Flamengo massacra o Minas na estreia do NBB

Flamengo massacra o Minas na estreia do NBB

Like
204
0
quarta-feira, 11 novembro 2020
NBB

Nessa terça-feira (10), aconteceu os dois primeiros jogos do NBB 20/21. Flamengo recebeu o Minas Tênis Clube nas estreias das equipe na nova temporada da elite nacional. O Rubro-Negro veio para a quadra buscando se recuperar da derrota sofrida na final da Champions League das Américas. Por outro lado, o clube mineiro estreava em jogos oficiais na temporada. Dessa maneira, melhor para a equipe carioca que foi intensa o confronto inteiro e venceu por um placar centenário.

Por Yuri Murta, Rio de Janeiro – RJ

Flamengo e Minas Storm são de fato dois dos principais concorrentes ao título da NBB 20/21. No entanto, o time carioca transformou uma possível estreia difícil em um jogo tranquilo e definido ainda no primeiro tempo. Por certo, a intensidade demonstrada pelo Rubro-Negro advém do bom ritmo dos jogos já feitos na temporada. Por outro lado, os mineiros sentiram fisicamente a sua estreia em competições oficiais na nova época. Dessa maneira, liderados por Marquinhos, o time da Gávea aplicou um placar dilatado e centenário para cima dos rivais.

Antes que o jogo começasse, a NBB apresentou a bola criada em parceria com a penalty em uma ação de marketing virtual. A bola desenhada pela menina Luana Santa Cruz, de 14 anos, foi jogada para o alto para uma disputa de bola figurativa. O laranja tradicional deu espaço para o preto e a frase “Por um Mundo sem racismo” mostrou o conteúdo e o poder da ação. A pelota vai ser leiloada pelo LNB e o dinheiro arrecadado será doado para uma instituição de caridade.

1º QUARTO

Por certo, o primeiro quarto foi o mais disputado do confronto. Parodi logo no início marcou os dois primeiros pontos para o Minas Storm e deu uma assistência para Rafa Moreira colocar 5 x 2 no placar. Contudo, o Flamengo começou a pontuar e igualar a partida. Marquinhos, de fato, era o jogador mais inspirado do rubro-negro no quarto. Só para ilustrar, o jogador marcou 11 dos 25 pontos do time no quarto.

No entanto, apesar do bom momento do ídolo da torcida rubro-negra, o Minas seguia bem no confronto e estando na frente por boa parte do quarto. Faltando 30 segundos, Davi Rosetto marcou três pontos para os visitantes e a tendencia era uma vitória mineira no quarto. Todavia, Rafael Mineiro retribuiu o lance segundos depois para deixar o período empatado. Final de período: 25 x 25.

2º QUARTO

Assim como o primeiro, o segundo quarto começou bastante nivelado com os times trocando pontos e com a diferença na casa dos um ou dois pontos. Nos primeiros três minutos foram seis pontos do time da casa e cinco dos visitantes. Entretanto, depois disso só deu Flamengo. Os anfitriões começaram a acertar as bolas e aceleraram a marcação, impedindo o Minas de progredir.

O equilibrio do time rubro-negro permitiu que diversos jogadores se destacassem no quarto. Por exemplo, Balbi e Chuzito marcaram 7 pontos cada e Léo Demétrio marcou 6. Dessa maneira, o time foi se distanciando e abrindo vantagem. Além disso, o bom aproveitamento no rebote foi essencial, foram 11 rebotes dos mandantes contra 4 dos visitantes nos 10 minutos. Chuzito fechou a diferença do quarto em 19 pontos. Final de período: 59 x 40.

3º QUARTO

A soberania do Flamengo seguiu ainda mais forte no terceiro quarto. No entanto, dessa vez quem se destacou foi o sistema defensivo. Por exemplo, o Minas só conseguiu fazer 7 pontos dos 49 tentados, tendo assim um aproveitamento de apenas 13%. Enquanto isso, o time da casa conseguiu fazer 19 dos 45 com aproveitamento de 45%. O principal destaque foi Hettsheimeir que simplesmente acertou tudo que tentou. O pivô duas bolas de três e duas de dois e acertou todas as quatro. Sendo assim, foi o cara que ampliou ainda mais a vantagem do Flamengo.

O massacre dos anfitriões no terceiro quarto foi algo tão assustador que até faltar menos de três minutos, o Minas só havia feito dois pontos no período. No mesmo tempo, o Flamengo havia feito 16 pontos. Como resultado de toda essa dominância no final do terceiro quarto o jogo já estava decidido. Final do Período: 78 x 47.

4º QUARTO

O Flamengo voltou para o último quarto calibrado na bola de três pontos, foram cinco cestas na sequencia. Só o Yago fez duas delas e deu uma assistência. O Minas no mesmo tempo fez cinco pontos com JP Batista e Gui Santos. Com uma vantagem de mais de 40 pontos, Gustavo de Conti começou a colocar os jovens jogadores do rubro-negro em quadra. Liderados por Yago e Rafael Rachael, destaque do Flamengo no Carioca, o time de crias da Gávea seguiu deixando a equipe na liderança do quarto.

Apesar disso, o Minas voltou a melhorar em quadra e igualou forças no marcador conseguindo diminuir a grande diferença que tinha no placar. Entre os jovens do time da casa, Maciel foi o grande destaque. O camisa 34 acertou duas bolas de três nos únicos dois arremessos que tentou no jogo. Ademais, uma delas foi para colocar um placar centenário no jogo. Dessa maneira, Flamengo venceu mais um quarto. Final de jogo: 102 x 68.

FLAMENGO X MINAS STORM – E AGORA?

Como resultado do confronto, o Flamengo já se torna líder do NBB. Contudo, apenas dois jogos aconteceram até agora então pouco vale. Por sua vez, o Minas Storm inicia de maneira diferente do que imaginava na temporada. Ambas as equipes voltam a quadra nessa quinta-feira (12). O Flamengo enfrenta o Fortaleza Basquete Cearense as 18hrs, enquanto que o Minas encara o Pato Basquete as 20h30.

FLAMENGO X MINAS STORM – MELHORES MOMENTOS

ENTREVISTAS PÓS JOGO

1- Gustavo de Conti (técnico do Flamengo) 

2- Marquinhos (Flamengo) 

3 – Leo Costa (técnico do Minas Storm)

4 – JP Batista (Minas Storm)

Foto Destaque: João Argento / Redação Rubro-Negra

Yuri Murta

Yuri Murta

Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por esportes no geral e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor principalmente pelo basquete e futebol vem desde pequeno e o g[...]

68 posts | 0 comments

Comments are closed.