Federação divulga alternativas para últimas vagas da escalada esportiva para Tóquio 2020

Federação divulga alternativas para últimas vagas da escalada esportiva para Tóquio 2020

Like
50
0
segunda-feira, 05 outubro 2020
Escalada para cima e avante

As últimas vagas para as competições de escalada esportiva dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 podem ter um desfecho inesperado. Essas vagas seriam inicialmente atribuídas aos vencedores dos campeonatos continentais da Europa, Ásia, África e Oceania.

No entanto, se a pandemia não permitir que essas competições sejam disputadas, os locais afetados sairão do último Campeonato Mundial, realizado em Hachioji. O anúncio foi feito pela Federação Internacional de Escalada Esportiva na última sexta-feira.

O Conselho de Diretores do IFSC realizou uma reunião extraordinária para discutir a situação em relação aos quatro campeonatos continentais restantes. As provas qualificariam um atleta masculino e feminino de cada continente para os próximos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Decisão do conselho

Para enfrentar os desafios e incertezas causados ​​pela pandemia COVID-19, o Conselho de Administração do IFSC decidiu por unanimidade:

1. O cronograma do sistema de qualificação aprovado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em abril de 2020 não deve ser modificado.

2. Se os eventos classificatórios continentais, de acordo com o sistema de qualificação aprovado pelo COI, não puderem ser realizados após 2020, as vagas restantes deverão ser realocadas através do ranking dos Campeonatos Mundiais realizados em Hachioji (Japão).

3. As comissões continentais e os organizadores das provas implantarão todas as medidas e protocolos necessários para garantir a saúde e segurança de todos os atletas, delegações, juízes e equipas envolvidas; Por isso, cada comitê continental deve organizar uma teleconferência com suas respectivas federações para explicar todos os procedimentos e regulamentos que serão colocados em prática.

4. O IFSC manterá contato próximo com organizações de teste e autoridades locais para garantir que o país anfitrião não imponha viagens e restrições de acesso que impeçam a participação de qualquer delegação.

Os oito escaladores contemplados

Com a situação da pandemia, é atualmente difícil de prever que os campeonatos europeus (Moscou), campeonatos africano (Cidade do Cabo),  Campeonatos Asiáticos (Xiamen) e Campeonato da Oceania (Sydney) seriam realizados. Na verdade, a pandemia só permitiu que o Campeonato Pan-Americano de Escalada acontecesse no final de fevereiro e deu vaga a Alannah Yip (Canadá) e Colin Duffy (EUA).

Não haverá a presença de nenhum sul-americano na escalada esportiva nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Assim, aqueles com maior probabilidade de fazer parte da lista de atletas classificados para Tóquio 2020 são:

  • Pela Europa: Jernej Kruder (Eslovênia) e Ievgeniia Kazbekova (Ucrânia).
  • Pela África: Calrin Curtis e Rachelle de Charmoy (ambos da África do Sul).
  • Para a Ásia: Jongwon Chon eJongwon Chon (ambos da Coreia do Sul).
  • Para a Oceania: Campbell Harrison e Oceania MacKenzie (ambos da Austrália).

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes é escalador há mais de 18 anos e cobre o esporte na Revista Blog de Escalada há 14 anos. Nas competições de escalada já cobriu e comentou diversos campeonatos nacionais e os Jo[...]

12 posts | 0 comments

Comments are closed.