alimentador de força para o super pressurizado. Fangio relatou que quando o abriu “senti como se tivesse recebido um grande empurrão, vindo de trás.”

Os dois estratagemas da Alfa aumentaram o impulso e nenhum acréscimo na carga, o que deu um tremendo susto na Ferrari quando a prova atingia uma etapa estável e Fangio começava a fazer sombra a todas as manobras de Ascari. Os dois começaram a dar voltas na velocidade máxima em uma emocionante disputa observada das calçadas por uma compacta muralha de espectadores.

Mas aquelas rodas menores causaram um prejuízo às esperanças de Ascari. Um de seus pneus rompeu uma banda de rodagem na oitava volta. Fangio assumiu a liderança e ampliou o suficiente para permanecer à frente da Ferrari de Froilan Gonzalez, mesmo quando fez seu segundo pit-stop, conquistando assim o título mundial. Foi uma prova em que a Alfa realmente não teria como vencer. Mas conseguiu vencer.

 

Foto de capa: The Cahier Archive

 

Redator da matéria: Luiz Máximo, de São Paulo.

Luiz Máximo Moreno Morelo

Meu nome é Luiz Máximo Morelo, sou paulista, 65 anos, comecei no rádio em 1968. Em 1976 fui para a TV Record, depois Rede Bandeirantes, Globo, SBT e por 20 anos trabalhei na TV Cultura. Sempre acom[...]

350 posts | 0 comments

Menu Title